Whatsapp

Densidade Relativa dos Gases

Química

A densidade relativa dos gases relaciona as densidades absolutas de cada gás, ambas nas mesmas condições de temperatura e pressão.
PUBLICIDADE

A densidade relativa (δ) é dada pelo quociente entre as densidades absolutas de dois gases, nas mesmas condições de temperatura e pressão.

Digamos que temos o gás 1 e o gás 2, então, a densidade relativa será:

δ12 = d1
         d2

Observe que a densidade relativa não tem unidade, pois é um número puro que apenas indica quantas vezes um gás é mais ou menos denso que outro. Visto que é só um número puro, ela não é afetada por variações na temperatura e na pressão. No entanto, é importante que essas duas grandezas sejam as mesmas para os dois gases.

Temos que a densidade é a relação da massa pelo volume ocupado pelo gás (d = m/V). Então, podemos substituir essa relação na fórmula acima:

δ12 = d1
         d2
δ12 = m1/V1
         m2/V2

Nas CNTP (Condições Normais de Temperatura e Pressão), todo gás ocupa um volume de 22,4 L. Assim, nesse caso, V1 = V2, que podem ser anulados na fórmula acima.

δ12 = m1
         m2

A densidade relativa é proporcional às massas dos gases.

Vejamos um exemplo de como determinar a densidade relativa:

Exemplo: Quais são as densidades relativas de dois gases A e B, sabendo que:

Gás A: m = 33g e V = 11 L;

Gás B: m = 24,2 g e V = 12,1 L.

Resolução:

dA = m = 33g = 3 g/L
        V    11L

dB = m = 24,2g = 2 g/L
        V    12,1L

δAB = dA
          dB
δAB = 3 g/L
          2 g/L
δAB = 1,5

Também podemos relacionar a densidade relativa com a equação de estado dos gases (PV = nRT), pois conforme explanado no texto Densidade Absoluta dos Gases, temos que:

d = PM
      RT

Então:

d1 = PM1
         RT

d2 = PM2
         RT

d1= PM1/RT
d2    PM2/RT

d1 = M1
d2B  M
2

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Observe que a densidade relativa é proporcional às massas molares dos gases, isso significa que, em termos comparativos, quanto maior for a massa molar de um gás, maior será a sua densidade. Por exemplo, a massa molar do ar é 28,96 g/mol, a do gás hélio é 4 g/mol e a do gás carbônico é 44 g/mol.

Isso significa que a densidade do gás hélio em relação ao ar é menor. É por isso que quando enchemos um balão de gás hélio e o soltamos, ele tende a subir. Por outro lado, o gás carbônico é mais denso que o ar, assim, quando enchemos um balão com o “ar” de nossos pulmões, estamos, na realidade, enchendo o balão de gás carbônico. Desta forma, se soltarmos o balão no ar, ele tenderá a cair.

Se um balão contendo gás com massa molar menor do que 28,96 g/mol for solto no ar, ele irá subir; mas se for maior, ele irá descer
Se um balão contendo gás com massa molar menor do que 28,96 g/mol for solto no ar, ele irá subir; mas se for maior, ele irá descer

Considerando o ar (que é uma mistura de gases) como referência, temos que a densidade relativa de qualquer gás em relação a ele pode ser dada pela fórmula:

δar = _M_
         28,9

M = 28,9 . δar

Se o gás de referência for outro, basta substituir pelos seus respectivos valores. Por exemplo, no caso do gás hidrogênio, a sua massa molar é 2 g/mol, então temos:

δH2 = _M_
          2

M = 2 . δ H2

* Crédito Editorial: Keith Bell / Shutterstock.com


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Os balões “dirigíveis” eram movidos a gás hidrogênio, mas, por ser muito inflamável, ele foi substituído pelo gás hélio.*
Os balões “dirigíveis” eram movidos a gás hidrogênio, mas, por ser muito inflamável, ele foi substituído pelo gás hélio.*

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Densidade Relativa dos Gases"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/densidade-relativa-dos-gases.htm. Acesso em 17 de abril de 2021.

Lista de Exercícios
Questão 1

(FEI-SP) As águas poluídas do Rio Tietê liberam, entre outros poluentes, o gás sulfídrico, H2S(g). Um dos maiores problemas causados por esse gás é o ataque corrosivo aos fios de cobre das instalações elétricas existentes junto a esse rio. O gás sulfídrico é mais denso que o ar e, assim, concentra-se mais próximo ao solo. Considerando a massa molar média do ar igual a 28,9, a densidade do H2S(g) em relação ao ar, nas mesmas condições de temperatura e pressão, será aproximadamente:

a) 0,9

b) 1,2

c) 2,4

d) 4,8

e) 5,0

Questão 2

Um determinado gás possui densidade igual a 8 g/L em comparação ao gás hélio. Qual é a massa específica desse gás a 167ºC e 623 mmHg?

(Dados: Massa molar do He = 4 g/mol; R = 62,3 mmHg . L . mol-1 . K-1.)

a) 1,91.

b) 0,045.

c) 0,72.

d) 32.

e) 23,4.

Mais Questões
Artigos Relacionados
Aprenda a calcular a densidade absoluta para qualquer gás, quer esteja nas CNTP (Condições Normais de Temperatura e Pressão) ou não.
Difusão é a propriedade de dois ou mais gases se misturarem espontaneamente; e efusão é a passagem de um gás através de pequenos poros.
O que são gases, quais as propriedades dos gases, compostos moleculares, compressibilidade, volume fixo, energia cinética média, temperatura absoluta de um gás, gás ideal, Gases reais, gás perfeito, variáveis de estado dos gases, volume de um gás, tempera
Conheça o enunciado da lei de Dalton sobre misturas gasosas, veja exemplos e saiba como chegar à fração molar de cada gás na mistura.
Entenda melhor o funcionamento das latas de spray.
As duas grandezas principais do estudo das misturas gasosas são a pressão parcial e o volume parcial. Entenda do que se trata cada uma delas e como calculá-las.
Relação entre volume e número de mol de gases.
Veja aqui quais são os postulados que definem a teoria cinética dos gases. Veja também as principais características físicas dos gases que definem essa teoria.
Você conhece as transformações gasosas? Confira aqui o que são transformações isotérmicas, isobáricas, isovolumétricas e adiabáticas!