Topo
pesquisar

Hipovitaminose

Saúde na escola

Hipovitaminose ou avitaminose é o nome dado às doenças causadas pela falta de vitaminas no organismo.
Uma alimentação saudável inclui fontes de vitaminas
Uma alimentação saudável inclui fontes de vitaminas
PUBLICIDADE

As vitaminas são compostos orgânicos importantes para o crescimento e funcionamento da célula, sendo fundamentais, portanto, para o desenvolvimento do organismo. Sua deficiência provoca doenças graves, que são denominadas genericamente de avitaminoses ou hipovitaminoses.

A deficiência de uma determinada vitamina apresenta relação direta com a alimentação com poucos nutrientes. Entretanto, é importante salientar que diarreia e náusea prolongadas, problemas de absorção e outras doenças também podem ocasionar a falta desses nutrientes.

Hipovitaminose A

A falta da vitamina A, sem dúvidas, é uma das mais preocupantes, sendo considerada um problema de saúde pública pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Normalmente acomete pessoas com nível socieconômico baixo e que não possuem acesso a uma alimentação saudável e à quantidade necessária de nutrientes.

Em crianças, a hipovitaminose A representa um grave problema, pois desencadeia retardo no crescimento e aumento nas chances de infecções. Vale destacar, no entanto, que o principal problema da deficiência dessa vitamina relaciona-se com os olhos, pois ela é responsável por ocasionar cegueira noturna, xerose, xeroftalmia e até mesmo a cegueira total.

Hipovitaminose B1

A vitamina B1, também chamada de tiamina, atua no metabolismo energético de carboidratos. A deficiência dessa vitamina provoca uma doença conhecida como beribéri, que apresenta como manifestações clínicas insônia, nervosismo, perda de apetite, dificuldade respiratória, edema nos membros inferiores, sensações cutâneas, como formigamentos, e insuficiência cardíaca.

Hipovitaminose B3

A deficiência de vitamina B3, também chamada de niacina, provoca uma doença conhecida como pelagra, que acomete, principalmente, pessoas que vivem em regiões onde a dieta é pobre em nutrientes. A pelagra é conhecida como a doença dos três “D” por causar dermatite, diarreia e demência.

Hipovitaminose B12

A deficiência de vitamina B12 raramente ocorre por deficiência alimentar, sendo normalmente desencadeada pela deficiência do fator intrínseco, que é responsável pela absorção da vitamina. Essa hipovitaminose é grave e ocasiona problemas como a anemia megaloblástica, diarreia, alterações de memória, depressão, psicose, alucinações, problemas de equilíbrio e, até mesmo, coma.

Hipovitaminose C

A deficiência de vitamina C provoca uma doença denominada de escorbuto, que é relativamente rara nos dias atuais. O escorbuto causa palidez, febre, anorexia, hemorragias gengivais, dores em membros inferiores e anemias.

Hipovitaminose D

A vitamina D está diretamente relacionada com a manutenção das concentrações de cálcio e fósforo no organismo. Assim sendo, sua deficiência provoca problemas no desenvolvimento de ossos e dentes.

O raquitismo é a forma clínica da hipovitaminose D e caracteriza-se pela mineralização inadequada dos ossos. Quando acomete adultos, a deficiência de vitamina D desencadeia o enfraquecimento dos ossos (osteomalácia) e provoca deformidades nessas estruturas. Além dos problemas ósseos, essa hipovitaminose pode desencadear problemas no crescimento, problemas dentários, sudorese e hipotonia muscular.

Hipovitaminose E

A vitamina E, em razão do seu alto poder antioxidante, está relacionada com o combate ao estresse oxidativo. Sua deficiência provoca anemia hemolítica e outros problemas, como deficiência neurológica, diminuição da imunidade e irritabilidade.

Hipovitaminose K

A vitamina K atua, principalmente, na coagulação do sangue; portanto, sua deficiência está relacionada com o aumento do tempo de sangramentos sem que haja coagulação, ocasionando, assim, hemorragias. Entre as causas dessa deficiência, destacam-se, além da alimentação inadequada, o uso de medicamentos, alterações na absorção intestinal e grandes doses de vitamina A e E, que atuam contrariamente à vitamina K.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Hipovitaminose"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/saude-na-escola/hipovitaminose.htm>. Acesso em 18 de dezembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA