O que é quarentena?

O que é?

PUBLICIDADE

Quarentena é um tipo de reclusão aplicado a determinado grupo de pessoas sadias, mas que podem ter sido contaminadas pelo agente causador de alguma doença, a fim de evitar que ela espalhe-se. Esse procedimento foi adotado várias vezes na história, porém não se sabe ao certo quando foi praticado pela primeira vez.

Apesar das críticas, em casos de doenças graves e com grande transmissibilidade, a quarentena ainda é adotada. Um exemplo recente é o da cidade chinesa de Wuhan, colocada em uma quarentena a fim de evitar que o SARS-CoV-2 (novo coronavírus) se espalhasse e que se aumentassem os casos da doença COVID-19.

Leia também: Coronavírus – definição, sintomas e prevenção

Como a quarentena funciona?

O Tesauro Eletrônico do Ministério da Saúde define quarentena como: isolamento de indivíduos ou animais sadios pelo período máximo de incubação da doença, ou seja, pelo tempo compreendido entre o contato com o agente causador e a manifestação dos sintomas da doença.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, o tempo de quarentena inicia-se a partir da data do último contato do indivíduo com um caso clínico ou portador, ou a partir da data que esse comunicante sadio saiu de um local onde havia a fonte de infecção.

Como o paciente será mantido em quarentena varia muito, a depender do tipo de doença que estamos lidando e também do local do mundo onde essa pessoa será submetida ao isolamento.

No caso do SARS-CoV-2, por exemplo, o Brasil retirou brasileiros que estavam na cidade chinesa de Wuhan, foco da doença, para que eles ficassem em quarentena em nosso país e, desse modo, corressem menos riscos. Aqui, a quarentena para essas pessoas foi de 15 dias, e elas ficaram em suítes dotadas de TV, internet, telefone, frigobar, ventilador e ar condicionado. Também receberam seis refeições diárias e tiveram acesso a atividades de lazer, como assistir filmes, ler livros e jogar videogame. Exames e apoio psicológico foram disponibilizados.

Na quarentena, o indivíduo é retirado do convívio com outras pessoas, a fim de evitar uma possível epidemia.
Na quarentena, o indivíduo é retirado do convívio com outras pessoas, a fim de evitar uma possível epidemia.

Quarentena não significa 40 dias de reclusão

Muitas pessoas pensam que a quarentena refere-se a 40 dias de reclusão, porém isso não é  verdade. O tempo de quarentena é determinado de acordo com o período de incubação da doença.

Imagine uma doença que tem período de incubação de 10 dias, ou seja, a pessoa começa a desenvolver os sintomas dessa enfermidade após 10 dias do contato com o agente causador. A quarentena, nesse caso, deve ter o mínimo de 10 dias após a pessoa ter tido contato com uma outra doente ou um local onde a doença está ocorrendo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Diferença entre quarentena e isolamento

Quando falamos em reclusão de pessoas a fim de evitar que uma doença espalhe-se, dois termos são importantes: quarentena e isolamento. Quando uma pessoa é colocada em quarentena, ela é separada da população, porém não apresenta sintomas, tratando-se apenas de uma precaução por ela ter tido contato com um doente ou ter estado no local de fonte da infecção. Apenas quando a pessoa está comprovadamente doente é que ela é submetida ao isolamento.

Leia também: Diferenças entre COVID-19, gripe e resfriado

Críticas à quarentena

Muitos autores discutem se a quarentena é realmente uma prática adequada para evitar uma grande epidemia. Um dos pontos de maior discussão está no fato de que esse procedimento determina uma limitação na liberdade do indivíduo (e coloca-o em situações que afetam, por exemplo, seu psicológico) e desencadeia até mesmo prejuízos financeiros. Outro ponto destacado é que não há comprovação científica de que a quarentena é realmente eficaz no controle de doenças.

Casos recentes de quarentena

Há vários relatos de quarentena descritos na história. Quando, no século XIV, a Peste Negra espalhou-se pela Europa, por exemplo, Veneza impedia que navios que chegassem pudessem desembarcar. Tripulação e passageiros deviam esperar 40 dias para que isso fosse possível. Os relatos, no entanto, não ficam apenas no passado, sendo a quarentena observada nos dias atuais. Veja dois casos a seguir:

  • Pequim colocou pessoas em quarentena para conter a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS).

A SARS é desencadeada por um vírus que assustou o mundo nos anos de 2002 e 2003. Durante a epidemia, Pequim impôs uma quarentena a quatro mil pessoas que tiveram contato próximo com outras suspeitas de terem a doença, ordenando que aquelas ficassem em suas casas. Hospitais também foram colocados em quarentena na situação, impedindo a entrada e saída de visitantes.

A SARS foi controlada em 2003, e nenhum caso foi registrado desde 2004. No total, cerca de 800 pessoas morreram em decorrência da doença.

Leia também: Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS

  • Wuhan, na China, foi submetida a uma quarentena para evitar o aumento de casos de COVID-19 

O  SARS-CoV-2  é um tipo de vírus responsável por desenvolver infecções respiratórias que podem ter consequências graves, inclusive a morte do indivíduo. Os primeiros casos da doença, conhecida como COVID-19,  foram registrados no final de 2019, e, em janeiro de 2020, o agente causador foi identificado.

A cidade chinesa de Wuhan foi submetida a uma quarentena a fim evitar que o novo coronavírus espalhe-se.
A cidade chinesa de Wuhan foi submetida a uma quarentena a fim evitar que o novo coronavírus espalhe-se.

Os primeiros casos da doença surgiram em Wuhan, na China, e a cidade foi submetida a uma quarentena a partir de 23 de janeiro. Entre as medidas tomadas, estavam a suspensão do transporte público e de voos para a região, isolando, desse modo, a cidade completamente. Até o dia 24 de março de 2020, o novo coronavírus, como ficou conhecido o  SARS-CoV-2, já havia causado a morte de 16.231 pessoas e mais de 372.757 casos já haviam sido confirmados em todo o mundo.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "O que é quarentena?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/biologia/o-que-e-quarentena.htm. Acesso em 04 de julho de 2020.