Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Litote

Litote é uma figura de pensamento que consiste em fazer uma afirmação por meio de uma negação.

Vista superior de uma superfície azul e marrom, com objetos escolares sobre ela, com o escrito “LITOTE” na parte marrom.
A língua é viva, e as figuras de linguagem dão maior expressividade e dinâmica ao seu uso. Litote é uma figura de linguagem que evidencia isso.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O litote é uma figura de linguagem da categoria figura de pensamento que consiste em dizer coisas por meio da negação de seu contrário. Assim como as demais figuras de pensamento, ela é muito utilizada em nosso cotidiano, principalmente quando queremos destacar a mensagem, deixando-a mais expressiva.

Confira nosso podcast: Pleonasmos viciosos mais comuns da língua portuguesa

Tópicos deste artigo

Resumo sobre litote

  • O litote é uma figura de pensamento que tem como principal característica afirmar algo por meio da negação de seu contrário.

  • Apesar do litote e do eufemismo serem utilizados para suavizar um enunciado, o litote é usado exclusivamente com a construção da negação de seu contrário.

  • A figura de linguagem é um recurso estilístico usado na língua para conferir maior expressividade a um texto. Ela é muito utilizada em textos literários e na linguagem cotidiana.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é litote?

Litote é uma figura de linguagem que consiste em afirmar algo por meio da negação. Em outros termos, se diz uma coisa com a negação de seu contrário. Ele é comum no cotidiano (linguagem coloquial) e em textos literários.

Além disso, o litote tem seu uso quase sempre associado à ironia, isto é, está ligado à produção de efeitos de humor ou críticos em relação a alguém ou determinada situação.

Exemplos de litote

Ele não é nada bobo. (Ele é esperto.)

Nesse exemplo, há o uso da negação (não é nada bobo) para fazer uma afirmação associada à esperteza ou inteligência de alguém. Sendo assim, o trecho acima pode ser caracterizado como litote justamente por associar expressões de negação para afirmar algo.

Porém, conforme mencionamos acima, o litote pode ser utilizado na intenção de produzir ironia, isto é, efeitos de sentido mais críticos. Vejamos como ficaria o exemplo anterior de forma mais irônica:

A prova foi a mais fácil de todas, por isso ele tirou nota boa. Ele não é nada bobo.

A frase acima pode ser interpretada de forma irônica, visto que todos se saíram bem na prova, inclusive o sujeito de quem se fala na sentença. Quando se diz que ele não é nada bobo, entende-se, portanto, que não se trata de esperteza. A frase adquire tons críticos à inteligência e à capacidade do sujeito em questão justamente por todos se saírem bem, sem exceções.

Vejamos outros exemplos de uso de litote:

Ele não dá maus conselhos. (Ele dá bons conselhos.)

Ela não é tão nova. (Ela é velha.)

Você não limpou a casa. (A casa está suja.)

Percebe-se que ele não é pobre. (Ele é rico.)

As roupas dele não são escuras. (As roupas são claras.)

Qual a diferença entre litote e eufemismo?

Litote e eufemismo são classificadas como figuras de pensamento. Ambas se assemelham por destacar uma determinada ideia. No entanto, o eufemismo possui como principal característica suavizar alguma asserção desagradável. Observe os exemplos a seguir:

Você está faltando com a verdade. (Você está mentindo.)

Sua declaração sobre as mulheres foi infeliz. (Você foi machista/misógino.)

Conforme vemos nos exemplos acima, o eufemismo serve como uma tentativa de amenizar um enunciado. O litote também serve para suavizar algo, mas sua construção ocorre por meio da negação de seu contrário.

Leia também: Hipérbole — a figura de pensamento que se caracteriza pelo exagero proposital em uma declaração

Figuras de linguagem

As figuras de linguagem podem ser compreendidas como recursos linguísticos que

  • exploram as palavras ou expressões de forma conotativa;

  • destacam a sonoridade das palavras;

  • organizam e reorganizam as frases, provocando um desvio intencional da norma culta da língua.

Todos os elementos citados acima visam produzir uma mensagem marcada pela expressividade. Por isso, é muito comum vermos as figuras de linguagem serem usadas em textos de caráter mais lúdico (literatura) e em nosso cotidiano.

Há uma diversidade de tipos de figura de linguagem. Em outros termos, elas podem ser classificadas em figuras de som, figuras de construção, figuras de pensamento e figuras de palavras. O litote e o eufemismo, por exemplo, são classificados como figuras de pensamento por utilizarem termos ou mesmo expressões em sentido figurado e associadas ao campo das ideias (significados).

Exercícios resolvidos sobre litote

Questão 1

Identifique em qual das sentenças abaixo ocorre o uso da figura de pensamento litote:

A) Vossa Excelência está faltando com a verdade, pois os recursos foram desviados.

B) Ele não fez o dever de casa.

C) Ela não é nada feia.

D) Sinto cheiro de coisa ruim chegando.

E) Obrigado, Senhor!

Resolução:

Alternativa C

O litote é caracterizado por se dizer algo por meio da negação de seu contrário. Quando se diz “ela não é feia”, na verdade estamos dizendo que “ela é bonita”.

Questão 2

Sobre o litote, podemos afirmar que

A) assim como a elipse e o polissíndeto, ele pode ser classificado como uma figura de construção.

B) possui o mesmo uso e a mesma construção do eufemismo.

C) é uma figura de pensamento, junto da ironia e da metáfora.

D) não se trata de uma figura de pensamento.

Resolução:

Alternativa C

O litote é uma figura de pensamento em que se diz uma coisa por meio da negação de seu contrário. Apesar de tentar amenizar um enunciado, assim como o eufemismo, o litote se diferencia por afirmar algo usando a negação.

 

Por Rafael Camargo de Oliveira
Professor de Português

Escritor do artigo
Escrito por: Rafael Camargo de Oliveira Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

OLIVEIRA, Rafael Camargo de. "Litote"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/figura-pensamento-litote.htm. Acesso em 12 de abril de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

Marque a alternativa em que haja o uso da figura de pensamento Litote:

a) Eles não são nada inteligentes.

b) Ele partiu dessa para uma melhor.

c) Ele quebrou a asa da xícara.

d) Seus olhos são espelhos d'água.

e) Sinto cheiro de mentira.

Exercício 2

Marque a alternativa cujas frases sejam construídas pelas figuras de pensamento Litote e Eufemismo, respectivamente:

a) Cocoricóóóó... faz o galo às 4h. Quase morri de tanto rir.

b) Quase morri de tanto rir. Adoro ler Machado de Assis.

c) Não gosto de pessoas efusivas. Saber amar é saber deixar alguém te amar.

d) Elas não estão nada bem. Meu cãozinho bateu as botas.

e) Vamos entrar pra dentro, compadre! Estou lendo Guimarães Rosa.