Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Ebulição global

Ebulição global é uma expressão utilizada para alertar sobre os riscos e a gravidade da aceleração do processo de aquecimento global que está em curso.

Bombeiro combatendo incêndio florestal, uma consequência da ebulição global.
O termo ebulição global foi criado para designar a nova fase de aquecimento do planeta Terra.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Ebulição global é uma expressão dita pelo secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) para descrever a atual fase de aceleração do aquecimento global e das mudanças climáticas. Depois do mês de julho mais quente da história desde o início das medições nos anos 1970, a expressão “ebulição global” foi utilizada para alertar a respeito dos riscos do agravamento da elevação das temperaturas médias do planeta Terra.

Embora nos encontremos em uma situação crítica, ainda é possível agir de modo a diminuir os impactos do aquecimento global. Entre as medidas que podem ser adotadas por empresas e governos, principalmente, estão a transição para uma matriz energética mais limpa e renovável e a adoção de políticas de neutralidade de emissões de carbono.

Leia também: Incêndios florestais — desastres ambientais cuja causa principal são atividades antrópicas

Tópicos deste artigo

Resumo sobre ebulição global

  • Ebulição global é um termo utilizado pelo secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, como alerta sobre a aceleração do aquecimento global.

  • A ebulição global é uma fase de aumento acelerado das temperaturas da Terra e de intensificação das mudanças climáticas.

  • Tem como causa a aceleração do aquecimento global, provocado pela maior emissão de gases poluentes na atmosfera e pela intervenção direta dos seres humanos na natureza, como através do desmatamento.

  • A maior recorrência de fenômenos climáticos e atmosféricos extremos, como fortes ondas de calor, chuvas muito volumosas e secas severas, são algumas consequências da ebulição global.

  • A ebulição global pode ser amenizada mediante ações urgentes a serem tomadas por governos, empresas e pelos indivíduos, como, por exemplo, a adoção de uma matriz energética renovável e limpa.

O que é ebulição global?

Ebulição global é um termo utilizado para descrever o atual estágio de mudanças climáticas pelo qual o planeta Terra tem passado, marcado pela aceleração do aquecimento global. A expressão “ebulição global” foi utilizada pelo secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, ao comentar a respeito do mês de julho mais quente já registrado na história, e que aconteceu no ano de 2023.

A era da ebulição global, conforme apelidada por Guterres, indica um período de intensificação sem precedentes do aquecimento global e de extrema preocupação com relação ao futuro da população mundial e, principalmente, da manutenção do nosso planeta.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Causas da ebulição global

A ebulição global é causada pelo aumento acelerado das temperaturas médias do planeta Terra, ou seja, pela intensificação do fenômeno que conhecemos como aquecimento global. A manutenção de uma matriz energética baseada em combustíveis fósseis, como o petróleo e o carvão mineral, e a consequente emissão de gases poluentes da atmosfera pelas indústrias e pelos veículos a combustão (como carros, ônibus, caminhões e outros) são os fatores que contribuem em maior escala para a intensificação do efeito estufa e, assim, para a elevação da temperatura média terrestre.

Não somente isso, mas também a intervenção direta dos seres humanos na natureza, como através das queimadas e da prática do desmatamento, contribui para o efeito estufa e para o agravamento das mudanças climáticas.

Usina emitindo fumaça, poluição que causa a ebulição global.
A ação humana intensifica a aceleração do aquecimento global, provocado sobretudo pela emissão de gases poluentes.

Considerando a forma como a expressão foi cunhada, podemos dizer que a ebulição global foi provocada pela falta de ações eficazes no controle do aquecimento global. Assim sendo, as mudanças climáticas não foram mitigadas ou amenizadas no tempo necessário para que a situação não se tornasse muito grave, como agora.

Veja também: Carbono neutro — termo relacionado a medidas de redução da poluição que podem ser exercidas por todos

Características da ebulição global

A ebulição global é caracterizada pela maior frequência no acontecimento de fenômenos climáticos e atmosféricos extremos, sendo o principal exemplo as ondas de calor muito intensas que aconteceram em diversas partes do mundo no mês de julho de 2023 e o forte El Niño que se formou entre o final de julho e agosto, que trouxe, igualmente, tempo muito quente e muito seco em várias regiões do planeta, em especial no continente americano. Portanto, além das temperaturas atmosféricas, as temperaturas das águas oceânicas estão mais elevadas do que o normal.

Segundo a National Geographic|1|, a temperatura média do planeta Terra chegou a 17º C nesse período, um recorde registrado para o mês de julho desde o início das medições, que se deu em 1979. O recorde anterior era de 16,9º C, atingido em 2016. O cálculo da temperatura média global é feito com base em dados de mais de 20 mil estações meteorológicas espalhadas por todo o mundo.

Consequências da ebulição global

Vastidão de gelo marinho derretido.
O derretimento do gelo polar é uma das consequências da ebulição global.

A ebulição global acendeu o alerta de autoridades e pesquisadores em todo o mundo, porque as suas consequências podem ser devastadoras caso a situação não seja controlada a tempo. Os eventos extremos se tornarão recorrentes, e os fenômenos associados a eles tendem a seguir pelo mesmo caminho. Mais uma vez, as ondas de calor e de tempo seco que atingiram o planeta em 2023 provocaram grandes incêndios florestais, como aconteceu no estado norte-americano do Havaí.

Em linhas gerais, a ebulição global provoca aceleração nas mudanças climáticas em curso. Nesse sentido, são consequências da ebulição global:

  • maior frequência de ondas de calor;

  • intensificação do derretimento das geleiras e calotas polares;

  • aumento do nível dos oceanos;

  • ocorrência de queimadas e incêndios florestais;

  • aumento da temperatura dos oceanos;

  • perda da biodiversidade terrestre e marinha;

  • chuvas muito intensas, volumosas e concentradas;

  • grandes enchentes e inundações;

  • recorrência de fenômenos como furacões e ciclones extratropicais;

  • estiagens prolongadas e tempo muito seco.

Diferenças entre ebulição global e aquecimento global

  • Aquecimento global: termo que descreve o aumento das temperaturas médias do planeta Terra como consequência das atividades antrópicas, isto é, realizadas pelos seres humanos. Essas atividades emitem gases poluentes da atmosfera, como o dióxido de carbono (CO2), que intensifica o efeito estufa e provoca a elevação das temperaturas globais. Como consequência, temos a ocorrência das mudanças climáticas.

  • Ebulição global: termo que descreve a aceleração do aquecimento global, utilizado como um alerta para o agravamento das consequências geradas pelo aumento das temperaturas planetárias.

Saiba mais: Impactos ambientais e suas consequências

Possíveis medidas para evitar a ebulição global

Apesar de já termos atingido a era da ebulição global, António Guterres afirma que ainda há chances de desacelerar a elevação das temperaturas terrestres e evitar as suas consequências mais danosas. Não chegamos, ainda, no que pode ser chamado de “ponto de não retorno”. Para isso, são necessárias ações urgentes, especialmente em se tratando das maiores economias do mundo, que são aquelas que integram o grupo do G20.

Uma dessas medidas seria a transição de uma matriz energética dependente dos combustíveis fósseis para uma matriz limpa e renovável, visando à completa substituição das fontes poluentes até o ano de 2040. Além disso, é importante que as indústrias e as grandes empresas realizem essa mudança e adotem a política de emissões líquidas nulas (net-zero) como uma forma de compensação.

Ebulição global no Enem

Ebulição global é um tema, ao mesmo tempo, novo e bastante conhecido pelos estudantes. Conforme vimos, trata-se de um termo que descreve a atual fase de aceleração do aquecimento global. Assim, a abordagem que o Enem pode fazer a respeito da ebulição global gira em torno:

  • dos principais agentes causadores do aquecimento global;

  • dos processos que levaram à sua intensificação nos últimos anos;

  • dos efeitos da aceleração do aquecimento global no clima mundial e na biodiversidade;

  • das consequências do agravamento das mudanças climáticas;

  • das possíveis soluções para frear o aumento das temperaturas terrestres;

  • do significado de ebulição, e o porquê dessa associação com a atual fase do aquecimento global.

É sempre importante reforçarmos o fato de o Enem ser uma prova que preza pela interdisciplinaridade, e a temática da ebulição global pode aparecer sob a perspectiva de outras disciplinas além da Geografia.

Nota

|1| STONE, Madeleine. A Terra acaba de bater um recorde de calor. E não será o último. National Geographic, 07 jul. 2023. Disponível em: https://www.nationalgeographicbrasil.com/ciencia/2023/07/a-terra-acaba-de-bater-um-recorde-de-calor-e-nao-sera-o-ultimo

Fontes

REDAÇÃO. Aquecimento global: o que é a era da ebulição? National Geographic Brasil, 2 ago. 2023. Disponível em: https://www.nationalgeographicbrasil.com/meio-ambiente/2023/07/aquecimento-global-o-que-e-a-era-da-ebulicao,

UN NEWS. Hottest July ever signals ‘era of global boiling has arrived’ says UN chief. UN News, 27 jul. 2023. Disponível em: https://news.un.org/en/story/2023/07/1139162.

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Ebulição global"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/ebulicao-global.htm. Acesso em 23 de maio de 2024.

De estudante para estudante