Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Carolina do Norte

A Carolina do Norte é um estado de 10 milhões de habitantes da Costa Leste dos Estados Unidos. Parte das Treze Colônias, foi o 12º estado a ser incorporado na União, em 1789.

Bandeira da Carolina do Norte.
Bandeira da Carolina do Norte.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A Carolina do Norte é um dos 50 estados pertencentes aos Estados Unidos, e tem como capital a cidade de Raleigh. Localizada na Costa Leste do país, a Carolina do Norte apresenta clima temperado, significativa cobertura florestal e um relevo que se divide entre o Piemonte e a planície costeira. Vivem nela mais de 10,4 milhões de pessoas, a maioria das quais habita os grandes centros urbanos, como Charlotte e Raleigh. Atualmente a 10ª maior economia estadunidense, a Carolina do Norte tem suas atividades concentradas nos serviços e na indústria de bens manufaturados.

Leia também: Colorado — outro estado pertencente aos Estados Unidos

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Carolina do Norte

  • A Carolina do Norte é um dos estados pertencentes aos Estados Unidos.

  • Sua capital é a cidade de Raleigh.

  • Foi uma das Treze Colônias e o 12º estado a ser integrado na União. Sua admissão ocorreu em 21 de novembro de 1789.

  • Localiza-se na Costa Leste dos Estados Unidos, banhada pelo oceano Atlântico.

  • Apresenta relevo planáltico, a oeste, e de planície, a leste, com terrenos recobertos por florestas e vegetação tipicamente litorânea respectivamente.

  • Dispõe da terceira maior área banhada por rios e lagos do país.

  • Com 10.439.414 habitantes, a Carolina do Norte é o nono estado mais populoso dos Estados Unidos. A maior parte de sua população vive em cidades, como Charlotte e Raleigh.

  • Sua economia é baseada nos serviços e na indústria de bens manufaturados. Além disso, é o maior produtor nacional de batata-doce.

  • Destaca-se na implementação de energia solar e na geração de energia pelas centrais nucleares. Ainda assim, o gás natural lidera a matriz energética do estado.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais da Carolina do Norte

  • Nome oficial: Estado da Carolina do Norte

  • Gentílico: norte-carolinense

  • Extensão territorial: 139.390 km2

  • Localização: Costa Leste dos Estados Unidos

  • Capital: Raleigh

  • Maior cidade: Charlotte

  • Menor cidade: Fontana Dam

  • Clima: temperado

  • Governo: democracia representativa

  • Divisão administrativa: 100 condados

  • Idioma: inglês

  • Religiões:

    • evangélica protestante;

    • protestantismo de linha principal (mainline protestantism);

    • Black Church;

    • católica;

    • mórmon;

    • ortodoxa ocidental;

    • islâmica.

  • População: 10.439.414 habitantes

  • Densidade demográfica: 74,8 hab./km²

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,907

  • Moeda: Dólar estadunidense

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 730 bilhões

  • PIB per capita: US$ 68.423

  • Gini: 0,474

  • Fuso horário: GMT–5

Mapa da Carolina do Norte

Mapa da Carolina do Norte.

Geografia da Carolina do Norte

A Carolina do Norte é um dos estados pertencentes aos Estados Unidos, tendo como capital a cidade de Raleigh. Situado na Costa Leste do país, o território da Carolina do Norte é banhado pelo oceano Atlântico na sua parcela oriental, enquanto faz fronteira com outros quatro estados:

Na sequência, confira as principais características físicas da Carolina do Sul.

Clima da Carolina do Norte

O clima desse estado tem grande influência da maritimidade, apresentando índice de umidade muito elevado. A continentalidade e o relevo também atuam na determinação das condições atmosféricas locais, proporcionando ao estado clima temperado oceânico na costa e clima temperado continental no interior.

As temperaturas médias na Carolina do Norte variam entre 13 ºC, nas áreas de maior altitude, e 16 ºC, no litoral. A pluviosidade é mais volumosa na região de montanhas, onde chega a 2500 mm ao ano. Na zona costeira, as chuvas acumulam 1200 mm anuais.

Relevo da Carolina do Norte

Paisagem montanhosa na Carolina do Norte.
Paisagem montanhosa na Carolina do Norte.

O relevo da Carolina do Norte se divide entre a planície costeira, que se estende desde o litoral do estado até a sua região central, e o Piemonte, uma área formada por planaltos e que consiste em uma província geomorfológica conectada à cordilheira dos Apalaches. Os terrenos planálticos, de maior altitude, estão situados no oeste. A elevação média do estado é de 210 metros. Seu ponto culminante fica a 2037 metros de altitude, no monte Mitchell.

Vegetação da Carolina do Norte

As florestas temperadas formam a vegetação predominante no oeste da Carolina do Norte, enquanto a planície costeira é recoberta por pântanos e restingas. Nota-se, entretanto, que o avanço das atividades antrópicas no interior do estado tem provocado a rápida perda da cobertura vegetal, afetando principalmente as áreas florestadas.

Hidrografia da Carolina do Norte

A Carolina do Norte tem a terceira maior área drenada por rios e lagos de todo o país, com quase 10 mil quilômetros quadrados. Os rios Roanoke, New e Neuse são os três mais longos do estado, que conta também com amplos lagos naturais, como o lago Mattamuskeet. O litoral do estado é marcado por grandes enseadas, que são as de Pamlico e de Albemarle.

Demografia da Carolina do Norte

A Carolina do Norte é o nono estado mais populoso dos Estados Unidos, reunindo 10.439.414 habitantes ou 3,1% da população do país. Esses dados são do censo demográfico realizado no país em 2020. As estimativas mais recentes indicam que o estado registrou um crescimento de 2,5% nos últimos anos, chegando a quase 10,7 milhões de habitantes.

A população da Carolina do Norte não está distribuída de maneira homogênea pelo território do estado, concentrando-se nos condados situados nas porções central e oeste. Trata-se, além disso, de um estado urbanizado, com 66,7% de sua população vivendo nas cidades.

 Paisagem cultural de Charlotte, cidade mais populosa da Carolina do Norte.
Charlotte, cidade mais populosa da Carolina do Norte.

A seguir, confira quais são as maiores cidades da Carolina do Norte e sua respectiva população:

  • Charlotte: 879.709 habitantes;

  • Raleigh: 469.124 habitantes;

  • Greensboro: 298.263 habitantes.

Economia da Carolina do Norte

A economia da Carolina do Norte é a 10ª maior economia dos Estados Unidos, tendo registrado um Produto Interno Bruto (PIB) de 730 bilhões de dólares, que representam cerca de 3% da economia nacional. A renda per capita desse estado é baixa em comparação aos demais (68 mil dólares), e não reflete o fato de a Carolina do Norte apresentar elevada parcela da população em situação de pobreza, chegando hoje a 13,4%, o que representa 1,4 milhão de pessoas.

Considerando as atividades econômicas desenvolvidas no estado da Carolina do Norte, os serviços e a indústria de bens manufaturados contribuem para a maior parte do PIB. A indústria do tabaco e o ramo têxtil foram, por muito tempo, os principais segmentos do setor secundário. Hoje eles ainda mantêm sua importância, mas, com a modernização da indústria norte-americana, o estado passou a produzir também maquinários, equipamentos eletrônicos e computadores. No setor primário, a Carolina do Norte lidera a produção estadunidense de batata-doce, além de ser um grande produtor de tabaco, feijão seco e carne suína.

Turismo na Carolina do Norte

O turismo é uma atividade econômica muito importante para a Carolina do Norte, tanto na geração de empregos quanto na geração de renda para o estado. Os parques naturais, com extensas áreas florestadas e quedas d’água; as estações de esqui; as praias; e os inúmeros museus e opções culturais são alguns dos elementos que atraem mais de 40 milhões de turistas todos os anos para o estado. Confira alguns dos principais pontos e destinos turísticos da Carolina do Norte a seguir.

  • Blue Ridge Parkway

Via de transporte na cordilheira dos Apalaches, um dos principais destinos turísticos do estado da Carolina do Norte.
A cordilheira dos Apalaches oferece belas paisagens naturais aos visitantes.
  • Outer Banks

Outer Banks, um dos principais destinos turísticos do estado da Carolina do Norte.
Outer Banks fica a leste da costa da Carolina do Norte e é uma região formada por ilhas e praias.
  • Biltmore Estate, na cidade de Asheville

Casa Biltmore, em Biltmore Estate, um dos principais destinos turísticos do estado da Carolina do Norte.
A Casa Biltmore, um importante museu histórico que é, também, a maior casa dos Estados Unidos, fica na Carolina do Norte.

