Topo
pesquisar

Vozes do Verbo

Gramática

PUBLICIDADE

É sempre bom relembrarmos que o verbo pertence às dez classes gramaticais e é o termo que mais sofre flexões, sejam estas de número, pessoa, tempo, gênero e modo.

Dentre as particularidades desta classe gramatical, estão as chamadas Vozes Verbais, nada mais é que a relação existente entre o processo verbal e o sujeito desse processo.

Com o propósito de ampliarmos nossos conhecimentos sobre as vozes verbais, as estudaremos passo a passo.

Voz Ativa - É quando o sujeito é o agente, isto é, o executor da ação verbal. Vejamos o exemplo:

Marcos                     feriu                   o animal
Sujeito                    Predicado          Objeto Direto
(agente)                 (Verbo ativo)       (paciente)


Voz Passiva - É quando o sujeito é paciente, ou seja, sofre a ação expressa pelo verbo. Observe:

Marcos                             foi                                 ferido pelo animal
(sujeito paciente)          (verbo passivo)                agente


A voz passiva subdivide-se em:

Voz passiva sintética - Formada por um verbo transitivo direto (ou indireto) na terceira pessoa (singular ou plural) mais o pronome “se” (apassivador).

Cantaram-se                     lindas melodias
(passiva sintética)            (sujeito paciente)



Voz passiva analítica - Formada pelo verbo auxiliar (ser ou estar) mais o particípio de um verbo transitivo direto ou direto e indireto.

Lindas melodias                               foram cantadas
(sujeito paciente)                           Verbo (ser) + particípio


Voz Reflexiva - É quando o sujeito é agente e paciente ao mesmo tempo. Neste caso temos:

Pedro                             machucou     -      se
(sujeito)                         verbo 
                                      (voz reflexiva)      (objeto)



Chegamos à conclusão de que Pedro praticou a ação de tocar o objeto e recebeu a ação ao se machucar.


Dicas importantes:

Para se converter uma frase da voz passiva sintética para a voz passiva analítica, procedemos da seguinte forma: Perceba o exemplo:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Não se destruiu o parque Voz passiva sintética
Não foi foi destruído o parque
  Troca-se o pronome “se” pelo verbo auxiliar, conjugado na mesma forma em que estava o verbo da passiva sintética. Passa-se o verbo da voz passiva sintética para o particípio. Sujeito
(paciente em ambos os casos).
 

 

Para converter um verbo da voz ativa para a voz passiva analítica, coloca-se o verbo ativo no particípio e conjuga-se o verbo auxiliarna mesma forma em que estava o verbo ativo, fazendo a devida concordância com o sujeito. O sujeito da voz ativa passa a agente da passiva, e o objeto direto da voz ativa passa a sujeito da passiva: Note:

Voz Ativa Os funcionários recusaram a proposta
Voz Passiva A proposta foi recusada pelos funcionários

 

Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. "Vozes do Verbo "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/vozes-verbo.htm. Acesso em 16 de julho de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

(Fundação Carlos Chagas) Transpondo para a voz passiva a oração “O faro dos cães guiava os caçadores”, obtém-se a forma verbal:

a – (    ) guiava-se
b-   (   ) ia guiando
c-   (   ) guiavam
d-   (  ) eram guiados
e -  (   ) foram guiados

Questão 2

(TRT – RJ) “Tudo isso pode ser comprovado por qualquer cidadão”.  A forma ativa dessa mesma frase é:

a) Qualquer cidadão pode comprovar tudo isso.
b) Tudo pode comprovar-se.
c) Qualquer cidadão se pode comprovar tudo isso.
d) Pode comprovar-se tudo isso.
e) Qualquer cidadão pode ter tudo isso comprovado.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola