Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Montagem da fórmula das bases

Química

A montagem da fórmula das bases depende do conhecimento do cátion que está ligado ao ânion hidróxido, aspecto facilmente identificado no nome da base.
Fórmulas de algumas bases inorgânicas
Fórmulas de algumas bases inorgânicas
PUBLICIDADE

É importante que o estudante saiba realizar a montagem da fórmula das bases por se tratar de um aspecto muito requisitado na Química Inorgânica e no estudo de soluções, já que as bases são substâncias muito utilizadas em diversos processos químicos, como em reações de neutralização.

Para realizar a montagem da fórmula de uma base, é fundamental que saibamos quais são os componentes presentes em uma base, cuja fórmula geral é YOH, na qual:

  • Y é um cátion, que pode ser um metal qualquer ou o amônio (NH4+);

  • OH é o hidróxido, um ânion monovalente (OH-1).

Porém, para realizar a montagem da fórmula de uma base, devemos conhecer o seu nome, o qual é construído a partir da seguinte regra de nomenclatura:

Hidróxido + de + nome do elemento

Nessa regra, o termo hidróxido refere-se ao ânion OH, e o elemento é o cátion (carga do cátion depende sempre do nox do elemento) que o está acompanhando na fórmula da base.

Conhecendo o cátion (elemento) qualquer (Y+x) e o ânion hidróxido (OH-1), a montagem da fórmula da base dá-se pela inversão de suas cargas, de modo que a carga do cátion (+x) transforme-se no índice numérico (x) do ânion (após um parêntese) e que a carga do ânion (-1) transforme-se no índice numérico (1) do cátion.

Y+x + OH-1→ Y1(OH)x

Assim, fica evidente que o que difere uma base da outra é o elemento que acompanha o grupo OH e o índice numérico à frente deste grupo. A seguir, temos alguns exemplos da montagem da fórmula de bases:

1º Exemplo: Hidróxido de alumínio

Nessa base, temos os seguintes componentes:

  • o cátion alumínio (Al+3): o qual apresenta nox fixo +3, por estar localizado na família IIIA da tabela periódica;

  • o ânion hidróxido (OH-1): comum às bases inorgânicas.

Por fim, basta cruzar as cargas dos íons, de forma que o -1 do hidróxido seja o índice (1) do alumínio, e o +3 do alumínio seja o índice (3) da hidroxila, da seguinte forma:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Al1(OH)3 ou Al(OH)3

2º Exemplo: Hidróxido de cálcio

Nessa base, temos os seguintes componentes:

  • o cátion cálcio (Ca+2): o qual apresenta nox fixo +2, por estar localizado na família IIA (metais alcalinoterrosos) da tabela periódica;

  • o ânion hidróxido (OH-1): comum às bases inorgânicas.

Por fim, basta cruzar as cargas dos íons, de forma que o -1 do hidróxido seja o índice (1) do cálcio, e o +2 do cálcio seja o índice (2) da hidroxila, da seguinte forma:

Ca1(OH)2 ou Ca(OH)2

3º Exemplo: Hidróxido de ouro I

Nessa base, temos os seguintes componentes:

  • o cátion ouro I (Au+1): o qual apresenta nox +1, como está indicado no nome fornecido;

  • o ânion hidróxido (OH-1): comum às bases inorgânicas.

Por fim, basta cruzar as cargas dos íons, de forma que o -1 do hidróxido seja o índice (1) do ouro (Au), e o +1 do ouro seja o índice (1) da hidroxila, da seguinte forma:

Au1OH1 ou AuOH

4º Exemplo: Hidróxido de titânio IV

Nessa base, temos os seguintes componentes:

  • o cátion titânio IV (Zn+4): o qual apresenta nox +4, como está indicado no nome fornecido;

  • o ânion hidróxido (OH-1): comum às bases inorgânicas.

Por fim, basta cruzar as cargas dos íons, de forma que o -1 do hidróxido seja o índice (1) do titânio (Ti), e o +4 do titânio seja o índice (4) da hidroxila, da seguinte forma:

Ti1(OH)4 ou Ti(OH)4

5º Exemplo: Hidróxido de zinco

Nessa base, temos os seguintes componentes:

  • o cátion zinco (Zn+2): o qual apresenta nox fixo +2;

  • o ânion hidróxido (OH-1): comum às bases inorgânicas.

Por fim, basta cruzar as cargas dos íons, de forma que o -1 do hidróxido seja o índice (1) do zinco, e o +2 do zinco seja o índice (2) da hidroxila, da seguinte forma:

Zn1(OH)2 ou Zn(OH)2

Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "Montagem da fórmula das bases"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/montagem-formula-das-bases.htm. Acesso em 28 de setembro de 2021.

Artigos Relacionados
Conheça mais sobre as bases segundo a teoria de Arrhenius, como nomenclatura oficial, características e aplicações. Além disso, faça exercícios sobre o tema.
Número de hidroxilas, solubilidade e grau de dissociação de bases.
Veja nesse texto um conjunto de regras que permite determinar o número de oxidação (NOX) de uma maneira bem simples, sem precisar das fórmulas eletrônicas dos compostos.
Aprenda a forma correta de construir as equações de dissociação das bases!
Nomenclatura das Bases, solução aquosa, dissociação iônica, Cátion, Ânion, Hidróxido de sódio, Hidróxido de alumínio, Hidróxido de ferro, Hidróxido de cobre, hidróxido férrico, Hidróxido de cálcio.