Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Dragão-de-komodo

O dragão-de-komodo é considerado o maior lagarto do mundo, podendo medir cerca de 3 metros de comprimento. A espécie é encontrada apenas na Indonésia.

Dragão-de-komodo
O dragão-de-komodo ocorre exclusivamente na Indonésia e se destaca por ser o maior lagarto do mundo.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

O dragão-de-komodo é uma espécie de réptil nativa da Indonésia. Esse animal se destaca por ser o maior lagarto do planeta, possuindo cerca de três metros de comprimento. Esse réptil é um carnívoro que morde sua presa e espera que ela morra em decorrência de seus ferimentos. Por muito tempo, acreditou-se que as presas morriam em decorrência das bactérias presentes na boca do dragão-de-komodo, entretanto, hoje se sabe que sua mordida, em associação com o veneno produzido por esses animais, provoca hemorragias graves.

Saiba mais: Diferenças entre crocodilos e jacarés — quais são elas?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre dragão-de-komodo

  • O dragão-de-komodo é encontrado na Indonésia.

  • Dragões-de-komodo se destacam como os maiores lagartos do mundo, apresentando mais de 3 metros de comprimento.

  • Estão no topo de sua cadeia alimentar.

  • Possuem saliva repleta de bactérias.

  • A morte das presas do dragão-de-komodo ocorre devido à ação do veneno produzido por esses animais.

  • Dragões-de-komodo são atualmente classificados pela IUCN como “em perigo”.

Classificação taxonômica do dragão-de-komodo

O nome científico do dragão-de-komodo é Varanus komodoensis. Essa espécie pertence à classe Reptilia, ordem Squamata, família Varanidae e gênero Varanus.

Características do dragão-de-komodo

O dragão-de-komodo é um réptil, o maior lagarto do mundo. Os machos da espécie podem apresentar cerca de 3 metros de comprimento e pesar mais de 160 kg, além de serem maiores que as fêmeas. Os adultos apresentam cor uniforme, que varia do marrom ao vermelho acinzentado, enquanto os jovens são verdes com faixas pretas e amarelas. Seu corpo é recoberto por escamas ásperas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Esses animais são robustos e apresentam membros e cauda fortes. Suas patas são curtas e possuem garras que ajudam a cortar a carne de suas presas. O focinho é arredondado, e a boca possui dentes afilados e serrilhados.

Esse réptil possui língua bifurcada, a qual é usada para sentir o ambiente. A língua é capaz de captar moléculas de cheiro que são processadas pelo órgão de Jacobson. O olfato do animal é bastante desenvolvido, sendo capaz de farejar uma presa a cerca de 4 km de distância.

Os dragões-de-komodo são diurnos e de hábitos solitários. Entretanto, como são animais oportunistas, é comum ver vários dragões-de-komodo reunidos para comer a carcaça de algum animal.

São animais terrestres, sendo os jovens essencialmente arbóreos. Viver em cima de árvores evita, por exemplo, que eles sejam mortos por indivíduos mais velhos Quando adultos, cavam tocas nas quais se abrigam. Eles são capazes de nadar e mergulhar. São lagartos ágeis, podendo atingir cerca de 20 km/h em sua locomoção.

Habitat do dragão-de-komodo

Um conjunto de ilhas indonésias são o único local onde os dragões-de-komodo são encontrados: as ilhas de Komodo (daí o nome da espécie), Flores, Rinca e Padar. Eles ocorrem em uma variedade de hábitats, incluindo florestas e savanas.

Alimentação do dragão-de-komodo

Os dragões-de-komodo são uma espécie carnívora que está no topo da sua cadeia alimentar. Eles apreciam, principalmente, carniça, mas também capturam presas. Dentre elas, estão veados, porcos selvagens, búfalos, cabras e dragões-de-komodo jovens. Quando jovens, se alimentam de pequenos répteis, ovos e insetos.

A espécie não costuma correr atrás de suas presas, destacando-se pela caça por emboscada. Por muito tempo, acreditou-se que a morte das presas ocorria devido a infecções severas em seus ferimentos. Essas infecções seriam resultadas da ação da saliva rica em micro-organismos. Estima-se que a saliva dos dragões-de-komodo apresentem cerca de 50 tipos diferentes de bactérias.

Uma pesquisa realizada em 2009, intitulada A central role for venom in predation by Varanus komodoensis (Komodo Dragon) and the extinct giant Varanus (Megalania) priscus, demonstrou que a morte das presas do dragão-de-komodo é, na realidade, resultado das feridas profundas e do veneno com atividades tóxicas produzido pelo animal, os quais provocam hemorragias fulminantes. O veneno do dragão-de-komodo apresenta ação anticoagulante e induz o choque. De acordo com o estudo, a noção de que o lagarto mata devido à ação de suas bactérias orais está incorreta.

Leia também: Tartarugas marinhas — répteis migratórios de grande porte

Reprodução do dragão-de-komodo

Na época reprodutiva, machos entram em luta corporal para conseguirem acasalar com uma fêmea. Durante a luta, os animais adotam uma posição vertical e tentam derrubar seu adversário. Após o acasalamento, é comum que o macho permaneça com a fêmea por alguns dias a fim de evitar que outros machos copulem com ela.

Dragões-de-komodo lutando.
Dragões-de-komodo lutam para competirem pela fêmea.

A fêmea bota de 24 a 26 ovos em buracos que ela cava no chão. Os ovos são colocados e cobertos com terra e folhas. A incubação é de cerca de oito meses. Os filhotes nascem com um pouco mais de 37 centímetros de comprimento, e não há cuidado parental após o nascimento. Depois disso, eles se mudam para árvores, onde permanecem até cerca de oito meses, quando se tornam muito grandes para o hábito arborícola. A expectativa de vida desses animais é de 50 anos.

O dragão-de-komodo está em extinção?

Atualmente, o dragão-de-komodo está classificado pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como em perigo”. Dentre os fatores que afetam as populações da espécie podemos citar a perda do habitat, a caça e a redução do número de presas naturais.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Dragão-de-komodo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/animais/dragao-de-komodo.htm. Acesso em 03 de julho de 2022.

De estudante para estudante


PUBLICIDADE

Estude agora


10 anos da Guerra Civil Síria

Assista a nossa videoaula para conhecer a história dos 10 anos da Guerra Civil Síria. Confira também no nosso canal...

A condição pós-moderna de Jean-François Lyotard

Jean-François Lyotard é um dos pensadores que se dedicam a entender a complexa condição pós-moderna. Entender a...