Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Ogum

Ogum é um orixá que representa a coragem, a guerra, a tecnologia, o trabalho árduo, o ferro, a caça e a agricultura.

Estátua de Ogum.
Ogum é um orixá que possui histórias que revelam sobre os avanços da humanidade em áreas como a agricultura e a caça.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Ogum é um Orixá que representa a coragem, a guerra, a tecnologia, o trabalho árduo, o ferro, a caça e a agricultura. Segundo Pai Pablo de Ogum, sacerdote do terreiro Luz de Nzambi, com quem conversamos para compreender melhor esse Orixá, Ogum desvendou o segredo do ferro e da agricultura, compartilhando esses conhecimentos com os humanos. Sua história envolve a criação de áreas de plantio, sendo reconhecido como o Orixá que abre caminhos.

Durante a proibição da umbanda, Ogum foi sincretizado com São Jorge devido à semelhança de características guerreiras, permitindo a prática da religião em segredo. Ogum é associado às cores azul ou vermelho, e seus símbolos incluem espada e cachorro. Seus domínios abrangem a guerra, tecnologia, leis, siderurgia e metalurgia, com oferendas como feijoada, farofa de feijão-fradinho e inhame.

O dia de culto a Ogum é terça-feira, e a oração inclui pedidos de proteção contra inimigos, armas de fogo e outros perigos. Pai Pablo de Ogum destaca a importância da tradição oral na transmissão das histórias nas religiões de matriz africana e enfatiza que as características dos filhos de Ogum podem variar, não sendo determinadas apenas pelo Orixá.

Leia também: Exu — detalhes sobre o Orixá que é o irmão mais novo de Ogum

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Ogum

  • Ogum é um Orixá que representa a coragem, a guerra, a tecnologia, o trabalho árduo, o ferro, a caça e a agricultura.

  • Ogum teria sido criado com os outros Orixás quando Olodumarê criou os Orixás, o mundo e a humanidade.

  • Ogum descobriu o segredo do ferro, da agricultura e compartilhou com os humanos.

  • A umbanda foi uma religião perseguida, então Ogum precisou ser sincretizado com São Jorge.

  • As cores de Ogum podem ser o azul ou o vermelho.

  • Alguns dos símbolos de Ogum são a espada e o cachorro.

  • O elemento mais marcante de Ogum são os metais de uma forma geral.

  • Ogum tem domínio sobre a guerra, a tecnologia, as leis, a siderurgia e a metalurgia.

  • Uma das oferendas que podem ser dadas a Ogum é a feijoada.

  • As principais características dos filhos de Ogum são a facilidade em se irritar, o gosto por festas e comemorações, a preferência por enfrentar novos desafios em vez de viver uma rotina preestabelecida e a ojeriza por injustiças.

  • Na semana, o dia de Ogum é terça-feira. Por ter sido associado com São Jorge, é celebrado anualmente no dia 23 de abril.

Quem é Ogum?

Ogum é um Orixá que representa a coragem, a guerra, a tecnologia, o trabalho árduo, o ferro, a caça e a agricultura. Para compreender melhor esse Orixá, conversamos com Pai Pablo de Ogum, sacerdote do terreiro Luz de Nzambi.

Antes de tudo, questionamos ao Pai Pablo quem é Ogum. Ele afirmou que Ogum é um dos principais Orixás, ele representa a coragem, a força, a guerra, a tecnologia, a metalurgia, o trabalho árduo e, também, os caminhos, por ser irmão de Exu. É sempre representado como um guerreiro valente e carregando uma espada.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

História de Ogum

Ogum possui muitas histórias interessantes, o Pai Pablo de Ogum nos contou uma que revela o caráter civilizatório e de desenvolvimento tecnológico de Ogum.

Antes de começar a história, ele diz que esse é um conto que lhe foi passado por sua avó. O que é relevante, pois, nas religiões de matiz africana, as histórias vêm sobrevivendo a milênios por meio da tradição oral, passada de geração para geração.

A história contada por Pai Pablo de Ogum é a seguinte:

Nos primórdios, quando Olodumarê criou os Orixás, o Mundo e a humanidade / Humanos e Orixás viviam lado a lado / Com o tempo a população foi crescendo e se tornou necessário a criação de novas áreas de plantio / Foi decidido que um Orixá seria escolhido para fazer esse trabalho / Ogum foi incumbido deste papel / Com seu facão ele começou a trabalhar o terreno e preparou as lavouras / A partir daí ele ficou conhecido como Orixá que abre os caminhos, junto com Exu / Todo ficaram admirados como ele trabalhava, muito por conta da sua ferramenta / Poucos conheciam o segredo do ferro, na época / Então, os outros Orixás começara a pedir para ele revelar o segredo do ferro / Pois o material era perfeito para agricultura, para caça e para guerra / Ogum só aceitou revelar seu segredo se ele fosse considerado rei em Ifé / Dessa forma, ele se torna rei e começa a governar Ifé / Tempos depois, Ogum saiu para caçar e retornou muito sujo e com as roupas rasgadas / Isso causou uma péssima impressão no reino / Houve uma reunião entre os Orixás, que decidiram por destituir o reinado de Ogum / Quando recebeu a notícia, Ogum ficou profundamente sentido / Pegou suas ferramentas e foi para Irê, onde construiu sua casa / Depois disso, os humanos foram agraciados com o dom da metalurgia, técnicas de caça e estratégias de guerra

