Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Modo imperativo

O modo imperativo é uma flexão verbal associada ao ato de dar uma ordem ou fazer um pedido. Ele apresenta duas formas, ou seja, pode ser afirmativo ou negativo.

Para dar uma ordem, recorremos ao modo imperativo.
Para dar uma ordem, recorremos ao modo imperativo.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

O modo imperativo é um tipo de flexão verbal e está associado à ação de dar uma ordem ou um conselho e fazer um pedido, um convite ou uma súplica. A formação do imperativo afirmativo da segunda pessoa do singular (tu) e do plural (vós) está relacionada à conjugação de verbo no presente do indicativo.

A formação do imperativo afirmativo das demais pessoas (você, nós, vocês), porém, está vinculada à conjugação de verbo no presente do subjuntivo, que também é utilizado na formação do imperativo negativo. Assim, se acrescentamos o advérbio “não” antes de verbo no presente do subjuntivo, obtemos o imperativo negativo.

Confira nosso podcast: Verbos difíceis de conjugar: feder, reaver, intermediar, pôr e polir

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o modo imperativo

  • Um verbo no modo imperativo pode indicar ordem, pedido, convite, súplica e conselho.
  • As formas do modo imperativo são:
    • Imperativo afirmativo: a ordem (ou pedido) está relacionada a uma afirmação
    • Imperativo negativo: a ordem (ou pedido) está relacionada a uma negação
  • O imperativo afirmativo da segunda pessoa do singular (tu) e do plural (vós) está relacionado à conjugação de verbo no presente do indicativo.
  • O imperativo afirmativo das demais pessoas (você, nós, vocês) é equivalente à conjugação de verbo no presente do subjuntivo.
  • Se colocamos o advérbio “não” antes de verbo conjugado no presente do subjuntivo, temos o imperativo negativo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Formas do modo imperativo

O modo imperativo é usado para que ocorra a expressão de uma ordem, um pedido, um convite, uma súplica ou um conselho. Ele apresenta duas formas. Veja os exemplos:

  • Imperativo afirmativo — a ordem (ou pedido) está relacionada a uma afirmação:

Compre-me dois pastéis de queijo.

  • Imperativo negativo — a ordem (ou pedido) está relacionada a uma negação:

Não me compre os dois pastéis de queijo.

Formação do imperativo afirmativo

O imperativo afirmativo da segunda pessoa do singular (tu) e da segunda pessoa do plural (vós) tem origem nas pessoas correlatas do presente do indicativo. Assim, para obter o imperativo afirmativo, é só eliminar o “s” final, como é possível verificar nos seguintes exemplos:

Verbo “sonhar”

Pessoa

Presente do indicativo

Imperativo afirmativo

tu

sonhas

sonha

você

sonha

nós

sonhamos

vós

sonhais

sonhai

vocês

sonham

Verbo “comer”

Pessoa

Presente do indicativo

Imperativo afirmativo

tu

comes

come

você

come

nós

comemos

vós

comeis

comei

vocês

comem

Verbo “assistir”

Pessoa

Presente do indicativo

Imperativo afirmativo

tu

assistes

assiste

você

assiste

nós

assistimos

vós

assistis

assisti

vocês

assistem

 

Já o imperativo afirmativo das outras pessoas (você, nós, vocês) tem origem no presente do subjuntivo. Nesse caso, não precisamos fazer nenhuma mudança:

Verbo “sonhar”

Pessoa

Presente do subjuntivo

Imperativo afirmativo

tu

sonhes

você

sonhe

sonhe

nós

sonhemos

sonhemos

vós

sonheis

vocês

sonhem

sonhem

Verbo “comer”

Pessoa

Presente do subjuntivo

Imperativo afirmativo

tu

comas

você

coma

coma

nós

comamos

comamos

vós

comais

vocês

comam

comam

Verbo “assistir”

Pessoa

Presente do subjuntivo

Imperativo afirmativo

tu

assistas

você

assista

assista

nós

assistamos

assistamos

vós

assistais

vocês

assistam

assistam

 

Veja também: Verbos irregulares — verbos que sofrem alteração em seu radical

Formação do imperativo negativo

A formação do imperativo negativo ocorre com o uso do advérbio “não” antes do verbo conjugado no presente do subjuntivo:

Verbo “sonhar”

Pessoa

Presente do subjuntivo

Imperativo negativo

tu

sonhes

não sonhes

você

sonhe

não sonhe

nós

sonhemos

não sonhemos

vós

sonheis

não sonheis

vocês

sonhem

não sonhem

Verbo “comer”

Pessoa

Presente do subjuntivo

Imperativo negativo

tu

comas

não comas

você

coma

não coma

nós

comamos

não comamos

vós

comais

não comais

vocês

comam

não comam

Verbo “assistir”

Pessoa

Presente do subjuntivo

Imperativo negativo

tu

assistas

não assistas

você

assista

não assista

nós

assistamos

não assistamos

vós

assistais

não assistais

vocês

assistam

não assistam

 

Exercícios resolvidos sobre o modo imperativo

Questão 1

(Enem 2018)

Panfleto de campanha pelo fim da violência contra as mulheres.

