Imperativo em espanhol

Espanhol

PUBLICIDADE

O imperativo em espanhol é um modo verbal que se presta a várias funções, entre elas dar ordens, conselhos, instruções etc. A gramática espanhola aborda o imperativo dividindo-o em formas afirmativas e negativas. A afirmativa apresenta verbos regulares e irregulares, e a negativa não possui irregularidades, pois se baseia na conjugação de outro modo verbal: o subjuntivo. Questões como o tratamento formal e informal e variedades linguísticas de determinadas regiões de fala hispana afetam a conjugação do imperativo.

Leia também: Las conjuncionespalavras responsáveis por trazer articulação aos textos

Funções do modo imperativo

Imperativo é o nome que se dá a um dos três modos do sistema verbal da língua espanhola, a saber: indicativo, subjuntivo e imperativo. Seu uso mais conhecido é o de dar ordens, mas também podemos usá-lo com outras finalidades. Vejamos alguns exemplos de orações em que o imperativo é usado para

dar conselhos e sugestões:

Si vas a París, visita el Museo Rodin.
(Se você for a Paris, visite o Museu Rodin.)

pedir favores:

Por favor, abre la ventana de la sala.
(Por favor, abra a janela da sala.)

dar ordens:

Entreguen el informe antes de las 11h.
(Entreguem o relatório antes das 11h.)

dar instruções:

Para llegar al teatro, doble a la derecha en la Avenida de la República.
(Para chegar ao teatro, vire à direita na Avenida da República.)

para fazer convites:

Ven con nosotros a mi casa de playa.
(Venha conosco para a minha casa de praia.)

para dar permissão:

Di lo que piensas sobre esta situación.
(Diga o que você acha sobre esta situação.)

para captar a atenção de alguém:

Oye, ¿sabes si hay por aquí cerca alguna farmacia?
(Escuta, você sabe se há aqui perto alguma farmácia?)

É importante ressaltar que, em espanhol, o imperativo não denota, em geral, falta de cortesia. Mesmo em situações formais, seu uso não corresponde, necessariamente, a um tratamento abrupto.

O imperativo divide-se na forma afirmativa e negativa, com formas regulares e irregulares de conjugação. Vejamos, a seguir, a forma afirmativa.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Imperativo afirmativo

  • Formas regulares

Uma característica que chama a atenção no caso dos imperativos é que eles não têm conjugação em primeira pessoa do singular – yo (eu). Afinal de contas, o imperativo é o modo verbal com o qual se busca influenciar o comportamento de outras pessoas. No entanto, ele conta com uma conjugação de primeira pessoa do plural – nosotros. Isso acontece quando a pessoa que fala inclui a si mesma no grupo das pessoas que escutam, frequentemente para alcançar um objetivo específica.

Como veremos a seguir, as formas específicas do imperativo afirmativo são e vosotros, ou seja, as segundas pessoas do singular e do plural. Para usted e ustedes, as terceiras pessoas do singular e do plural, são usadas as mesmas formas do presente do subjuntivo. Recordemos que a segunda pessoa em espanhol é usada para interações em situações informais, e a terceira pessoa é usada em situações formais.

Usaremos, na tabela abaixo, os verbos hablar, comer e escribir para ilustrar as terminações regulares do imperativo afirmativo nas três conjugações:

 

HABLAR (falar)

COMER (comer)

ESCRIBIR (escrever)

habl-

a

com-

e

escrib-

e

usted

habl-

e

com-

a

escrib-

a

nosotros

habl-

emos

com-

amos

escrib-

amos

vosotros

habl-

ad

com-

ed

escrib-

id

ustedes

habl-

en

com-

an

escrib-

an


Confira alguns exemplos de verbos no imperativo afirmativo:

  • Pedro, lleva los platos y los cubiertos a la mesa.
    (Pedro, leve os pratos e os talheres para a mesa.)

  • Lucía, por favor, vigila un momento a los niños.
    (Lucía, por favor, vigie por um momento as crianças.)

  • Pase, pase, señor diretor. Estábamos esperándole.
    (Entre, senhor diretor. Estávamos esperando.)

  • Señores pasajeros, abróchense los cinturones y pongan el respaldo en posición vertical.
    (Senhores passageiros, apertem seus cintos e coloquem seu assento em posição vertical.)

Veja também: La acentuaciónregras e peculiaridades da acentuação em espanhol

  • Formas irregulares

Existem poucos verbos com formas irregulares no imperativo afirmativo em espanhol. Como o uso desses verbos é bastante frequente, fica fácil lembrar quais são eles. A irregularidade afeta somente a pessoa , todas as outras mantêm-se regulares. Esses verbos são:

DECIR (dizer)

HACER

(fazer)

IR (ir)

OÍR (ouvir)

PONER (pôr)

SALIR (sair)

TENER (ter)

VENIR (vir)

SER (ser)

di

haz

ve

oye

pon

sal

ten

ven


Vejamos alguns exemplos de usos das formas irregulares do imperativo:

  • Di el nombre de las diferentes válvulas del corazón.
    (Diga o nome das diferentes válvulas do coração.)

  • Haz una lista de todos los materiales que puedas observar.
    (Faça uma lista de todos os materiais que você puder observar.)

  • Por favor, ve a comprar el periódico.
    (Por favor, comprar o jornal.)

  • Oye, tengo un problema, a ver si me puedes ayudar…
    (Escuta, tenho um pequeno problema, veja se pode me ajudar...)

  • Pon una vela dentro de la lata y enciéndela.
    (Ponha uma vela dentro da lata e acenda-a.)

  • ¡Vete de aquí ahora mismo! ¡Sal!
    ( embora daqui agora mesmo! Saia!)

  • Ten cuidado de no cortarte.
    (Tenha cuidado para não se cortar.)

  • Ven con nosotros, hay sitio de sobra.
    (Venha conosco, tem espaço de sobra.)

  • original en la presentación final del proyecto.
    (Seja original na apresentação final do projeto.)

Imperativo negativo

As formas do imperativo negativo em espanhol coincidem com as do presente do subjuntivo. Vejamos, na tabela abaixo, como são conjugadas. Vamos usar os mesmos verbos que exemplificaram o imperativo afirmativo.

 

HABLAR (falar)

COMER (comer)

ESCRIBIR (escrever)

no habl-

es

no com-

as

no escrib-

as

usted

no habl-

e

no com-

a

no escrib-

a

nosotros

no habl-

emos

no com-

amos

no escrib-

amos

vosotros

no habl-

éis

no com-

áis

no escrib-

áis

ustedes

no habl-

en

no com-

an

no escrib-

an


Vejamos alguns exemplos de orações que empregam verbos no imperativo negativo:

  • No apoyen los zapatos sobre el sofá.
    (Não apoiem os sapatos sobre o sofá.)

  • No seas descortés con quien te habla.
    (Não seja descortês com quem estiver falando com você.)

  • No canten más, ya es suficiente.
    (Não cantem mais, já é suficiente.)

  • No tomes el primer taxi que aparezca.
    (Não pegue o primeiro táxi que aparecer.)

Acesse também: Preposición – palavra que cria vínculos sintáticos com outras

Casos especiais de imperativo em espanhol

Vimos anteriormente que a terceira pessoa do verbo é empregada em situações de interação formal, ao passo que a segunda pessoa marca informalidade. No entanto, em algumas regiões do mundo hispano, especificamente no sul da Espanha e na América hispana, não se usa vosotros. Em seu lugar, usa-se a terceira pessoa do plural ustedes – para dirigir-se a um grupo de pessoas tanto no registro formal quanto no informal. Vejamos estes exemplos:

  • Chicos, no se pierdan el gran concierto esta noche.
    (Meninos, não percam o grande show esta noite.)

  • Señores clientes, compren sus entradas anticipadas a partir de mañana.
    (Senhores clientes, comprem seus ingressos antecipados a partir de amanhã.)

Outro caso especial envolvendo os imperativos é o fenômeno chamado voseo. Em algumas regiões de fala espanhola, não se usa o pronome pessoal para referir-se a uma segunda pessoa do singular. Em vez dele, usa-se o pronome vos. Isso afeta a conjugação dos verbos no imperativo afirmativo na referida pessoa do verbo. Confira, nesta tabela, uma comparação entre as conjugações de e vos:

 

HABLAR (falar)

COMER (comer)

ESCRIBIR (escrever)

habl-

a

com-

e

escrib-

e

vos

habl-

á

com-

é

escrib-

í


Veja alguns exemplos de orações com o imperativo do pronome vos:

  • Estudiá español, es divertido.
    (Estude espanhol, é divertido.)

  • Comé despacio, para disfrutar la comida.
    (Coma devagar, para aproveitar a comida.)

  • Abrí la ventana si querés, yo no tengo frío.
    (Abra a janela, se quiser, não estou com frio.)

Uma das funções do imperativo é a de dar ordens.
Uma das funções do imperativo é a de dar ordens.

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (UECE-CEV – 2011) Según la indicación entre paréntesis de la forma verbal en negrito, la opción correcta es:

a) Vete a casa – (verbo IR).

b) Pepe, dime algo – (verbo DAR).

c) Sal como puedas – (verbo SALAR).

d) Ven por la escalera – (verbo VER).

Resolução:

Alternativa A. Vete é imperativo do verbo ir. Dime, sal e ven são imperativos dos verbos decir, salir e venir, respectivamente.

Questão 2 - (Funcab – 2014). Tras leer el mensaje, contesta:

La función de los verbos que aparecen en el cartel es:

a) persuadir

b) dar consejos

c) ordenar

d) expresar deseos

e) expresar hipótesis

Resolução:

Alternativa B. Entre as funções elencadas na questão, as únicas referentes ao modo imperativo são dar consejos e ordenar. No caso do cartaz, trata-se de um conselho.

 

Por Diego Guimarães Gontijo
Professor de Espanhol

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GONTIJO, Diego Guimarães. "Imperativo em espanhol"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/espanhol/imperativo-em-espanhol.htm. Acesso em 26 de maio de 2020.