Veja também: Montana — outro estado dos Estados Unidos que atrai turistas principalmente devido às belezas naturais

Infraestrutura da Carolina do Norte

A Carolina do Norte é um estado com elevado índice de urbanização, embora esteja bem abaixo da média nacional. Sua rede de infraestrutura, formada pelos serviços rede de esgoto, coleta de lixo e fornecimento de água potável, atende a uma ampla parcela da população, tanto na cidade quanto no meio rural. Ainda assim, cabe ressaltar que pouco mais de 50% dos residentes desse estado possuem poços artesianos para a obtenção de água.

O estado possui ampla integração com os demais estados da Costa Leste por meio das rodovias. Hidrovias, ferrovias e o transporte aeroviário são de igual importância para os residentes e os agentes econômicos da Carolina do Norte. A geração de energia elétrica no estado é feita principalmente com o uso do gás natural; no entanto, a Carolina do Norte se destaca no cenário nacional pelo amplo investimento na instalação da energia solar e pela grande produtividade de suas centrais nucleares.

Governo da Carolina do Norte

Na Carolina do Norte, o sistema de governo vigente é a democracia representativa. O governador é o chefe do Poder Executivo estadual e, assim como o vice-governador, é eleito por meio do voto popular para um mandato de até quatro anos, com direito a ocupar o cargo mais de uma vez em períodos separados (não consecutivos).

O Poder Legislativo cabe à Assembleia Geral, órgão bicameral composto pelo Senado e pela Câmara dos Representantes. O Senado é composto por 50 membros, e a Câmara é composta por 120 membros. Em ambas as casas, há eleição direta, e os mandatos têm duração de dois anos, no caso dos senadores, e de quatro anos, no caso dos membros da Câmara.

A Carolina do Norte possui a sua Constituição estadual, que rege o governo local e cuja versão atualmente utilizada foi aprovada no ano de 1971.

Etimologia da Carolina do Norte

A área ocupada pelo atual estado da Carolina do Norte, mais precisamente a porção norte da Costa Leste dos Estados Unidos, era habitada por diversas populações nativas americanas, entre as quais estavam os falantes da língua carolina algonquiana, hoje extinta. Os falantes desse idioma eram os povos secotan (conhecidos, hoje, como machapunga), weapemeoc e chowanoke.

Quando os europeus chegaram, o rei Charles II da Inglaterra ofereceu colônias aos imigrantes, e essas colônias receberam o nome de Carolina em homenagem ao monarca. Mais tarde, por questões de governabilidade do território, houve a separação da colônia em duas partes. Portanto, a indicação “do Norte” foi adicionada para identificar a posição geográfica da nova terra.

Cultura da Carolina do Norte

A cultura da Carolina do Norte foi composta de elementos característicos das tradições dos povos originários da Costa Leste dos Estados Unidos bem como da influência dos colonizadores europeus, da população africana e dos imigrantes que se estabeleceram no estado. Embora o inglês seja o idioma oficial do país em que se insere, línguas como o espanhol são identificadas na Carolina do Norte, além da grande variedade de sotaques estadunidenses. A religiosidade, com diferentes fés e matrizes religiosas, expressa igualmente a riqueza cultural do estado.

Importantes nomes de diversos setores culturais, como literatura, cinema, música e teatro, são naturais da Carolina do Norte, e deram grande contribuição para a cultura estadunidense e mundial. Destaca-se, dentre eles, a cantora Nina Simone (1933-2003), o saxofonista e compositor John Coltrane (1926-1967) e a atriz Ava Gardner (1922-1990). O estado detém ainda uma ampla tradição nos esportes, como o basebol, e no automobilismo. Na gastronomia, o churrasco preparado principalmente com carne suína é típico da Carolina do Norte e uma importante parte da cultura desse estado.

História da Carolina do Norte

A ocupação das terras que hoje correspondem ao estado da Carolina do Norte aconteceu há, pelo menos, 10 mil anos. Os povos que lá se estabeleceram eram ancestrais das populações nativas da Costa Leste dos Estados Unidos, como as comunidades cheroqui, catawba (ou iswa) e croatoan.

Os primeiros europeus chegaram ao estado ainda no início do século XVI. Esses primeiros europeus, que eram os espanhóis, restringiram-se, em um primeiro momento, ao processo de mapeamento da costa. Mais tarde, em meados do século, a busca por metais preciosos passou a incluir a Carolina do Norte.

Em 1587, os ingleses fundaram Roanoke, descrita como a primeira colônia a ser estabelecida nos Estados Unidos. Ela ficava onde está o atual condado de Dare, na Carolina do Norte, na ilha de Ranoke. Um de seus líderes era o governador colonial John White, que, pouco tempo depois da formação da colônia, precisou retornar para a Inglaterra em busca de mais suprimentos. Ao retornar para a colônia, o cenário que White encontrou foi de abandono.

A população de Roanoke havia sumido misteriosamente, e a palavra “croatoan” foi encontrada gravada em uma árvore. Existem muitas hipóteses para explicar o desaparecimento, que vão desde causas sobrenaturais até a reconquista daquelas terras pelos povos nativos. Até hoje, Roanoke é chamada de Colônia Perdida.

Ilustração do retorno a Roanoke, a Colônia Perdida, estabelecida em parte da região que hoje é a Carolina do Norte.
Ao retornar para Roanoke, John White encontrou a colônia vazia e a palavra “croatoan” gravada em uma árvore.

Os séculos XVII e XVIII foram marcados pela constituição de vários povoados formados pelos colonos ingleses, que se estabeleceram mediante a expulsão dos nativos locais. Em 1711, esse processo resultou em uma guerra contra a população tuscarora, que acabou sendo derrotada. Denominada Carolina, a colônia formava um único território na Costa Leste dos Estados Unidos e era governada por pessoas próximas ao rei Charles II da Inglaterra. Em 1712, no entanto, a Carolina do Norte se separou da Carolina do Sul, tornando-se oficialmente uma das Treze Colônias.

Durante a Revolução Americana, várias batalhas aconteceram no território da Carolina do Norte. A maior delas foi a Batalha Tribunal de Guilford, em Greensboro, no dia 15 de março de 1781. Após o reconhecimento da independência dos Estados Unidos, a Carolina do Norte se tornou oficialmente o 12º estado da União, com a ratificação da Constituição nacional em 21 de novembro de 1789.

Curiosidades sobre a Carolina do Norte

  • A cidade de High Point, no norte do estado, é conhecida como a capital mundial dos móveis.

  • A Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill, foi a primeira universidade pública dos Estados Unidos.

  • Carolina do Norte abriga uma das sedes da Associação Nacional para Corridas de Carros de Série (Nascar).

  • O estado recebe o apelido de Tar Heel State (Estado do Calcanhar de Alcatrão). Essa alcunha teve origem na atividade de venda de piche e de folhas de alcatrão que era desenvolvida na região e destinada ao uso na madeira dos navios. Diz-se que, durante a Revolução Americana, esse material grudou da sola dos sapatos dos soldados britânicos e atrasou a sua ação.

Fontes

Bureau of Economic Analysis – U.S. Department of Commerce. Disponível em: https://www.bea.gov/.

DEMPSEY, Caitlin. States in Order of Admission to the United States of America. Geography Realm, 2021. Disponível em: https://www.geographyrealm.com/states-in-order-of-admission-to-the-united-states-of-america/.

EIA. State Profile and Energy Estimates: North Carolina. U.S. Energy Information Administration, [s.d.]. Disponível em: https://eia.gov/state/?sid=NC.

GLOBAL DATA LAB. Subnational HDI. Global Data Lab, c2023. Disponível em: https://globaldatalab.org/shdi/table/shdi/USA/.

GOMILLION, Charles Goode; NORREL, Robert. Alabama (state, United States). Encyclopaedia Britannica, c2023. Disponível em: https://www.britannica.com/place/Alabama-state.

HARRINGON, John. About half of America’s states owe their names to Native American origin: Here's how each state got its name. USA Today, 2020. Disponível em: https://www.usatoday.com/story/money/2020/07/02/how-each-state-got-its-name/112043890/.

NPS. The Carolina Algonquian. National Park Service, 2018. Disponível em: https://www.nps.gov/articles/carolinaalgonquian.htm.

United States Census Bureau. Disponível em: https://www.census.gov/en.html

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Carolina do Norte"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/carolina-norte.htm. Acesso em 22 de maio de 2024.

De estudante para estudante