Disponível em: www.sul21.com.br. Acesso em: 1 dez. 2017 (adaptado).

Nesse texto, busca-se convencer o leitor a mudar seu comportamento por meio da associação de verbos no modo imperativo à

A) indicação de diversos canais de atendimento.

B) divulgação do Centro de Defesa da Mulher.

C) informação sobre a duração da campanha.

D) apresentação dos diversos apoiadores.

E) utilização da imagem das três mulheres.

Resolução:

Alternativa E

Os textos verbal e não verbal buscam convencer o leitor a romper o silêncio e denunciar o assédio. Assim, o imperativo é utilizado para incentivar uma ação contrária à do texto não verbal, ou seja, denunciar em vez de se manter na postura de quem não quer ver, falar ou ouvir nada a respeito da violência contra as mulheres.

Questão 2

Todos os verbos abaixo se encontram no imperativo afirmativo, exceto:

A) chama (tu).

B) beba (você).

C) partamos (nós).

D) correis (vós).

E) ouçam (vocês).

Resolução:

Alternativa D

A forma correta do imperativo afirmativo da segunda pessoa do plural é “correi”: verbo “correr” no presente do indicativo, mas com o “s” final suprimido.

Questão 3

Analise os enunciados a seguir e marque a alternativa que apresenta verbo no imperativo.

A) Não quero comer nada hoje, pois estou enjoado.

B) Fique certo de uma coisa: não admitirei isso!

C) Os peixes não podem viver em águas poluídas.

D) Você pensa que estamos com medo dela.

E) Não sabemos o que é viver sem arte.

Resolução:

Alternativa B

O verbo “ficar” está no imperativo afirmativo: fique (você), equivalente ao verbo na terceira pessoa do singular do presente do subjuntivo.

 

Por Warley Souza
Professor de Gramática

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Warley. "Modo imperativo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/formacao-modo-imperativo.htm. Acesso em 05 de julho de 2022.

De estudante para estudante


Qual a diferença entre os “porquês”?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

Qual a diferença entre frase e oração?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

Lista de exercícios


Exercício 1

Abaixo se encontra demarcada uma letra musical, cuja autoria é da cantora Pitty. Atente-se, pois, a ela e, em seguida, procure responder ao que se pede:

Admirável Chip Novo

Pane no sistema, alguém me desconfigurou
Aonde estão meus olhos de robô?
Eu não sabia, eu não tinha percebido
Eu sempre achei que era vivo
Parafuso e fluído em lugar de articulação

Até achava que aqui batia um coração
Nada é orgânico, é tudo programado
E eu achando que tinha me libertado
Mas lá vem eles novamente
E eu sei o que vão fazer:
Reinstalar o sistema

Pense, fale, compre, beba
Leia, vote, não se esqueça
Use, seja, ouça, diga
Tenha, morre, gaste e viva

Pense, fale, compre, beba
Leia, vote, não se esqueça
Use, seja, ouça, diga...
Não senhor, Sim senhor (2x)

[...]

Mas lá vêm eles novamente
E eu sei o que vão fazer:
Reinstalar o sistema.

a- Tal criação artística traz em seu refrão algumas formas verbais expressas no imperativo afirmativo. Dessa forma, cite-as.

b – Como você sabe, toda criação artística, seja ela retratada por meio de poemas, canções musicais, pintura, escultura, enfim, muitas vezes revela a ideologia advinda do próprio emissor, levando em conta o contexto que norteia a sociedade como um todo. Nesse sentido, há uma notável crítica impressa nas palavras da cantora, identifique-a.

Exercício 2

Há um conhecido anúncio publicitário referente a uma instituição financeira, o qual se constitui dos seguintes dizeres: VEM PRA CAIXA VOCÊ TAMBÉM!. Partindo do pressuposto de que somos regidos por um padrão convencional de linguagem, sendo esse manifestado nas situações formais de interlocução, teça um comentário acerca do emprego da forma verbal expressa no modo imperativo, levando em consideração a pessoa gramatical atribuída por ela (por essa forma verbal).

PUBLICIDADE

Estude agora


Cem anos de solidão | Análise Literária

Assista a nossa videoaula para conhecer um pouco mais da obra “Cem anos de solidão”, um dos romances mais...

Apartheid | África do Sul

Assista a nossa videoaula para entender o que foi o Apartheid na África do Sul (1948-1994). Confira também no...