Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Comissão de frente

A comissão de frente é o primeiro grupo da escola de samba que se apresenta no desfile de Carnaval. A ala introduz o enredo bem como agita e emociona o público.

Comissão de frente da Imperatriz Leopoldinense, no desfile de Carnaval de 2023.
Comissão de frente da Imperatriz Leopoldinense, em 2023. O grupo introduziu o enredo e abriu o desfile da escola.[1]
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A comissão de frente é a ala que realiza a primeira apresentação no desfile da escola de samba no Carnaval. Esse grupo tem como missão ser o cartão de visita da agremiação, dando as boas-vindas ao público e cativando-o. A primeira ala precisa introduzir ao público o enredo do ano. A comissão de frente precisa também fazer um espetáculo chamativo e impactante para que o público se empolgue e emocione.

Leia também: O que é o samba-enredo?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a comissão de frente

  • A comissão de frente é a primeira ala da escola de samba a se apresentar.

  • O grupo deve ter entre 10 e 15 componentes.

  • Os bailarinos devem usar indumentárias luxuosas e que chamem a atenção.

  • A comissão de frente deve introduzir um enredo ao público.

  • A ala precisa fazer uma apresentação deslumbrante para cativar e emocionar o público.

  • Ela é avaliada pelos jurados por meio de dois quesitos: indumentária e apresentação.

O que é a comissão de frente?

A comissão de frente é o primeiro grupo da escola de samba que se apresenta no desfile do Carnaval. A missão dos integrantes dessa ala é dar as boas-vindas ao público de uma forma empolgante e cativante e apresentar a escola de samba. Composta por 10 a 15 pessoas, geralmente dançarinas ou bailarinos, a comissão de frente é uma ala coreografada que precisa realizar uma apresentação impactante e que já conquiste o público logo no início.

Famosa por ser um espetáculo à parte e muito esperada pelo público, a comissão de frente tem que realizar um desfile coreografado. A apresentação dos componentes dessa ala também precisa estar em sintonia. Considerada o cartão de visita ou o “cerimonial” da escola de samba, a comissão de frente também deve apresentar ao público o enredo escolhido por essa agremiação.

A parte visual da comissão de frente deve ser bem chamativa e elaborada. Os componentes dessa ala podem usar trajes formais, como fraques ou smokings, ou indumentárias luxuosas e brilhantes, combinando com o enredo que a escola vai contar. Nenhum componente que faça parte do desfile pode vir à frente do grupo da comissão de frente.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como surgiu a comissão de frente?

A história da comissão de frente está relacionada à apresentação da velha guarda da escola de samba. Esse grupo era formado por integrantes mais antigos da agremiação e que, por isso, deveriam transmitir ao público a história da escola. Inicialmente, era a velha guarda que cumpria as funções da hoje chamada comissão de frente, ou seja, o grupo dos integrantes mais maduros era o que se apresentava primeiro nos desfiles, e tinha como missão saudar o público e apresentar a escola.

Comissão de frente da Portela no desfile de 1979.
Comissão de frente da Portela, em 1979, formada pelos integrantes mais antigos da escola.[2]

A primeira comissão de frente formada pela velha guarda de que se tem notícia é da escola carioca Portela, em 1935. Conforme a história, os integrantes mais antigos usavam trajes de gala, como fraques, e carregavam bastões. A partir da década de 1960, as escolas de samba passaram a ter comissões de frente mais inovadoras. A escola Salgueiro, por exemplo, adotou, em 1965, uma ala com componentes que usavam fantasias que faziam referência ao enredo.

Outro exemplo é a escola Imperatriz Leopoldinense, que, em 1969, teve a primeira comissão de frente representada por mulheres, que faziam referência a tribos africanas. Desde então, ao longo dos anos, as escolas de samba passaram a investir em uma comissão de frente mais elaborada, com artistas que mostrassem mais habilidades na sua apresentação, tais como dançarinas, bailarinos profissionais e coreógrafos. A dança também passou a ser adotada oficialmente.

Veja também: História do Carnaval no Brasil — tudo sobre a festa mais popular do país

Características da comissão de frente

Comissão de frente da Beija-Flor em 1991.
A comissão de frente é formada por, no mínimo, 12 integrantes, vestidos com roupas luxuosas e chamativas.[3]

A comissão de frente é uma ala das escolas de samba que apresenta as seguintes características:

  • Deve ser formada por, no mínimo, 12 integrantes e, por no máximo, 15.

  • O grupo deve estar vestido com roupas luxuosas e chamativas.

  • Ela precisa empolgar a plateia na sua apresentação.

O objetivo dessa ala é conquistar o público e, de preferência, emocioná-lo. No momento da apresentação da comissão de frente, também é necessário fazer a introdução ou o resumo do enredo que a escola de samba escolheu.

Função da comissão de frente

Comissão de frente da escola de samba São Clemente, no desfile de Carnaval de 2011.
O objetivo da comissão de frente é encantar o público usando a criatividade para empolgar e emocionar a plateia.[4]

A comissão de frente de uma escola de samba tem várias funções. Veja abaixo as principais:

  • Ser a primeira ala a se apresentar no desfile.

  • Dar as boas-vindas ao público.

  • Apresentar a escola de samba para o público.

  • Cativar e empolgar a plateia.

  • Introduzir ou resumir o enredo da escola de samba.

Como são avaliadas as comissões de frente?

As comissões de frente das escolas de samba que desfilam no Carnaval são avaliadas pelos jurados por aspectos como criatividade, coordenação e sintonia na exibição, bem como pelo figurino e indumentária apresentados pelos integrantes da ala. Marcelo Amaral, diretor cultural da escola de samba Salgueiro, explica que as comissões de frente são analisadas por meio de dois quesitos:

  • Concepção e indumentária: são avaliadas a ideia apresentada (e como foi concebida), a adequação e a fantasia (se está dentro da proposta). São atribuídos de 4 a 5 pontos.

  • Apresentação e realização: é avaliado se a proposta foi bem realizada, tanto na parte coreográfica quanto na parte da indumentária. São atribuídos de 4 a 5 pontos.

Comissão de frente da Imperatriz Leopoldinense no desfile de Carnaval de 1999.
A indumentária e a coreografia da comissão de frente também são avaliadas pelos jurados.[5]

Marcelo Amaral lembra que a perda de parte da indumentária é um item que faz perder ponto. O profissional destaca que se, mesmo por descuido, algum integrante cair ou perder um pedaço da fantasia, a escola acaba sendo penalizada.

Saiba mais: Rainha de bateria — uma das principais figuras de uma escola de samba

Qual é a importância da comissão de frente?

O diretor cultural da escola de samba Salgueiro ressalta que a comissão de frente sempre foi importante por apresentar a escola e por ser o primeiro contingente a passar. Para o profissional, atualmente a comissão de frente se tornou um “show à parte” por ser o espetáculo de entrada. Ele também ressalta que muitas comissões são aguardadas e seus coreógrafos são conhecidos como personalidades importantes do Carnaval.

Curiosidades sobre a comissão de frente

Comissão de frente da União da Ilha no desfile de Carnaval de 2015.
Em 2015, a comissão de frente da União da Ilha representava a Branca de Neve e os sete anões.[6]
  • Em 2012, a comissão de frente da escola Vila Isabel marcou por ser uma representação de uma savana africana. A agremiação foi campeã daquele ano, abordando a herança africana na cultura brasileira.

  • Outra comissão de frente que chamou a atenção foi a da União da Ilha, em 2015, por ter sido composta pela Branca de Neve e os sete anões. Como as escolas somente podem ter 15 integrantes na comissão, nesse ano a União da Ilha precisou ter componentes invisíveis.

  • A comissão de frente da escola de samba Mocidade, em 2017, teve como tema a história de Aladim. Um ator vestido como o personagem fez a sua apresentação voando em cima de um aeromodelo. A escola foi campeã.

  • Em 2020, a escola Viradouro contou com uma comissão de frente com efeitos especiais e troca de roupa de componentes.

  • No Carnaval de 2023, a comissão de frente da escola Vila Isabel contou com dançarinos “levitando”. Os artistas encenavam uma festa para Baco, o deus do vinho.

Créditos das imagens

[1] A.PAES/ Shutterstock

[2] Wikimedia Commons

[3] Wikimedia Commons

[4] Wikimedia Commons

[5] Wikimedia Commons

[6] Agência Brasil/ Wikimedia Commons

Fontes

A COMISSÃO DE FRENTE. Guia do Carnaval do Rio, 2023. Disponível em: https://www.rio-carnaval.com/guia/por-dentro-da-escola-de-samba/comissao-de-frente

ALTINO, L. Mulheres 'levitam' na comissão de frente da Vila Isabel no Carnaval 2023. Globo, 23, jun. 2023. Disponível em: https://extra.globo.com/noticias/carnaval/mulheres-levitam-na-comissao-de-frente-da-vila-isabel-no-carnaval-2023-entenda-25663828.html

ANDRADE, A. C. J. S. Estratégia como prática na produção do desfile de uma escola de samba. Belo Horizonte: Editora Poisson, 2019. Disponível em: https://www.poisson.com.br/livros/individuais/Samba/Estrategia_Escola_Samba.pdf

CARAS. Vila Isabel fala da herança africana na cultura brasileira. Caras, 20 fev. 2012 (online). Disponível em: https://caras.uol.com.br/carnaval/desfile-da-vila-isabel.phtml

GENTILE, B. Comissão de frente da Mocidade faz Aladdin voar na avenida. UOL, Rio de Janeiro, 28 jun. 2019. Disponível em: https://www.uol.com.br/carnaval/2017/noticias/redacao/2017/02/28/comissao-de-frente-da-mocidade-faz-aladdin-voar-na-avenida-entenda.htm

QUESITOS EM JULGAMENTO. Comissão de frente. Guia do Carnaval do Rio, 2023. Disponível em: https://www.rio-carnaval.com/guia/quesitos-em-julgamento/comissao-de-frente  

Escritor do artigo
Escrito por: Silvia Tancredi Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

TANCREDI, Silvia. "Comissão de frente"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/carnaval/comissao.htm. Acesso em 22 de abril de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


Bateria das escolas de samba

Clique aqui e saiba o que é a bateria das escolas de samba. Conheça sua história, suas características e sua função. Descubra como ela é avaliada.
Carnaval

Carnaval

Saiba mais sobre o feriado de Carnaval: o que é, quando e por que surgiu o feriado. Veja ainda como é o Carnaval no Brasil e alguns locais para comemorar essa festa.
Carnaval

Carnaval no Brasil

Clique aqui para saber como é o Carnaval no Brasil. Veja quando é celebrada a festa e quais as características do Carnaval em cada região do país.
Carnaval

Componentes das escolas de samba

Confira aqui cada um dos componentes que fazem parte de um desfile de escola de samba.
Carnaval

Escolas de samba

Clique para saber mais sobre as escolas de samba. Entenda o contexto de surgimento das escolas de samba e dos desfiles que marcam o Carnaval brasileiro.
Carnaval

Fantasias de Carnaval

Acesse o texto para conhecer mais sobre a origem das fantasias de Carnaval. Entenda quando seu uso foi inserido no Carnaval brasileiro e o que ele significa.
Carnaval

Marchinhas de Carnaval

Clique no texto e saiba tudo sobre as marchinhas de Carnaval. Veja a origem das marchinhas, quando tiveram seu auge e quais são as mais famosas.
Carnaval

Mestre-sala e porta-bandeira

Clique aqui e saiba quem são o mestre-sala e a porta-bandeira. Descubra qual é a importância que possuem para o Carnaval.
Carnaval

Rainha de bateria

Clique aqui e saiba quem é a rainha da bateria de uma escola de samba. Conheça suas principais características, sua função e sua importância.
Carnaval

Samba-enredo

Acesse o texto e entenda o que é samba-enredo, quando e como surgiu e quais as suas características. Veja a evolução desse famoso elemento do Carnaval.
Carnaval