Topo
pesquisar

Grécia Período Clássico

História Geral

O governo de Péricles e a Guerra do Peloponeso: as duas faces da Grécia no Período Clássico
O governo de Péricles e a Guerra do Peloponeso: as duas faces da Grécia no Período Clássico
PUBLICIDADE

O Período Clássico Grego, que se desenvolveu entre os séculos V e IV a.C., é visivelmente marcado por uma série de invasões e conflitos que transformaram a Hélade em um cenário de guerra acalorado. Entretanto, mesmo com tais confrontos, muitos compreendem esse como sendo o apogeu da própria civilização grega. A transformação política em Atenas e a disseminação de seu modelo político-admininstrativo para outras cidades-Estado gregas marcaram o auge da Antiguidade Grega.

O primeiro grande embate dessa época foram as Guerras Médicas (490 – 479 a.C.), conflito onde os persas tentaram invadir a Grécia a partir de seu domínio sobre as colônias da Ásia Menor. Apesar da incontestável superioridade militar dos persas, os gregos conseguiram abater o inimigo por meio de várias táticas de guerra em que utilizavam o conhecimento sobre o acidentado território balcânico ao seu favor. Apesar de politicamente independentes, esse conflito motivou a aliança de várias pólis gregas.

A mais importante aliança militar desenvolvida nesse período foi a Liga de Delos, que garantiu a vitória dos gregos e consolidou o papel de liderança exercido pelos atenienses. Passados os conflitos contra os persas, a liga se manteve como peça fundamental para a proteção militar das cidades-Estado. Contudo, os líderes políticos atenienses aproveitavam dos recursos disponibilizados pela Liga de Delos para oprimir e impor seus interesses políticos e econômicos sobre as demais cidades-Estado.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nessa época é que se destaca o governo de Péricles, responsável pelo aprimoramento da democracia ateniense e a execução de várias obras públicas que embelezaram Atenas como um todo. A ação imperialista dos atenienses sobre as demais pólis gregas logo motivaram a articulação de uma ofensiva. Liderados por Esparta, várias cidades da Grécia Antiga fundaram a Liga do Peloponeso. Tal associação visava combater a hegemonia de Atenas e da Liga de Delos.

Entre 431 e 417 a.C., as várias cidades-Estado gregas se envolveram num penoso conflito que ficou conhecido como a Guerra do Peloponeso. Após a vitória na Batalha de Egos Pótamos, os espartanos empregaram uma política de ação imperialista sobre as demais cidades-Estado da Grécia. Com isso, novos conflitos se desenvolveram e esgotaram o poderio militar dos gregos, que se tornaram presa fácil para as invasões promovidas pelo rei Felipe II da Macedônia.

Por Rainer Sousa
Graduado em História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rainer Gonçalves. "Grécia Período Clássico"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/historiag/grecia-periodo-classico.htm>. Acesso em 23 de fevereiro de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

(Fatec) "A cidade-estado era um objeto mais digno de devoção do que os deuses do Olimpo, feitos à imagem de bárbaros humanos. A personalidade humana, quando emancipada, sofre se não encontra um objeto mais ou menos digno de sua devoção, fora de si mesma." (Toynbee, Arnold J. HELENISMO, HISTÓRIA DE UMA CIVILIZAÇÃO).

Na antiguidade clássica, as cidades-estados representavam:

a) uma forma de garantir territorialmente a participação ampla da população na vida política grega.

b) um recurso de expansão das colônias gregas.

c) uma forma de assegurar a independência política das cidades gregas entre si.

d) uma característica da civilização helenística no sistema político grego.

e) uma instituição política helenística no sistema político grego.

Questão 2

Foi no período clássico da Grécia Antiga que foram escritas as grandes obras de áreas como filosofia, história e teatro que se tornariam fundamentais para a formação da cultura ocidental. Entre os autores gregos do período clássico e suas respectivas áreas de atuação, podemos citar:

a) Dante (poesia) e Marco Aurélio (teatro).

b) Platão (filosofia) e Eurípedes (teatro).

c) Aristóteles (teatro) e Homero (poesia).

d) Eurípedes (filosofia) e Sófocles (história).

e) Heródoto (história) e Virgílio (poesia).

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola