Topo
pesquisar

Coordenadas do vértice da parábola

Matemática

As coordenadas do vértice da parábola podem ser obtidas por meio de fórmulas que envolvem os coeficientes da função do segundo grau relacionados a ela.
Representação de uma parábola e a fórmula usada para encontrar suas raízes
Representação de uma parábola e a fórmula usada para encontrar suas raízes
PUBLICIDADE

Uma função do segundo grau é aquela que pode ser escrita na forma f(x) = ax2 + bx + c. Toda função do segundo grau é representada geometricamente por uma parábola, que é uma figura geométrica plana. As parábolas ligadas a funções do segundo grau possuem ponto de máximo ou ponto de mínimo. O maior candidato a um desses pontos é chamado de vértice da parábola.

Obtendo as coordenadas do vértice

As coordenadas do vértice podem ser obtidas de duas maneiras. A primeira utiliza uma das seguintes fórmulas:

xv = – b
       2a

yv = – Δ
        4a

Nessas fórmulas, xv e yv são as coordenadas do vértice da função do segundo grau, ou seja, V(xv, yv).

A segunda maneira de encontrar as coordenadas do vértice é a seguinte: suponha que x1 e x2 sejam as raízes de uma função do segundo grau, o ponto médio entre as raízes será a coordenada x do vértice. Sabendo disso, basta encontrar a imagem desse valor por meio da função analisada. Assim, dadas as raízes x1 e x2 de uma função f(x) = ax2 + bx + c, temos:

xv = x1 + x2
            2  

yv = f(xv) = axv2 + bxv + c

Essa é segunda técnica usada para demonstrar as fórmulas dadas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Demonstração das fórmulas

Dada uma função do segundo grau qualquer f(x) = ax2 + bx + c, com raízes x1 e x2, podemos encontrar a coordenada xv calculando a média entre essas raízes. Para tanto, lembre-se de que:

x1 = – b + √Δ
           2a 

x2 = – b – √Δ
           2a  

Portanto:

Substituindo esse valor na função f(x) = ax2 + bx + c, temos:

 

Fazendo o mínimo múltiplo comum dos denominadores, encontramos:

Exemplo

Encontre as coordenadas do vértice da função f(x) = x2 – 16.

Usando as fórmulas, obtemos:

xv = – b
        2a

xv = – 0
         2

xv = 0

yv = – Δ
        4a

yv = – (b2 – 4·a·c)
              4a   

yv = – (02 – 4·1·(– 16))
                  4     

yv = – (– 4·(– 16))
                4      

yv = – (64)
           4

yv = – 16

As coordenadas do vértice dessa função são V (0, – 16).

 


Por Luiz Paulo Moreira
Graduado em Matemática

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Luiz Paulo Moreira. "Coordenadas do vértice da parábola"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/matematica/coordenadas-vertice-parabola.htm>. Acesso em 21 de setembro de 2018.

Teste seus conhecimentos
Questão 1

Dada a função f(x) = x2 + 10x + 9, qual é a soma das coordenadas do vértice da parábola representada por ela?

a) – 21

b) – 26

c) – 10

d) – 16

e) 26

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA