Topo
pesquisar

Equações de dissociação das bases

Química

As equações de dissociação das bases são representações da liberação de cátions e ânions por essas substâncias quando dissolvidas em água.
Esquema de uma equação de dissociação do hidróxido de bário
Esquema de uma equação de dissociação do hidróxido de bário
PUBLICIDADE

Segundo Arrhenius, as bases são substâncias que, quando dissolvidas em água, sofrem o fenômeno da dissociação, no qual ocorre a liberação de cátions e ânions. Isso acontece porque elas são iônicas, isto é, apresentam íons na sua constituição.

Ao se dissociar, uma base sempre libera um cátion diferente do hidrônio (H+) e um ânion hidroxila (OH-). O cátion liberado pertence ao grupo dos elementos metálicos, com exceção do amônio (NH4+).

A forma de representar uma dissociação é por meio de uma equação. De uma forma geral, as equações de dissociação das bases apresentam sempre os seguintes parâmetros:

  • base no reagente com a indicação aq (aquoso);

  • seta.

  • produto com um cátion qualquer (Y+) e um ânion (OH-)

YOH(aq) → Y+(aq) + OH-(aq)

Veja alguns exemplos:

Exemplo 1: Hidróxido de prata (AgOH)

Trata-se de uma base que apresenta o metal prata (Ag) associado ao grupo hidróxido (OH). Ao ser adicionada à água (aq), ocorre a liberação (dissociação) do cátion prata (Ag1+ - essa carga deve-se à presença de um grupo hidroxila (OH) na fórmula da base) e de um ânion hidroxila (OH-). Assim, podemos escrever a equação de dissociação da seguinte maneira:

AgOH(aq) → Ag+(aq) + 1 OH-(aq)

Exemplo 2: Hidróxido de rádio [Ra(OH)2]

Trata-se de uma base que apresenta o metal rádio (Ra) associado ao grupo hidróxido (OH). Ao ser adicionada à água (aq), ocorre a liberação (dissociação) do cátion rádio (Ra2+ - essa carga deve-se à presença de dois grupos hidroxila (OH) na fórmula da base) e de dois mols do ânion hidroxila (OH-). Assim, podemos escrever a equação de dissociação da seguinte maneira:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ra(OH)2 (aq) → Ra2+(aq) + 2 OH-(aq)

Exemplo 3: Hidróxido de cobalto III [Co(OH)3]

Trata-se de uma base que apresenta o metal cobalto (Co) associado ao grupo hidróxido (OH). Ao ser adicionada à água, ocorre a liberação (dissociação) do cátion cobalto (Co3+ - essa carga deve-se à presença de três grupos hidroxila (OH) na fórmula da base) e de três mols do ânion (OH-). Assim, podemos escrever a equação de dissociação da seguinte maneira:

Co(OH)3 (aq) → Co3+(aq) + 3 OH-(aq)

Exemplo 4: Hidróxido de estanho IV [SnOH)4]

Trata-se de uma base que apresenta o metal estanho (Sn) associado ao grupo hidróxido (OH). Ao ser adicionada à água, ocorre a liberação (dissociação) do cátion estanho (Sn4+ - essa carga deve-se à presença de quatro grupos hidroxila (OH) na fórmula da base) e de quatro mols do ânion (OH-). Assim, podemos escrever a equação de dissociação da seguinte maneira:

Sn(OH)4 (aq) → Sn4+(aq) + 4 OH-(aq)

Exemplo 5: Hidróxido de arsênio V [As(OH)5]

Trata-se de uma base que apresenta o metal arsênio (As) associado ao grupo hidróxido (OH). Ao ser adicionada à água, ocorre a liberação (dissociação) do cátion arsênio (As5+, essa carga deve-se à presença de cinco grupos hidroxila (OH) na fórmula da base) e de cinco mols do ânion (OH-). Assim, podemos escrever a equação de dissociação da seguinte maneira:

As(OH)5 (aq) → As5+(aq) + 5 OH-(aq)


Por Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "Equações de dissociação das bases"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/quimica/equacoes-dissociacao-das-bases.htm>. Acesso em 22 de maio de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola