Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Esgoto

Esgoto é a água depois de usada pelos seres humanos nas atividades domésticas e econômicas, o que muda a composição desse recurso e demanda tratamento para retorná-lo ao meio.

Esgoto
Esgoto é a água que foi utilizada pelos seres humanos e que teve as suas propriedades alteradas.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Esgoto é a água residual resultante do uso desse recurso natural nas residências (esgoto doméstico), na indústria e no comércio (esgoto industrial). Uma vez utilizada pelos seres humanos, seja para a realização da higiene pessoal, para as atividades domésticas ou em processos de produção, a água recebe uma carga de substâncias químicas, físicas e biológicas que alteram a sua composição, demandando tratamento adequado para que ela seja devolvida ao meio ambiente.

O tratamento de esgoto é um dos serviços de saneamento básico, sendo ele de extrema importância para a garantia da saúde e da qualidade de vida dos seres humanos. Apesar disso, não são todas as pessoas que têm a acesso a ele.

No Brasil, pouco mais da metade da população é atendida pelos serviços de esgotamento sanitário, e cerca de metade do efluente coletado recebe tratamento. Há, ainda, elevada desigualdade regional quanto ao acesso às redes de esgoto do território brasileiro, o que evidencia o grave problema infraestrutural presente no país.

Leia também: Qual é a definição de água potável?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre esgoto

  • Esgoto é a água residual proveniente do uso feito pelos seres humanos, tendo a sua composição transformada por resíduos físicos e substâncias químicas.

  • É classificado em esgoto doméstico (água usada em residências) e esgoto industrial e comercial (água usada na atividade de produção industrial e no setor de serviços).

  • O esgoto segue dos edifícios urbanos para as redes coletoras dispostas sob a cidade, formada por tubulações responsáveis por levar a água residual para as estações de tratamento.

  • Tratamento de esgoto é o nome dado aos processos de limpeza do efluente para que a água possa ser lançada novamente nos cursos hídricos naturais.

  • No Brasil, a coleta e o tratamento de esgoto integram o saneamento básico. Apenas 56% da população brasileira tem acesso a esse tipo de serviços.

  • Do esgoto coletado no Brasil, 52,2% recebe tratamento. Esse processo é realizado nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs), presentes em 2.007 municípios.

  • O tratamento de esgoto é importante para a garantia do bem-estar e da qualidade de vida da população, além de manter o meio urbano limpo e ajudar no equilíbrio ambiental.

O que é esgoto?

Esgoto é o nome dado à água residual proveniente do uso desse recurso que é feito nas residências e nas indústrias, isto é, pelos seres humanos e suas diferentes atividades econômicas. O esgoto pode ser chamado também de efluente.

Por se tratar de uma água já usada, que contém uma série de resíduos que transformam as suas propriedades e a tornam impura, é necessário realizar um processo de tratamento e purificação do esgoto para que a água possa ser lançada nos corpos hídricos naturais, como rios e mares. Nota-se que a maior parte do esgoto que chega até as estações de tratamento é constituída de água, e apenas uma pequena fração corresponde a resíduos sólidos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tipos de esgoto

O esgoto é classificado de acordo com a sua origem em dois tipos:

  • Esgoto doméstico: são as águas utilizadas em uma residência para as tarefas do dia a dia, como na cozinha, na limpeza da casa e na lavagem de roupa, além daquelas atividades atreladas à higiene, como escovar os dentes, lavar as mãos e tomar banho, e às necessidades fisiológicas dos seres humanos.

Descarga em vaso sanitário, por onde escoa o esgoto residual.
O esgoto doméstico é resultante da realização das necessidades fisiológicas e das atividades diárias.
  • Esgoto industrial e comercial: são as águas utilizadas no processo de produção das indústrias e das atividades de serviços e do comércio, o que inclui a água de resfriamento das usinas de geração de energia elétrica, água de lavagem e aquelas empregadas nos processos internos, como na indústria mineradora e de alimentos, e que acabam por alterar a composição química e biológica da água.

Águas de esgoto industrial.
O esgoto industrial e comercial é produzido durante diferentes atividades tanto no setor secundário quanto no terciário.

As águas pluviais, embora não necessariamente representem um tipo de esgoto, acabam se misturando aos efluentes que descrevemos acima e se tornam parte das águas residuais. Entretanto, a coleta adequada da água das chuvas resulta em um tipo de tratamento diferente do tratamento de esgoto, motivo pelo qual não é descrita como água residual.

Veja também: Quanto tempo o lixo demora para se decompor?

Como funciona o esgoto em uma cidade?

O esgoto de uma cidade é produzido tanto pelas residências quanto pelos edifícios comerciais e industriais. Antes de sair da tubulação interna, o efluente passa por um compartimento denominado caixa de inspeção, que consiste em um dispositivo que facilita a detecção de problemas na rede e impede que os odores escapem para o interior das casas e edificações. Existem também as caixas de gordura, que é onde resíduos como o óleo são separados do restante do esgoto proveniente das cozinhas.

Tubulações de esgoto.
As tubulações transportam a água residual até as estações de tratamento.

Ao passar pela tubulação e sair das casas e prédios para a rua, o esgoto entra nas redes coletoras. A partir daí, a água residual se desloca através de um encanamento de maior porte (coletor-tronco) e que passa próximo de cursos d’água urbanos, como rios e córregos, e corre em direção aos interceptadores para, então, ser encaminhada às estações de tratamento de esgoto.

Tratamento de esgoto

Tratamento de esgoto é o nome dado ao processo de purificação da água residual, isto é, utilizada pelos seres humanos, através de uma série de processos que realizam a remoção das impurezas e dos agentes poluentes para a posterior reintegração dessa água aos corpos hídricos naturais.

O tratamento dos efluentes urbanos acontece nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), e se dá através de diferentes etapas. São elas:

  1. Separação do material sólido, como papéis, plásticos e demais componentes considerados lixo, do material líquido a partir de um sistema de grades.

  2. A água resultante desse processo é submetida a uma segunda etapa de limpeza que consiste na remoção da areia nela presente, realizada nas caixas de areia.

  3. Uma vez removida a areia, acontece uma primeira fase de decantação para a retirada de sedimentos mais pesados que não foram eliminados na etapa precedente.

  4. A água é direcionada para os tanques de aeração, onde acontece o tratamento biológico do esgoto. Nessa etapa há a multiplicação de micro-organismos que agem para que a matéria orgânica em suspensão forme o lodo, que fica no fundo dos tanques.

  5. Já sem matéria orgânica, a água residual segue para uma nova decantação para a remoção dos sólidos restantes em suspensão. Essa água pode ser usada na limpeza urbana.

  6. A água, agora limpa, é devolvida para os corpos hídricos naturais. É importante ressaltar, entretanto, que para que ela seja consumida pelos seres humanos é necessário realizar o processo de tratamento específico para essa finalidade, tornando-a potável.

Formas de tratamento de esgoto

Como vimos anteriormente, o tratamento de esgoto acontece ao longo de diferentes etapas de remoção de materiais. Através dessas fases é possível identificar três formas de tratamento de esgoto:

  • Tratamento primário: consiste na remoção do lixo e de todo composto sólido, como sedimentos arenosos, que estão presentes nas águas residuais. Remove, portanto, as impurezas que contribuem para a poluição física da água.
  • Tratamento secundário: consiste no tratamento biológico do efluente, visando à eliminação de matéria orgânica das águas residuais.
  • Tratamento terciário: consiste na remoção de materiais tóxicos, elementos pesados e outros resíduos que não foram eliminados por completo nas etapas precedentes de tratamento.

Saiba mais: Poluição da água — causas, tipos e principais consequências

Esgoto no Brasil

A coleta e o tratamento de esgoto no Brasil são um direito básico do cidadão, uma vez que integram os serviços de saneamento básico. Apesar de o acesso a esses serviços ser fundamental para a população, a realidade que se impõe é muito aquém do esperado para um país com mais de 203 milhões de habitantes.

Dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (Snis) para o ano de 2022 mostram que 56% da população brasileira tem acesso às redes de esgoto no país, o que equivale a 112,8 milhões de habitantes. A região Norte é a menos desassistida nesse setor, e somente 14,7% da sua população é atendida por redes de esgotamento sanitário. A região Sudeste, em contrapartida, tem uma cobertura de 80,9%, a maior do país.

Segundo o Snis, a rede de esgoto do território brasileiro é de 379,3 mil quilômetros, sendo formada por 37,5 milhões de ligações. Ainda assim, de todo o efluente que é coletado diariamente, apenas 52,2% recebe algum tipo de tratamento posterior. Boa parte da água residual não tratada é lançada diretamente na natureza, em rios, lagos e mares ou nos solos. De acordo com o Instituto Trata Brasil, no ano de 2021 um volume equivalente ao de 5,5 mil piscinas olímpicas de desejos foram lançados sem qualquer tipo de tratamento na natureza.

Estações de tratamento de esgoto no Brasil

Vista aérea de estação de tratamento de esgoto.
Estação de tratamento de esgoto na Zona Sul da cidade de São Paulo (SP).[1]

O tratamento das águas residuais no Brasil é realizado nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs). O último levantamento feito pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) constatou que existem 3.668 ETEs no território brasileiro, situadas em 2.007 municípios. Considerando que o país conta com mais de 5 mil cidades, nota-se o enorme deficit que esse serviço representa no setor de saneamento básico no país: somente 36% dos municípios brasileiros possuem ETEs.

No período que foi de 2013 a 2019, considerado no levantamento da ANA, o país ganhou 900 novas ETEs. A maior parte das ETEs em funcionamento está situada na região Sudeste do país, enquanto os estados com menor número de estações ficam na região Norte.

Importância do esgoto

Conforme vimos, o esgoto é composto por todos os materiais residuais de natureza orgânica e industrial produzidos no meio urbano ou rural. Por conta disso, o lançamento desses efluentes diretamente na natureza oferece riscos à saúde dos seres humanos, causando doenças como esquistossomose, a cólera e a hepatite, além de provocar sério desequilíbrio ambiental.

O tratamento de esgoto é, nesse sentido, um serviço importante por garantir a segurança da população, bem como assegurar a ela o seu bem-estar e a condução uma vida digna. Não somente isso, mas tratar o esgoto e investir nos serviços de saneamento básico auxilia no desenvolvimento socioeconômico e ambiental, motivo pelos quais essa é uma atividade considerada essencial para a manutenção dos territórios.

Créditos da imagem

[1] Caio Pederneiras/ Shutterstock

Fontes

ASCOM (ANA). Levantamento da ANA aponta aumento expressivo no número de estações de tratamento de esgotos no Brasil. Agência Nacional de Água e Saneamento Básico (ANA), 28 jul. 2020. Disponível em: https://www.gov.br/ana/pt-br/assuntos/noticias-e-eventos/noticias/levantamento-da-ana-aponta-aumento-expressivo-no-numero-de-estacoes-de-tratamento-de-esgotos-no-brasil.

BRK. Conheça as etapas do processo de tratamento de esgoto. Saneamento em Pauta – BRK, [2020]. Disponível em: https://blog.brkambiental.com.br/etapas-tratamento-de-esgoto/.

BRK. Entenda como funciona uma estação de tratamento de esgoto. Saneamento em Pauta – BRK, [2019]. Disponível em: https://blog.brkambiental.com.br/estacao-de-tratamento-de-esgoto/.

BRK. Tratamento de esgoto no Brasil ainda está longe do ideal. Saneamento em Pauta – BRK, [2019]. Disponível em: https://blog.brkambiental.com.br/tratamento-de-esgoto-no-brasil/.

CABALLERO, Luiza. Esgoto: o que é e como funciona seu tratamento. Ecycle, [2022]. Disponível em: https://www.ecycle.com.br/esgoto/.

CABRAL, Umberlandia. Quatro em cada dez municípios não têm serviço de esgoto no país. IBGE Notícias, 22 jul. 2020. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/28326-quatro-em-cada-dez-municipios-nao-tem-servico-de-esgoto-no-pais.

OPERSAN. Entenda as principais etapas do tratamento de efluentes. Opersan, [s.d.]. Disponível em: https://info.opersan.com.br/etapas-tratamento-de-efluentes.

SABESP. Esgoto. Disponível em: https://www.sabesp.com.br/site/interna/subHome.aspx?secaoId=48.

SNIS. Painel de Informações sobre Saneamento: Esgotamento Sanitário. Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), 2022. Disponível em: https://www.gov.br/cidades/pt-br/acesso-a-informacao/acoes-e-programas/saneamento/snis/painel/es.

TRATA BRASIL. Principais estatísticas: Esgoto. Instituto Trata Brasil, [s.d.]. Disponível em: https://tratabrasil.org.br/principais-estatisticas/esgoto/.

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Esgoto"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/esgoto.htm. Acesso em 15 de abril de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


Desequilíbrio ambiental

Você sabe o que é desequilíbrio ambiental? Clique aqui e entenda o que é desequilíbrio ambiental. Conheça suas causas e consequências.
Biologia

Doenças relacionadas com a água

Veja quais são as doenças relacionadas com a água e suas formas de transmissão!
Doenças e patologias

Eutrofização

Entenda o que é eutrofização, bem como conheça suas principais etapas e as consequências desse fenômeno para o meio ambiente e para o ser humano.
Biologia

Poluição da água

Clique aqui, saiba quais são as causas e as consequências da poluição da água e conheça os diferentes tipos desse problema ambiental.
Química

Saneamento Básico e a Poluição Hídrica

Analisar os conceitos principais referentes ao saneamento básico, enfatizando a degradação dos recursos hídricos e a situação atual desse segmento no Brasil.
Geografia

Saneamento básico no Brasil

Clique aqui, conheça os dados do saneamento básico no Brasil e saiba quais são as causas e as consequências da falta de saneamento básico no país.
Geografia do Brasil

Tipos de tratamento de efluentes

Conheça os principais tipos de tratamentos de efluentes gerados pelos esgotos domésticos, pela agricultura e pelas indústrias.
Química

Tratamento de água

Tratamento de água, filtração, floculação, decantação, cloração, potabilização, turfa, sulfato de alumínio, tratamentos físicos e químicos pra a água, doenças de veiculação hídrica, amebíase, giardíase, gastroenterite, febres tifóide e paratifóide, hepati
Química

Água potável

Entenda o que é água potável, onde ela é encontrada e a sua importância para a saúde humana. Saiba como ocorre o tratamento da água antes de chegar ao consumidor.
Geografia