Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Tempos verbais

Existem três tempos verbais na língua portuguesa: o presente, o pretérito e o futuro, que se subdividem de acordo com os modos verbais existentes no idioma.

Esquema indicando os tempos verbais de acordo com os modos verbais.
Esquema indicando os tempos verbais de acordo com os modos verbais.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Os tempos verbais são recursos que indicam o momento da ação do verbo em relação ao momento em que se enuncia essa ação. Há, basicamente, três tempos verbais para indicar se a ação do verbo ocorre antes, durante ou após o momento da fala.

Leia também: Vozes verbais — as relações que podem ser estabelecidas entre o sujeito de um enunciado e o verbo ao qual se liga

Tópicos deste artigo

Resumo sobre tempos verbais

  • Os tempos verbais indicam o momento da ação do verbo em relação ao momento em que se enuncia essa ação.

  • Há três tempos verbais: presente (durante o ato da fala), pretérito (passado, antes do ato da fala) e futuro (após o ato da fala).

  • Os modos verbais indicam como a ação do verbo pode se realizar.

  • Há três modos verbais: indicativo (ação tida como real ou certa de ocorrer), subjuntivo (ação tida como hipotética ou duvidosa de ocorrer) e imperativo (ação expressa como ordem, conselho, pedido ou proibição).

Videoaula sobre tempos verbais

Tempos verbais e modos verbais

Os verbos podem ser conjugados de maneiras diferentes de acordo com o modo verbal e o tempo verbal.

Tempos verbais

Indicam o momento da ação do verbo em relação ao momento em que se fala. Há, basicamente, três tempos verbais: presente, pretérito (passado) e futuro.

presente

ação verbal ocorre durante o ato da comunicação.

pretérito (passado)

ação verbal ocorreu antes do ato da comunicação.

futuro

ação verbal ocorrerá depois do ato da comunicação.

Modos verbais

Indicam como a ação do verbo pode se realizar. Há três modos verbais na língua portuguesa: o indicativo, o subjuntivo e o imperativo.

indicativo

ação verbal é dada como um fato dado como real, concreto, certo de ocorrer.

subjuntivo

ação verbal é dada como um fato hipotético, possível.

imperativo

ação verbal é expressa como ordem, conselho, pedido.

Quais são os tempos verbais?

Há três principais tempos verbais (presente, pretérito e futuro), mas eles se dividem de acordo com os modos verbais. Assim, no modo indicativo, há seis tempos verbais; no subjuntivo, há três tempos verbais; e no imperativo, há apenas um tempo verbal.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tempos verbais no modo indicativo

O modo indicativo é usado basicamente para expressar ações verbais que são dadas como reais, fatos certos de ocorrer ou de terem ocorrido. No modo indicativo há seis tempos verbais. Conheça-os a seguir.

Tempos verbais do modo indicativo

Tempo verbal

Definição

Exemplo

presente

Ação verbal ocorre no momento em que se enuncia.

Eu viajo hoje.

pretérito perfeito

Ação verbal ocorreu em momento anterior ao da fala.

Eu viajei no ano passado.

pretérito imperfeito

Ação verbal ocorria em momento anterior ao da fala e foi interrompida.

Eu viajava bastante por causa do meu emprego antigo.

pretérito mais-que-perfeito

Ação verbal ocorrera em momento anterior a outro momento anterior ao da fala. É o passado do passado.

Eu viajara muito na minha infância.

futuro do presente

Ação verbal ocorrerá em momento posterior ao da fala.

Eu viajarei no ano que vem.

futuro do pretérito

Ação verbal ocorreria em momento posterior a um momento passado ao da fala.

Eu viajaria antes de você.

Tempos verbais no modo subjuntivo

O modo subjuntivo é usado para indicar ações verbais tidas como hipotéticas, possibilidades distantes da realidade. No modo subjuntivo há três tempos verbais. Veja a seguir.

Tempos verbais do modo subjuntivo

Tempo verbal

Definição

Exemplo

presente

possibilidade de que a ação verbal ocorra.

Espero que eu viaje.

pretérito imperfeito

hipótese de como seria se a ação verbal ocorresse.

Eu aproveitaria muito se eu viajasse.

futuro

hipótese de quando a ação verbal ocorrer.

Quando eu viajar, vou trazer lembranças.

Tempos verbais do modo imperativo

O modo imperativo é usado em contextos em que a ação verbal é uma ordem, um conselho, uma sugestão, uma proibição, um pedido. No modo imperativo, há apenas um tempo verbal, que é o próprio tempo presente.

Tempo verbal do modo imperativo

Tempo verbal

Definição

Exemplo

presente

ação verbal dada como uma ordem, um conselho, um pedido, uma proibição.

Viaje nas suas próximas férias para relaxar.

Tempos verbais primitivos e derivados

Os tempos verbais primitivos são aqueles cuja forma não se origina de nenhuma outra. São três os tempos verbais primitivos: o infinitivo impessoal, o presente do indicativo e o pretérito perfeito do indicativo. Veja o quadro a seguir:

Tempo verbal primitivo

Exemplo

infinitivo impessoal

amar

fazer

partir

presente do indicativo

amo - faço - parto

amas - fazes - partes

ama - faz - parte

amamos - fazemos - partimos

amais - fazeis - partis

amam - fazem - partem

pretérito perfeito do indicativo

amei - fiz - parti

amaste - fizeste - partiste

amou - fez - partiu

amamos - fizemos - partimos

amastes - fizestes - partistes

amaram - fizeram - partiram

Por outro lado, os tempos verbais derivados são aqueles cuja forma se origina de outros tempos verbais. Todos os outros tempos verbais são derivados, ou seja, têm suas formas configuradas pelo radical dos tempos verbais primitivos.

Veja também: Quais são as formas nominais do verbo?

Exercícios resolvidos sobre tempos verbais

Questão 1

(Cesgranrio)

Adaptação do texto “Chapadão do Bugre”, de Mário Palmério, para resolução de questão da Cesgranrio sobre tempos verbais.

Em qual das seguintes frases a correspondência entre os tempos verbais está INCORRETA?

A) O menino ajuda no que pode.

B) O menino ajudou no que pôde.

C) O menino ajudará no que puder.

D) O menino ajudava no que podia.

E) O menino ajudaria no que possa.

Resolução:

Alternativa E

A correspondência adequada seria conjugando o segundo verbo no tempo pretérito imperfeito do subjuntivo: “O menino ajudaria no que pudesse.”

Questão 2

(UFRJ)

Fragmento do texto “Alcatrazes”, de Johnny Mazzili, para resolução de questão da UFRJ sobre tempos verbais.

No trecho "a paisagem mudara por completo" (l. 6), observa-se a utilização do pretérito mais-que-perfeito com o intuito de descrever uma ação:

A) concomitante da natureza e da embarcação.

B) ocorrida antes da chegada da embarcação.

C) posterior à passagem da embarcação.

D) da natureza, vagamente situada no passado.

E) exercida pela natureza sobre o narrador.

Resolução:

Alternativa B

O pretérito mais-que-perfeito é usado para ações ocorridas num passado anterior a outra ação já ocorrida no passado.

Por Guilherme Viana
Professor de Gramática 

Escritor do artigo
Escrito por: Guilherme Viana Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

VIANA, Guilherme. "Tempos verbais"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/formacao-dos-tempos-verbais.htm. Acesso em 25 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

Interprete a anedota em pauta, apontando as formas verbais, indicando seu respectivo tempo e modo:

O restaurante estava imundo. O freguês, revoltado, mandou chamar o gerente:
- Por que vocês não fazem guerra às moscas neste restaurante?
E o gerente respondeu:
- Já fizemos, mas as moscas venceram.

 

Exercício 2

Analise o contexto, empregando de forma adequada os verbos entre os parênteses:

a – Você precisa estudar, antes que ------------- tarde demais (ser).

b – É preciso que nós ------------- coragem para enfrentar a situação (ter).

c – Se você ------------- carona até a cidade, chegaria a tempo de trabalhar (conseguir).

d – Quando o professor ---------- nossos trabalhos, fará elogios (ver).

e – Gostaria que você ----------- que não estou magoada com o que aconteceu (saber).