Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Teoria cinética dos gases

Física

A teoria cinética dos gases permite determinar a relação entre grandezas macroscópicas a partir do estudo do movimento de átomos e moléculas.
Os físicos Boltzmann e Maxwell foram os principais responsáveis pela teoria cinética dos gases
Os físicos Boltzmann e Maxwell foram os principais responsáveis pela teoria cinética dos gases
PUBLICIDADE

No estudo dos gases ideais vemos que um gás é composto por átomos e moléculas, que se movem de acordo com as leis estabelecidas pela cinemática. Em um gás, suas partículas normalmente estão muito distantes uma das outras, tendo o vazio entre si. Vemos também que a principal característica dos gases é de praticamente só existir interação entre suas partículas quando elas colidem umas com as outras.

Com relação à Lei dos Gases Ideais, podemos dizer que ela nos mostra a relação entre pressão, volume, temperatura e número de mols. Essa relação é obtida a partir de um modelo simples para os gases, que permite determinar a relação entre grandezas macroscópicas a partir do estudo do movimento de átomos e moléculas. A teoria cinética dos gases se baseia em quatro postulados:

1 – o gás é formado por moléculas que se encontram em movimento desordenado e permanente. Cada molécula pode ter velocidade diferente das demais.

2 – cada molécula do gás interage com as outras somente por meio de colisões (forças normais de contato). A única energia das moléculas é a energia cinética.

3 – todas as colisões entre as moléculas e as paredes do recipiente que contém o gás são perfeitamente elásticas. A energia cinética total se conserva, mas a velocidade de cada molécula pode mudar.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

4 – as moléculas são infinitamente pequenas. A maior parte do volume ocupado por um gás é espaço vazio.

Partindo desses postulados, Boltzmann e Maxwell mostram que a energia cinética média do total de moléculas de um gás ideal é proporcional à temperatura conforme a expressão:

Onde k é a constante de Boltzmann e N é o número de moléculas. O valor de k pode ser calculado a partir da constante dos gases R e do número de Avogadro NA por

A expressão obtida mostra que a temperatura é proporcional à energia cinética média das moléculas de um gás ideal. Assim, vemos que a temperatura é uma média do grau de agitação das moléculas de um gás. Usando o número de mols, temos:

Por Domiciano Marques
Graduado em Física

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Domiciano Correa Marques da. "Teoria cinética dos gases"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/teoria-cinetica-dos-gases.htm. Acesso em 24 de outubro de 2021.

Lista de Exercícios
Questão 1

O termo Mol, usado no estudo dos gases, é utilizado, de uma forma bastante geral, para indicar uma quantidade definida de partículas. Essa quantidade de partículas é conhecida como:

a) número quântico.
b) número elementar.
c) número perfeito.
d) número de Clapeyron.
e) número de Avogadro.

Questão 2

Determine qual é o volume que um mol de um gás perfeito, em condições normais de temperatura e pressão, ocupa e marque a opção correta.

a) V = 2,24 L
b) V = 22,4 L
c) V = 223, 86 L
d) V = 3,33 L
e) V = 5 L

Mais Questões
Artigos Relacionados
Acesse o texto e aprenda mais sobre a equação de Clapeyron. Entenda a relação dessa equação com as leis dos gases ideais e também confira exercícios resolvidos sobre o assunto.
Por meio do estudo da densidade relativa dos gases compreenda por que um balão preenchido com gás hélio sobe e um balão que enchemos com a boca desce.
Estudo do comportamento dos gases e a lei geral dos gases perfeitos.
Você sabe o que é um gás ideal? Conheça o modelo de gás ideal, descubra quais são suas características e confira exercícios resolvidos sobre esse tema!
Saiba, a partir da hipótese de Avogadro, quantas partículas há em um mol.
Veja aqui as principais características da aplicação da primeira lei da termodinâmica para processos isobáricos.
Veja aqui as principais características da aplicação da primeira lei da termodinâmica para processos isovolumétricos.
Saiba mais sobre como acontece a transformação isocórica clicando aqui! Conheça quem a descobriu, e confira exemplos do cotidiano em que acontece esse tipo de transformação.