Topo
pesquisar

Pré-sal no Brasil

Geografia do Brasil

O pré-sal é uma reserva de petróleo localizada sob uma espessa camada de sal. O pré-sal no Brasil localiza-se entre os estados de Santa Catarina e Espírito Santo.
Plataforma de petróleo da Petrobras – a descoberta do pré-sal.*
Plataforma de petróleo da Petrobras – a descoberta do pré-sal.*
PUBLICIDADE

O pré-sal encontrado no Brasil é uma grande reserva de petróleo e de gás natural encontrada em águas profundas, a mais de sete mil metros abaixo do nível do mar, sob uma extensa camada de sal que atinge até dois mil metros de espessura, o que dificulta sua exploração. Essa reserva brasileira localiza-se em uma faixa litorânea de aproximadamente 800 quilômetros de extensão que compreende os estados do Espírito Santo e Santa Catarina. O petróleo encontrado nessa região é de alta qualidade e localiza-se numa área de três bacias sedimentares:

 

1. Bacia de Santos

2. Bacia de Campos

3. Bacia do Espírito Santo

Essa região é chamada de pré-sal em decorrência de uma escala de tempo geológico, ou seja, de seu período de formação. As temperaturas dos locais onde se encontra essa reserva petrolífera são altas, entre 80º C e 100º C. Por ser uma área sob alta pressão e altas temperaturas, as composições das rochas acabam alterando-se, tornando o processo de extração do petróleo mais difícil, o que demanda uso de tecnologias avançadas.

Saiba mais: Extração do petróleo


Localização e profundidade do pré-sal no Brasil

O pré-sal no Brasil corresponde a uma região em que, há milhões de anos, ocorreu acumulação de matéria orgânica, em decorrência do distanciamento dos continentes africano e americano. Isso desencadeou a formação de uma camada de sal de aproximadamente dois mil metros de espessura, depositada sob a matéria orgânica acumulada.

Localizada no litoral que compreende os estados do Espírito Santo e Santa Catarina, essa extensa camada possui cerca de 800 quilômetros de extensão e 200 quilômetros de largura. Esse pré-sal, encontra-se a mais de 7 mil metros abaixo do nível do mar, abrangendo as bacias sedimentares de Campos, Santos e Espírito Santo. Abaixo dele, encontra-se uma grande reserva petrolífera.


Quem descobriu o pré-sal no Brasil?

Em 2006, a Petrobras anunciou a existência de um grande campo petrolífero armazenado abaixo de uma espessa camada de sal, próximo ao litoral do Rio de Janeiro. Essa descoberta foi fruto do processo de cooperação entre a Petrobras e empresas estrangeiras que visavam exploração de petróleo. Ao longo de muitos anos, a estatal desenvolveu tecnologias que pudessem garantir a autossuficiência do Brasil em relação às reservas de petróleo, visto que o Brasil sempre dependeu, historicamente, da importação do óleo. Assim, as pesquisas saíram dos campos terrestres e migraram para águas profundas.

O contexto socioeconômico da época em que o pré-sal foi descoberto no Brasil apontava para uma relevante expansão econômica brasileira, somada ao aumento da demanda mundial de petróleo. Nesse período, a Petrobras encontrava-se envolvida em escândalos políticos, o que acabou impactando os investimentos no pré-sal. Contudo, a descoberta dessa reserva não deixou de ser atrativa, graças ao seu imenso potencial de produção. Assim, no ano de 2010, a Petrobras iniciou, de fato, o processo de extração de petróleo no campo Jubarte, localizado na Bacia de Campos, no Espírito Santo, dando início a uma nova perspectiva para a economia brasileira.

De acordo com dados fornecidos pela Petrobras, a produção de petróleo, que em 2010 era de aproximadamente 41 mil barris por dia, alcançou a marca de 1 milhão de barris por dia no ano de 2016. São ao todo 52 poços sendo perfurados em um período cada vez menor, em decorrência do avanço em tecnologias e projetos. Em maio de 2018, a Petrobras anunciou que a produção de petróleo atingiu a marca de 2,07 milhões de barris por dia.

Leia também: Petrobras

Plataforma de exploração de petróleo na Bacia de Campos.
Plataforma de exploração de petróleo na Bacia de Campos.


Exploração do pré-sal

Na camada pré-sal no Brasil, foram descobertos diversos campos para exploração do petróleo, os quais estão divididos entre as Bacias de Santos, Campos e Espírito Santo. Na Bacia de Santos e na Bacia do Espírito Santo, segundo o Ministério de Minas e Energia, encontram-se os principais campos, como o Tupi, conhecido atualmente como campo de Lula, o Iara e o Parque das Baleias. Na região em que se estendem as Bacias de Santos e de Espírito Santo, a Petrobras perfurou 31 poços, sendo a Bacia de Santos a que detém os poços mais produtivos. Dos dez poços com melhor vazão diária, nove encontram-se nessa área. Atualmente, o campo mais produtivo é o campo de Lula, localizado na Bacia de Santos, com uma média de produção de 36 mil barris de petróleo por dia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A Petrobras e as empresas consorciadas estão produzindo, atualmente, em média, 2,1 milhões de barris de petróleo no período de um dia. Segundo a própria estatal, essa produção irá dobrar até 2020, podendo atingir cerca de 4 milhões de barris por dia. De acordo o diretor da Empresa de Pesquisa Energéticas, José Mauro Ferreira, até o ano de 2026, o Brasil poderá tornar-se um dos cinco maiores exportadores de petróleo do mundo.

Petrobras, a maior empresa de petróleo do Brasil.*
Petrobras, a maior empresa de petróleo do Brasil.
**


Situação atual do pré-sal no Brasil

A demanda petrolífera é uma das principais causas de conflitos e guerras no mundo. De um lado, encontram-se os países que produzem petróleo e são detentores de grandes reservas, mas que têm mercado reduzido, tecnologias limitadas e pouco capital, como países do Oriente Médio. Paralelamente, estão os países que consomem, mas que possuem pouca ou nenhuma reserva. Estes, contudo, contam com grandes mercados, bastante capital e tecnologias avançadas e têm necessidade de comprar petróleo de grandes produtores.

Nesse contexto, a descoberta do pré-sal no Brasil coloca o país em situação privilegiada, pois atrai maior visibilidade do mercado investidor. A exploração do pré-sal significa um novo rumo de desenvolvimento para o Brasil, pois a atividade estimula investimentos por parte de empresas nacionais e estrangeiras, impulsiona a produção de tecnologia, promove maior capacitação profissional e gera oportunidades de emprego. Em decorrência desse interesse, que representa grandes investimentos na economia do país, o governo estipulou três regimes, por meio de contratos, para exploração do petróleo:

→ Concessão: garante direitos exclusivos para a produção, exploração e venda do petróleo em um determinado período.

→ Partilha de produção: a União detém o petróleo e negocia a distribuição dos lucros entre os investidores.

→ Cessão onerosa: o Estado dá à Petrobras o direito de exploração do petróleo em algumas áreas.

Por meio do regime de partilha de produção, o Brasil prevê maior controle da exploração do petróleo e, assim, visa a obter maior vantagem econômica e estratégica. Um grande exemplo do interesse em investimentos mundiais são os leilões que ocorrem nas áreas do pré-sal no Brasil. No ano de 2013, ocorreu o primeiro leilão na área de Libra, um dos campos de extração do pré-sal, que foi arrematado pelas consorciadas Petrobras, Shell, Total e Cnooc e CNPC (Corporação Nacional de Petróleo da China).

Nos leilões, vence quem oferecer o maior percentual de petróleo produzido na área leiloada para o Estado. Segundo o levantamento feito pelo jornal O Globo, ao menos 21 países participarão de leilões até o final do ano de 2018. No mês de junho deste ano, três blocos do pré-sal foram leiloados por meio do regime de partilha, com arrecadação final de 3,15 bilhões de reais. Esses leilões provocam uma forte competição entre as petroleiras no mundo todo, que disputam os poços mais produtivos.

De acordo com o Plano de Negócios e Gestão da Petrobras, entre os anos de 2014 e 2018 serão investidos no setor de petróleo cerca de 220 bilhões de dólares, sendo 153 bilhões aplicados diretamente na exploração do pré-sal. O Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP) prevê que o investimento no pré-sal será de 1,7 trilhão de dólares nos próximos 30 anos.


Qual é a importância do pré-sal para o Brasil?

A descoberta do pré-sal representou para o Brasil a autossuficiência em relação ao petróleo, visto que, historicamente, o país sempre necessitou de importá-lo. De acordo com o IBP, até 2035, o Brasil deixará de importar e irá tornar-se exportador de energia. Há uma estimativa de que a produção de petróleo aumente em torno de 109%, fazendo com que o Brasil torne-se o maior produtor de petróleo da América do Sul.

Além de garantir a autossuficiência brasileira, a descoberta do pré-sal também garante que o país resguarde-se em eventuais crises energéticas. Isso leva o Brasil para uma posição privilegiada economicamente e geopoliticamente, pois fortalece a economia, em decorrência dos grandes investimentos, gera novos empregos e expande os avanços tecnológicos.

_____________________
*Créditos da imagem: Gilberto Mesquita / Shutterstock
**Créditos da imagem: Alexandr Vorobev / Shutterstock


Por Rafaela Sousa
Graduada em Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rafaela. "Pré-sal no Brasil"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/brasil/presal.htm>. Acesso em 14 de novembro de 2018.

Lista de Exercícios
Questão 1

(UFJF - 2009). Leia a notícia a seguir:

A chamada camada pré-sal é uma faixa que se estende ao longo de 800 quilômetros entre os Estados do Espírito Santo e Santa Catarina, abaixo do leito do mar, e engloba três bacias sedimentares (Espírito Santo, Campos e Santos). O recurso natural encontrado nessa área está a profundidades que superam os 7 mil metros, abaixo de uma extensa camada de sal que, segundo geólogos, conservam a qualidade desse recurso. Vários campos já foram descobertos no pré-sal, entre eles o de Tupi, o principal. Há também os nomeados: Guará, Bem-Te-Vi, Carioca, Júpiter e Iara, entre outros. Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u440468.shtml. Acesso em 24/01/2009. Adaptado

A notícia refere-se a qual recurso natural?

a) Bauxita

b) Carvão

c) Petróleo

d) Salitre

e) Urânio

Questão 2

(UEMG – 2009) A chamada camada pré-sal é uma faixa que se estende por cerca de 800 quilômetros abaixo do leito do mar, entre os Estados do Espírito Santo e Santa Catarina, e engloba três bacias (Espírito Santo, Campos e Santos). O petróleo localizado nesta área encontra-se em profundidades que superam os mil metros, abaixo de uma extensa camada de sal que, segundo os geólogos, conservam a qualidade do produto. Trecho Adaptado- Folha Online – 10/08/2008.

Sabe-se que a formação do petróleo ocorre por meio da alteração de matéria orgânica vegetal ou animal, de origem oceânica, retida no subsolo. Baseando-se nessas informações, é CORRETO afirmar que a área propícia à produção do petróleo localiza-se:

a) nos subsolos oceânicos, em áreas de bacias sedimentares.

b) nos terrenos cristalinos, em locais que estiveram cobertos por mares.

c) nos subsolos oceânicos, em áreas de terrenos cristalinos da era Mesozoica.

d) nos terrenos sedimentares, em subsolos oceânicos da era Pré-Cambriana.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola