Topo
pesquisar
Texto-A+A

O que é dissociação das bases?

O que é Química?

O que é dissociação das bases? Esse fenômeno físico é constituído pela liberação de íons desses compostos, quando dissolvidos em água ou fundidos.
Íons liberados pela base hidróxido de sódio na dissociação
Íons liberados pela base hidróxido de sódio na dissociação
PUBLICIDADE

Dissociação das bases é um processo físico que ocorre com esse importante grupo de substâncias inorgânicas ao serem dissolvidas em água, ou quando passam pelo processo de fusão (passagem do estado sólido para o estado líquido por meio de aquecimento).

De uma forma geral, o fenômeno da dissociação das bases é a liberação dos cátions e dos ânions que formam o composto iônico, que, no caso, é a base. Assim, durante a dissociação das bases, ocorre a liberação de íons que já existem no composto, ou seja, não são formados novos íons.

A base é formada por um metal qualquer (X), que é o cátion do composto, ou pelo cátion amônio (grupo NH4+), ligado ao ânion hidróxido (representado pelo grupo OH), como nas representações abaixo:

Representações gerais da fórmula de uma base
Representações gerais da fórmula de uma base

A forma de representar a dissociação das bases é feita por meio de uma equação em que, no reagente, temos a base e, nos produtos, temos os íons (cátions e ânions). O que diferencia é a forma como acontece a dissociação:

  • Dissolução da base em água:

Equação que representa a dissociação de uma base em meio aquoso
Equação que representa a dissociação de uma base em meio aquoso

  • Dissociação por fusão da base:

Equação que representa a dissociação de uma base pelo processo de fusão
Equação que representa a dissociação de uma base pelo processo de fusão

Analisando as equações gerais acima, verificamos que em todas sempre teremos a base, o cátion (que é o metal ou grupo NH4+) e o ânion (OH-). Mas, são todas assim? Não existe nenhuma diferença entre elas? Para a primeira pergunta, a resposta é não e, para a segunda pergunta, a resposta é sim.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quando realizamos a dissociação de uma base, é fundamental primeiramente analisar a fórmula da base, pois, a partir dela, podemos determinar a carga do cátion e a quantidade em mol de ânions hidróxido, já que a quantidade em mol de cátion é padrão (sempre 1 mol).

Vale lembrar que a quantidade de grupos OH, presentes na fórmula da base, determina a carga do cátion e a quantidade em mol do ânion hidróxido na dissociação da base.

Vejamos os exemplos do hidróxido de alumínio [Al(OH)3] e do hidróxido de ouro (AuOH). Na fórmula da base com alumínio, há três grupos OH, e na fórmula da base com ouro, apenas um grupo OH. Assim, na dissociação dessas bases, temos:

  • Dissociação do Al(OH)3:

Como essa base apresenta três grupos OH na fórmula, a carga do cátion será +3 e a quantidade em mol de ânions é igual a 3 mol, como podemos observar na equação a seguir:

Equação da dissociação da base com alumínio em meio aquoso
Equação da dissociação da base com alumínio em meio aquoso

  • Dissociação do AuOH:

Como essa base apresenta um grupo OH na fórmula, a carga do cátion será +1 e a quantidade em mol de ânions é igual a 1 mol, como podemos observar na seguinte equação:

Equação da dissociação da base com ouro em meio aquoso
Equação da dissociação da base com ouro em meio aquoso


Por Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "O que é dissociação das bases?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/quimica/o-que-e-dissociacao-das-bases.htm. Acesso em 19 de agosto de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola