close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Guerras Médicas

Guerras Médicas ocorreram entre 500 a.C. e 448 a.C., entre a Grécia e a Pérsia, pelo domínio do Mundo Antigo. Esses conflitos tiveram os gregos como vitoriosos.

Ilustração de um trirreme.
Trirreme, o tipo de embarcação usada pelos persas durante as Guerras Médicas. [1]
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

As Guerras Médicas ocorreram de 500 a.C. até 448 a.C., entre gregos e persas, pelo domínio do Mundo Antigo. O termo médicas se refere à forma como os gregos chamavam os persas, de medos. A expansão da Pérsia ameaçou os domínios gregos, e o motivo principal da guerra foi a reação grega à invasão persa na Grécia Continental. As cidades-Estado se uniram em um momento único da história grega para defenderem o território de um inimigo comum. A vitória da Grécia garantiu seu poder sobre o Mundo Antigo.

Confira nosso podcast: E se os gregos não tivessem existido?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre as Guerras Médicas

  • As Guerras Médicas ocorreram entre 500-448 a.C., entre gregos e persas, pelo domínio do Mundo Antigo.

  • Pela primeira vez na história grega, as cidades-Estado se uniram para se defenderem da invasão dos persas.

  • A vitória da Grécia sobre a Persia foi importante para os gregos conquistarem a hegemonia do Mundo Antigo.

Antecedentes históricos das Guerras Médicas

Entre os séculos VI e V a.C., ocorreu a expansão dos domínios da Pérsia, demonstrando sua força militar. Quando essa expansão territorial se aproximou da Ásia Menor, em regiões dominadas pelos gregos, a Pérsia se tornou uma ameaça para eles. Esteve entre esses dois povos o destino da Antiguidade Oriental.

Ao conquistar novos povos, os persas impunham suas vontades. Algumas cidades jônicas resolveram se rebelar contra essas imposições e contaram com apoio de Atenas. O rei persa Dario I decidiu revidar e, em 490 a.C., iniciou uma ofensiva contra o inimigo. O ataque foi vitorioso e várias cidades gregas se tornaram domínios persas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Motivos das Guerras Médicas

Os principais motivos das Guerras Médicas foram:

  • evitar o avanço persa sobre a Ásia Menor;

  • reforçar o domínio grego sobre o comércio do mar Mediterrâneo.

As Guerras Médicas

Representação do duelo entre gregos e persas durante as Guerras Médicas.
Representação do duelo entre gregos e persas durante as Guerras Médicas.

As Guerras Médicas colocaram em oposição dois povos que detinham os maiores exércitos da Antiguidade. A história divide esse momento em dois períodos:

→ Primeira Guerra Médica

A Primeira Guerra Médica, ocorrida em 490 a.C., foi a ofensiva do rei persa Dário sobre a Grécia para anexá-la à Pérsia. A batalha entre gregos e persas ocorreu na cidade de Maratona. Apesar de ter número de soldados muito superior ao dos gregos, os persas foram derrotados. A cidade grega de Maratona ficou conhecida também por nomear a corrida de 42,195 km (hoje chamada de maratona) por conta da história de que um mensageiro do exército fora enviado a Atenas para avisar sobre a derrota dos persas. Após percorrer a longa distância e avisar a vitória, o mensageiro morreu de ataque cardíaco.

→ Segunda Guerra Médica

A segunda fase das Guerras Médicas ocorreu em 480 a.C. Os atenienses fundaram a Liga de Delos, uma organização militar responsável por fortalecer as defesas gregas e evitar novas ameaças externas, como aconteceu com os ataques vindos da Pérsia.

Xerxes se tornou rei persa, sucedendo Dário, seu pai. Diante disso, Xerxes decidiu vingar a derrota sofrida durante a Primeira Guerra Médica. Na Batalha de Salamida, novamente gregos e persas entraram em confronto, de modo que os gregos saíram vitoriosos mais uma vez. Os persas assinaram o Tratado de Susa, reconhecendo o domínio grego sobre a Ásia Menor e prometendo nunca mais invadir um território pertencente à Grécia.

Consequências das Guerras Médicas

As consequências das Guerras Médicas foram:

  • Hegemonia grega sobre o Mundo Antigo.

  • Investimento dos gregos em frota naval para evitar uma nova invasão inimiga vinda pelo mar.

  • Atenas e Esparta se tornam as principais cidades-Estado e criaram ligas militares para expandir seus domínios e influências sobre a Grécia Antiga.

Saiba mais: Guerra do Peloponeso — o conflito entre Atenas e Esparta pela hegemonia da Grécia

Exercícios resolvidos sobre Guerras Médicas

Questão 1

(UVA) As disputas entre duas grandes potências, Grécia e Pérsia, pela hegemonia do mundo antigo ficaram conhecidas como as Guerras:

A) Púnicas

B) Médicas

C) Peloponésias

D) Coríntias

Resolução:

Alternativa B

As Guerras Médicas foram os conflitos envolvendo gregos e persas pela hegemonia do Mundo Antigo.

Questão 2

(ESPM) (...) A batalha de Maratona foi longa e cheia de peripécias. Os bárbaros conseguiram desbaratar as fileiras do centro do exército ateniense, pondo em fuga os remanescentes; mas as duas alas compostas de atenienses e plateus atacaram as forças adversárias que haviam rompido o centro do exército, impondo-lhes uma derrota irreparável. Vendo-as fugir lançaram-se em sua perseguição, matando e esquartejando quantos encontraram pela frente, até a beira mar, onde se apoderaram de alguns dos navios inimigos.

(Heródoto. História)

Assinale a alternativa que apresente, respectivamente, o nome da guerra em que ocorreu a batalha de Maratona bem como os bárbaros, mencionados no texto:

A) Guerra do Peloponeso – troianos

B) Guerras Médicas – troianos

C) Guerra do Peloponeso – persas

D) Guerras Médicas – persas

E) Guerras Púnicas – cartagineses

Resolução:

Alternativa D

Os persas perderam a Batalha de Maratona na Primeira Guerra Médica. Dário fez a ofensiva contra Atenas, mas foi derrotado.

 

Por Carlos César Higa
Professor de História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

HIGA, Carlos César. "Guerras Médicas"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiag/guerras-medicas.htm. Acesso em 21 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Umas das principais características da tentativa de explicação das origens do homem é o embate entre ciência e religião. Explique como se da esse conflito

Por Rayssa Oliveira
Responder
Ver respostas

qual atividade faz aumentar a venda de produtos industrializados na europa?

Por Maria Rosylene Guedes Alves
Responder
Ver respostas

Videoaulas


Estude agora


Pré-Enem | Pilhas

O Pré-Enem é o intensivo preparatório do Brasil Escola para o Enem. Nele nós separamos os principais temas que...

Redes sociais – essência e aparência

As redes sociais trouxeram uma infinidade de novas possibilidades: informações rápidas e fáceis, interação social...