close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Bicho-pau

Bicho-pau é o nome popular dado a diferentes espécies de insetos da ordem Phasmatodea. Eles se caracterizam por possuírem um corpo que lembra gravetos.

O bicho-pau apresenta um corpo alongado que lembra um graveto.
O bicho-pau apresenta um corpo alongado que lembra um graveto.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Bicho-pau é o nome dado a alguns insetos que apresentam grande semelhança com pequenos gravetos. Essa semelhança faz com que esses animais, muitas vezes, passem despercebidos pelos nossos olhos e também pelos predadores.

Devido à sua aparência, o bicho-pau destaca-se como um dos animais que possuem a camuflagem mais eficiente do planeta. Os bichos-pau, também chamados de mané-magro ou treme-treme, são encontrados com maior frequência em regiões tropicais, mas podem ocorrer em áreas subtropicais e temperadas.

Saiba mais: Quais são as principais ordens de inseto que possuem importância econômica?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o bicho-pau

  • Bicho-pau é o nome dado a diferentes espécies da ordem Phasmatodea.

  • É um animal que apresenta semelhança com gravetos.

  • A maioria das espécies apresenta dimorfismo sexual.

  • Esses animais são encontrados majoritariamente nos trópicos.

  • A maioria das espécies apresenta reprodução sexuada, porém alguns realizam partenogênese.

  • Os bichos-pau se alimentam de folhas.

  • Esses animais apresentam grande capacidade de camuflagem.

Características do bicho-pau

Bicho-pau é o nome dado a diferentes espécies pertencentes à ordem Phasmatodea, a qual possui mais de 3000 espécies descritas. Esse animal, também conhecido como treme-treme ou mané magro, é um inseto, portanto possui algumas características básicas desse grupo, tais como o corpo dividido em cabeça, tórax e abdômen, três pares de pernas e um par de antenas. Como seu nome sugere, sua característica mais marcante é o corpo que lembra gravetos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Podemos descrever o bicho-pau como um animal de corpo alongado e subcilíndrico, que possui pernas longas, finas e com expansões. Sua cabeça é pequena e possui olhos bem desenvolvidos. Esses animais possuem peças bucais mandibuladas. As espécies de bicho-pau existentes variam muito em tamanho, com algumas apresentando cerca de um centímetro e outras que podem atingir mais de 30 cm de comprimento.

É possível observar a presença de dimorfismo sexual na maioria das espécies. Em algumas delas, por exemplo, os machos são menores e possuem asas. Já em outras, as asas estão presentes nas fêmeas.

Vale destacar também que algumas pessoas criam o bicho-pau como animal de estimação. Para viverem em cativeiro, eles devem receber boa ventilação e folhas frescas.

Conheça também: Gafanhoto — outro inseto que também se alimenta de folhas

Alimentação do bicho-pau

Alimentando-se principalmente de folhas, o bicho-pau é classificado como fitófago (herbívoro).

Bicho-pau sobre folha
O bicho-pau é um animal com alimentação baseada na ingestão de folhas.

Comportamento do bicho-pau

O bicho-pau possui hábitos noturnos, ou seja, é ativo durante a noite. Esse animal, geralmente, é observado quase imóvel sobre as plantas durante o dia ou fazendo movimentos rítmicos lentos, que lembram um galho balançando ao vento.

Para olhos desatentos, o animal pode ser imperceptível, devido ao seu incrível poder de camuflagem. Normalmente, ele coloca as pernas dianteiras para frente, cobrindo sua cabeça e antenas. As outras pernas ficam distendidas para trás.

A camuflagem realizada pelo bicho-pau é chamada de homotipia, pois ele apresenta estrutura corporal que se assemelha ao ambiente. Esse tipo de camuflagem também pode ser observado nos chamados bichos-folha.

Vale destacar que algumas espécies de bicho-pau apresentam outras defesas além da camuflagem, como, por exemplo, eliminar um fluído que possui cheiro desagradável.

Leia também: Polvos — animais conhecidos pela incrível capacidade de camuflagem

Reprodução do bicho-pau

O bicho-pau apresenta, na maioria das espécies, reprodução do tipo sexuada. A cópula geralmente é prolongada, demorando vários dias em alguns casos. O macho monta a fêmea e a fecunda. Seus ovos podem ser colocados no chão, em cascas de árvores ou em fendas, a depender da espécie.

Esses ovos apresentam um formato que lembra uma semente, em geral. Após eclodir do ovo, o inseto, que recebe o nome de ninfa, é semelhante ao adulto. Por possuírem fase de ovo, ninfa e adulto, podemos concluir que o desenvolvimento desses insetos é hemimetábolo, isto é, indireto.

Vale destacar que algumas espécies são capazes de se reproduzir por partenogênese, um tipo de reprodução assexuada. Nesse caso, as fêmeas colocam ovos não fecundados, os quais serão responsáveis por gerar outras fêmeas.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Bicho-pau"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/animais/bicho-pau.htm. Acesso em 21 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Estude agora


Tempos derivados

São derivados os tempos verbais que se originam de outros primitivos. Assista a esta videoaula para aprender um pouco...

América Central

Assista à nossa aula e descubra a América Central. Conheça os países que formam essa região do continente...