Topo
pesquisar

Equações de dissociação das bases

Química

As equações de dissociação das bases são representações da liberação de cátions e ânions por essas substâncias quando dissolvidas em água.
PUBLICIDADE

Segundo Arrhenius, as bases são substâncias que, quando dissolvidas em água, sofrem o fenômeno da dissociação, no qual ocorre a liberação de cátions e ânions. Isso acontece porque elas são iônicas, isto é, apresentam íons na sua constituição.

Ao se dissociar, uma base sempre libera um cátion diferente do hidrônio (H+) e um ânion hidroxila (OH-). O cátion liberado pertence ao grupo dos elementos metálicos, com exceção do amônio (NH4+).

A forma de representar uma dissociação é por meio de uma equação. De uma forma geral, as equações de dissociação das bases apresentam sempre os seguintes parâmetros:

  • base no reagente com a indicação aq (aquoso);

  • seta.

  • produto com um cátion qualquer (Y+) e um ânion (OH-)

YOH(aq) → Y+(aq) + OH-(aq)

Veja alguns exemplos:

Exemplo 1: Hidróxido de prata (AgOH)

Trata-se de uma base que apresenta o metal prata (Ag) associado ao grupo hidróxido (OH). Ao ser adicionada à água (aq), ocorre a liberação (dissociação) do cátion prata (Ag1+ - essa carga deve-se à presença de um grupo hidroxila (OH) na fórmula da base) e de um ânion hidroxila (OH-). Assim, podemos escrever a equação de dissociação da seguinte maneira:

AgOH(aq) → Ag+(aq) + 1 OH-(aq)

Exemplo 2: Hidróxido de rádio [Ra(OH)2]

Trata-se de uma base que apresenta o metal rádio (Ra) associado ao grupo hidróxido (OH). Ao ser adicionada à água (aq), ocorre a liberação (dissociação) do cátion rádio (Ra2+ - essa carga deve-se à presença de dois grupos hidroxila (OH) na fórmula da base) e de dois mols do ânion hidroxila (OH-). Assim, podemos escrever a equação de dissociação da seguinte maneira:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ra(OH)2 (aq) → Ra2+(aq) + 2 OH-(aq)

Exemplo 3: Hidróxido de cobalto III [Co(OH)3]

Trata-se de uma base que apresenta o metal cobalto (Co) associado ao grupo hidróxido (OH). Ao ser adicionada à água, ocorre a liberação (dissociação) do cátion cobalto (Co3+ - essa carga deve-se à presença de três grupos hidroxila (OH) na fórmula da base) e de três mols do ânion (OH-). Assim, podemos escrever a equação de dissociação da seguinte maneira:

Co(OH)3 (aq) → Co3+(aq) + 3 OH-(aq)

Exemplo 4: Hidróxido de estanho IV [SnOH)4]

Trata-se de uma base que apresenta o metal estanho (Sn) associado ao grupo hidróxido (OH). Ao ser adicionada à água, ocorre a liberação (dissociação) do cátion estanho (Sn4+ - essa carga deve-se à presença de quatro grupos hidroxila (OH) na fórmula da base) e de quatro mols do ânion (OH-). Assim, podemos escrever a equação de dissociação da seguinte maneira:

Sn(OH)4 (aq) → Sn4+(aq) + 4 OH-(aq)

Exemplo 5: Hidróxido de arsênio V [As(OH)5]

Trata-se de uma base que apresenta o metal arsênio (As) associado ao grupo hidróxido (OH). Ao ser adicionada à água, ocorre a liberação (dissociação) do cátion arsênio (As5+, essa carga deve-se à presença de cinco grupos hidroxila (OH) na fórmula da base) e de cinco mols do ânion (OH-). Assim, podemos escrever a equação de dissociação da seguinte maneira:

As(OH)5 (aq) → As5+(aq) + 5 OH-(aq)


Por Me. Diogo Lopes Dias

Esquema de uma equação de dissociação do hidróxido de bário
Esquema de uma equação de dissociação do hidróxido de bário

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "Equações de dissociação das bases"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/equacoes-dissociacao-das-bases.htm. Acesso em 11 de dezembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola