Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Cristianismo

O cristianismo é a maior religião do mundo. Fundamenta-se nos ensinamentos de Jesus Cristo e destaca-se pela crença na sua morte e na sua ressurreição.

Representação gráfica de Jesus Cristo de costas, o profeta cuja mensagem levou ao surgimento do cristianismo.
Jesus Cristo é o profeta cuja mensagem levou ao surgimento do cristianismo.
Crédito da Imagem: Shutterstock.com
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O cristianismo é a maior religião do mundo. É uma religião abraâmica fundamentada nos ensinamentos de Jesus Cristo que se destaca pela crença na sua morte e ressurreição como a redenção da humanidade. Suas crenças centrais incluem a fé na Santíssima Trindade, na divindade de Jesus e na salvação pela graça. Com diversas ramificações, como o catolicismo romano, o protestantismo e a ortodoxia, o cristianismo originou-se na Palestina no século I, espalhando-se rapidamente pelo Império Romano e tornando-se uma das principais religiões do mundo.

Leia também: Jesus Cristo — detalhes sobre o profeta cuja mensagem levou ao surgimento do cristianismo

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o cristianismo

  • O cristianismo é a maior religião do mundo.

  • É uma religião abraâmica que se baseia nos ensinamentos de Jesus Cristo, com ênfase na crença na sua morte e ressurreição como redenção da humanidade.

  • As crenças do cristianismo incluem a fé na Santíssima Trindade, na divindade de Jesus, na salvação pela graça e na ressurreição dos mortos.

  • Os principais símbolos do cristianismo são a cruz, representando o sacrifício de Jesus, e o peixe (Ichthys), utilizado pelos primeiros cristãos durante perseguições.

  • As práticas e rituais do cristianismo variam, incluindo oração, batismo e comunhão, com significados simbólicos importantes para os fiéis.

  • As festas cristãs mais importantes são o Natal, a Páscoa e o Pentecostes, celebrando o nascimento, a ressurreição e a descida do Espírito Santo, respectivamente.

  • O cristianismo é composto por diversas religiões, como o catolicismo romano, o protestantismo e a ortodoxia, cada uma com suas próprias tradições e práticas.

  • O cristianismo teve origem na Palestina no século I, seguindo os ensinamentos de Jesus Cristo, e se espalhou rapidamente pelo Império Romano.

  • O cristianismo tem seguidores em todos os continentes, tornando-se uma das principais religiões do mundo, com grande diversidade de práticas e tradições culturais.

  • No Brasil, o cristianismo chegou com os colonizadores portugueses no século XVI, sendo o catolicismo romano a religião oficial por muitos anos, mas hoje o país abriga uma diversidade de denominações cristãs.

  • O cristianismo deixou um legado duradouro na história da humanidade, influenciando arte, filosofia, moralidade e instituições sociais, com uma ética de amor ao próximo e justiça social.

O que é o cristianismo?

O cristianismo é a maior religião do mundo. É uma religião abraâmica que se baseia nos ensinamentos de Jesus Cristo. Seus adeptos acreditam que Jesus é o filho de Deus e o Messias prometido nas Escrituras Hebraicas (Antigo Testamento). A essência do cristianismo reside na fé na morte e ressurreição de Jesus, consideradas pelos cristãos como a redenção da humanidade do pecado e a garantia da vida eterna.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Crenças do cristianismo

As principais crenças do cristianismo incluem a Santíssima Trindade (Deus como Pai, Filho e Espírito Santo), a divindade de Jesus, a salvação pela graça mediante a fé, a ressurreição dos mortos e o Juízo Final. Diferentes denominações cristãs podem ter nuances em suas crenças, mas esses princípios são comuns a grande parte delas.

Símbolos do cristianismo

Cruz de madeira, um dos principais símbolos do cristianismo.
A cruz é um dos principais símbolos do cristianismo.

Os símbolos mais reconhecidos do cristianismo são a cruz e o peixe. A cruz representa o sacrifício de Jesus na crucificação, enquanto o peixe (Ichthys) era um símbolo utilizado pelos primeiros cristãos durante períodos de perseguição, representando Jesus como o Salvador.

Práticas e rituais do cristianismo

As práticas e rituais do cristianismo variam de acordo com as tradições denominacionais. Entre os mais comuns estão a oração, o batismo (que simboliza a entrada na comunidade cristã) e a comunhão (ou Eucaristia, em que os fiéis compartilham o pão e o vinho, representando o corpo e o sangue de Cristo).

Festas do cristianismo

As festas cristãs mais importantes incluem o Natal (celebrando o nascimento de Jesus), a Páscoa (comemorando sua ressurreição) e o Pentecostes (celebrando a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos). Essas festas são celebradas de maneira significativa em todas as denominações cristãs.

Religiões do cristianismo

O cristianismo é uma religião diversificada, com várias denominações, incluindo o catolicismo romano, o protestantismo e a ortodoxia. Cada uma dessas ramificações tem suas próprias tradições, doutrinas e práticas litúrgicas:

  • Catolicismo romano: a Igreja Católica Romana é a maior denominação cristã do mundo. Ela se baseia na autoridade do papa, líder máximo da Igreja, e enfatiza a tradição apostólica, o sacramento e a autoridade do Magistério para interpretar a Escritura.

