Las conjunciones

Espanhol

PUBLICIDADE

Conjunciones são palavras invariáveis na língua espanhola, ou seja, não apresentam flexão de gênero nem número. Sua função é unir palavras, sintagmas, frases ou orações e estabelecer relações de hierarquia entre elas. A etimologia de conjunção provém do latim: cum significa “com” e jungo, “juntar”, ou seja, conjunção significa aquilo que “junta com”.

As conjunções em espanhol só têm significado gramatical e não possuem significado lexical. Seu significado é adquirido nas orações em que são empregadas.

Leia também: El alfabeto – o nome das letras em espanhol

Classificação das conjunciones

Em espanhol, as conjunciones são classificadas em:

coordinantes: são as conjunções que unem orações que estão em um mesmo nível de importância, a ponto de que sua posição pode ser alterada sem que se perca o sentido da oração maior a que pertencem. Por exemplo, na oração:

Mercedes va a trabajar y Pablo se queda en casa.
(Mercedes vai trabalhar e Pablo fica em casa.)

Se alteramos a ordem das orações, o sentido não é afetado:

Pablo se queda en casa y Mercedes va a trabajar.
(Pablo fica em casa e Mercedes vai trabalhar.)


subordinantes: são as conjunções que unem orações que estão em um nível de interdependência, de modo que o sentido de uma delas depende da outra para completar-se. Por exemplo, na oração:

Luís dijo que vendría a recoger a los niños.
(Luis disse que viria buscar as crianças.)

O sentido da segunda oração, que chamamos de “oração subordinada”, só é possível graças à primeira, chamada de “oração coordenada” ou “principal”. Sem ela, a segunda oração ficaria incompreensível.

A seguir, veremos exemplos de cada um desses tipos de conjunciones.

Leia também: Preposición – palavra que cria vínculos sintáticos com outras

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Conjunciones cordinantes

As conjunciones coordinantes dividem-se em:

copulativas: conjunções que unem significados. São elas y, ni e que.

Exemplos

- María barre y Luis plancha.
(Maria varre e Luis passa.)

- No tiene ganas de comer ni de salir a la calle.
(Ele não tem vontade de comer nem de sair à rua.)

Existe uma regra em espanhol que determina que, quando dois substantivos são unidos pela conjunção y e o segundo começa com a vogal i ou com a sílaba hi, a conjunção y deve ser alterada para e.

Exemplo

Se reunieron e hicieron los trabajos.
(Reuniram-se e fizeram os trabalhos.)

disyuntivas: conjunções que apresentam duas ideias opostas, que se excluem. O é a conjunção disjuntiva por excelência em espanhol.

Exemplo

¿El camarón se come frito o cocido?
(O camarão é comido frito ou cozido?)

Da mesma forma como acontece com a conjunção y antes de palavras com i ou hi, a conjunção ‘o’ deve ser usada como u antes de palavras que começam com o ou ho. Exemplo:

Estoy seguro de que vendrán, uno u otro.
(Tenho certeza de que virão, um ou outro.)

adversativas: conjunções que promovem correção ou matização entre elementos. Mais especificamente, a segunda oração unida com conjunção corrige ou matiza alguma ideia da primeira oração. As conjunções são pero, mas, sino e aunque.

Exemplos

- Es un libro corto, pero muy interesante.
(É um livro curto, mas muito interessante.)

- La esposa de Alfredo no está de vacaciones, sino en casa.
(A esposa de Alfredo não está de férias, mas em casa.)

explicativas: conjunções que unem orações em que, como o próprio nome indica, a segunda explica ou parafraseia a primeira. São elas o sea, esto es, mejor dicho e es decir.

Exemplos

- Los hombres somos omívoros, es decir, comemos de todo.
(Os homens somos onívoros, quer dizer, comemos de tudo.)

- Se fue al otro mundo, esto es, se murió.
(Foi-se ao outro mundo, isto é, morreu.)

distributivas: conjunções que se usam em pares e indicam distribuição e/ou alternância. São elas o... o, bien... bien, ya... ya e ora... ora.

Exemplos

- O se reduce el número de participantes o tendremos que cancelar la actividad.
(Ou se reduz o número de participantes ou teremos que cancelar a atividade.)

- Tomando ora la espada, ora la pluma.
(Tomando ora a espada, ora a pena.)

Acesse também: Los pronombres personales y de tratamiento

Conjunciones subordinantes

As conjunciones subordinantes dividem-se em:

comparativas: conjunções que introduzem uma oração subordinada que estabelece uma relação de comparação com a oração principal. São elas más que..., tan... como e menos que....

Exemplo

El monumento no era tan grande como lo imaginamos.
(O monumento não era tão grande quanto imaginamos.)

causales: conjunções que introduzem uma oração subordinada que expressa a causa ou o motivo da oração principal. A mais usada é a conjunção porque e pues.

Exemplo

Estás cansado porque has corrido mucho.
(Você está cansado porque correu muito.)

consecutivas: conjunções que introduzem uma oração subordinada que expressa o efeito ou a consequência da oração principal. São elas luego, conque e así.

Exemplo

No ganamos el partido, luego no nos clasificamos.
(Não ganhamos a partida, logo, não nos classificamos.)

condicionales: conjunções que introduzem uma oração subordinada que expressa uma condição para a realização da oração principal. São elas si, como e cuando.

Exemplo

Podrás salir cuando pagues lo que debes.
(Você poderá sair quando pagar o que deve.)

concesivas: conjunções que introduzem uma oração subordinada que expressa uma objeção, um impedimento ao significado da oração principal. A principal é a conjunção aunque.

Exemplo

No logro adelgazar, aunque he estado en dieta todo el año.
(Não consigo emagrecer, mesmo tendo estado de dieta o ano todo.)

finales: conjunções que introduzem uma oração subordinada que expressa a finalidade da ação realizada na oração principal. A conjunção final por excelência é para. Exemplo

En los últimos dos años he ahorrado para viajar a Japón.
(Nos últimos anos, economizei para viajar ao Japão.)

As conjunções funcionam como verdadeiros elos linguísticos.
As conjunções funcionam como verdadeiros elos linguísticos.

Exercícios resolvidos

1. Qual é o tipo de conjunção das palavras em negrito em cada oração?

a) Tiene quince años, es decir, la edad de las ilusiones.

b) Si conducieras con cuidado, no habrías sufrido el accidente.

c) Trajimos pollo e hicimos una comida estupenda.

d) No es mi tía, sino mi hermana.

e) ¿Prefieres té o café?

Respostas:

a) conjunción coordinante explicativa

b) conjunción subordinante condicional

c) conjunción coordinante copulativa

d) conjunción coordinante adversativa

e) conjunción coordinante disyuntiva



Por Diego Guimaraes Gontijo
Professor de Espanhol

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GONTIJO, Diego Guimarães. "Las conjunciones"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/espanhol/las-conjunciones.htm. Acesso em 29 de outubro de 2020.