Veja também: Iemanjá — a Orixá conhecida como a mãe de todos os Orixás

Sincretismo de Ogum com São Jorge

Pai Pablo de Ogum conta que o sincretismo foi uma questão de sobrevivência da umbanda. Houve um período em que a religião era proibida no Brasil, e por questões racistas da sociedade era complicado cultuar santos negros. Então, foram escolhidos santos da Igreja Católica que tivessem características semelhantes aos Orixás para fazer uma substituição simbólica e poder se praticar a religião em segredo. Como São Jorge é guerreiro, ele foi escolhido para representar Ogum.

Arranjos de flores próximo à imagem de São Jorge, o santo católico associado ao orixá Ogum.
São Jorge é o santo católico associado a Ogum.

 

Cores de Ogum

As cores de Ogum podem ser o azul ou o vermelho.

Símbolos de Ogum

Alguns dos símbolos de Ogum são a espada e o cachorro.

Duas espadas losagulares cruzadas sobre o nome de Ogum.
Espadas cruzadas representando Ogum.

Elementos de Ogum

O elemento mais marcante de Ogum são os metais de uma forma geral. Mas, Pai Pablo de Ogum diz que Ogum também está associado ao ar elemental (ar puro), assim como Iansã.

Acesse também: Iansã — detalhes sobre a Orixá dos ventos, das tempestades e dos rituais funerários

Domínio de Ogum

Ogum é um Orixá que representa a coragem, a guerra, a tecnologia, o trabalho árduo, o ferro, a caça e a agricultura. O Orixá tem domínio sobre a guerra, a tecnologia, as leis, a siderurgia e a metalurgia.

Quais são as características dos filhos de Ogum?

Pai Pablo de Ogum utilizando um colar azul ritualístico de Ogum.
Pai Pablo de Ogum, sacerdote do terreiro Luz de Nzambi e um dos filhos de Ogum.
(Crédito: Acervo / Pai Pablo de Ogum)

Sobre as características dos filhos de Ogum, Pai Pablo diz que algumas questões marcantes são a facilidade em se irritar, o gosto por festas e comemorações, a preferência por enfrentar novos desafios em vez de viver uma rotina preestabelecida.

Outro aspecto ressaltado foi a ojeriza por injustiças. São pessoas não suportam presenciar cenas de injustiça, seja com pessoas próximas, seja com desconhecidas.

Quais oferendas podem ser dadas a Ogum?

 Panela com feijoada feita com feijão-preto, uma das oferendas que podem ser dadas a Ogum.
A feijoada feita com feijão-preto é uma das oferendas que podem ser dadas a Ogum.

O Pai de Santo nos conta que podem ser oferecidos a Ogum feijoada (com feijão-preto), farofa de feijão-fradinho e inhame. Pablo também fala que há outros pratos que podem ser servidos a depender da necessidade.

Leia também: Oxóssi (Odé) — o Orixá que recebe como oferendas carnes de caça, grãos e frutas em geral

Saudação a Ogum

Pàtàkòrí Ogum, Ogunhê.

Oração para Ogum

Segundo Pai Pablo de Ogum, a oração para Ogum é a seguinte:

Ogum, rogai por nós. Nunca ficará sem resposta àquele que nele crê… Ogunhê meu Pai!

Eu andarei vestido e armado com as armas de Ogum para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal.

Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar.

Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça. Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições. Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meus inimigos.

Glorioso Ogum, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja, com o poder de Deus, de Jesus e da falange do divino Espírito Santo.

Que assim seja, amém!

Dia de Ogum

  • Na semana: o dia de Ogum, na semana, é terça-feira.

  • No ano: o dia de Ogum, adotado devido ao sincretismo, é o dia de São Jorge, 23 de abril. Nesse dia, conforme nos explicou Pai Pablo de Ogum, é feita uma feijoada para comemorar.

Fonte

Entrevista realizada com o Pai Pablo de Ogum, sacerdote do terreiro Luz de Nzambi.

Escritor do artigo
Escrito por: Tiago Vechi Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

VECHI, Tiago. "Ogum"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/religiao/ogum.htm. Acesso em 21 de abril de 2024.

De estudante para estudante