  • Ortodoxia oriental: as Igrejas Ortodoxas Orientais, como a Igreja Ortodoxa Grega e a Igreja Ortodoxa Russa, têm uma estrutura semelhante à católica, mas não reconhecem a autoridade do papa. Elas enfatizam a tradição e os sacramentos.

  • Protestantismo: o protestantismo abrange uma grande variedade de denominações que surgiram da Reforma Protestante no século XVI. Algumas das principais são:

    • Luteranismo: fundado por Martinho Lutero, enfatiza a salvação pela fé, a autoridade das Escrituras e os sacramentos, especialmente o batismo e a Eucaristia.

    • Calvinismo: baseado nas ideias de João Calvino, enfatiza a soberania de Deus, a predestinação e a autoridade das Escrituras. Denominações calvinistas incluem presbiterianos, reformados e congregacionais.

    • Anglicanismo: originou-se na Inglaterra durante a Reforma. Combina elementos do catolicismo romano e do protestantismo, enfatizando a autoridade da Escritura, a tradição e a razão. A Comunhão Anglicana é uma família de igrejas anglicanas ao redor do mundo.

    • Metodismo: fundado por John Wesley, enfatiza a santidade pessoal, o evangelismo e a justiça social.

    • Batistas: baseiam-se no batismo de crentes adultos por imersão, na autoridade das Escrituras e na separação entre Igreja e Estado.

    • Pentecostalismo: enfatiza a experiência do Espírito Santo, incluindo o batismo no Espírito Santo, o falar em línguas e os dons espirituais.

    • Outras denominações: existem muitas outras denominações protestantes, incluindo metodistas, congregacionais, adventistas, entre outras.

  • Outras denominações e movimentos: além das principais vertentes, existem diversas outras denominações e movimentos cristãos, como os quacres, os santos dos últimos dias (mórmons), os testemunhas de Jeová, entre outros, cada um com suas próprias crenças e práticas distintas.

Veja também: Judaísmo — detalhes sobre a religião que influenciou o cristianismo e o islamismo

Origem e história do cristianismo

Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém, um importante templo do cristianismo.
A Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém, é um importante templo do cristianismo. [1]

O cristianismo tem uma história que se estende por mais de dois milênios, atravessando diferentes épocas e continentes. Sua história começa na Palestina do século I, com os ensinamentos de Jesus Cristo, que pregava o amor, a compaixão e a redenção da humanidade. A mensagem de Jesus rapidamente encontrou seguidores entre os judeus e, posteriormente, entre os gentios, espalhando-se pelo vasto Império Romano.

Durante a Idade Média, o cristianismo se tornou uma força dominante na Europa, exercendo não apenas influência religiosa, mas também política e cultural. Sob o imperador Constantino, no século IV, o cristianismo foi estabelecido como a religião oficial do Império Romano, marcando um ponto de virada significativo em sua história. No entanto, esse período também testemunhou divisões dentro da Igreja, culminando no Grande Cisma de 1054, que dividiu a cristandade entre o catolicismo romano e a Igreja Ortodoxa.

A Idade Moderna trouxe mudanças profundas para o cristianismo, com eventos como a Reforma Protestante liderada por Martinho Lutero no século XVI. A Reforma Protestante desafiou as doutrinas e práticas da Igreja Católica Romana, resultando em divisões e conflitos dentro do mundo cristão. Em resposta à Reforma, a Igreja Católica lançou a Contrarreforma, ou Reforma Católica, buscando revitalizar e reformar a fé católica.

À medida que o mundo entrou na Idade Contemporânea, o cristianismo enfrentou novos desafios e oportunidades. O crescimento e a diversificação das denominações cristãs, como o pentecostalismo e o evangelicalismo, marcaram esse período. No entanto, a influência da religião na sociedade ocidental começou a declinar, com o surgimento do secularismo e do ateísmo.

Apesar desses desafios, o cristianismo continuou a expandir-se globalmente, encontrando novos seguidores em regiões não ocidentais, como África e Ásia. Hoje, o cristianismo é uma religião verdadeiramente global, com seguidores em todos os continentes e uma influência duradoura na história da humanidade. Seu legado de amor, perdão e justiça social continua a inspirar milhões de pessoas em todo o mundo, mesmo diante das mudanças e desafios do século XXI.

Acesse também: Islamismo — detalhes sobre a segunda maior religião do mundo

Cristianismo no mundo

O cristianismo se espalhou rapidamente pelo Império Romano e além, tornando-se uma das principais religiões do mundo. Atualmente, o cristianismo tem seguidores em todos os continentes, com uma grande diversidade de práticas e tradições culturais.

Cristianismo no Brasil

O cristianismo chegou ao Brasil junto com os colonizadores portugueses no século XVI. O Catolicismo Romano foi a religião oficial do país por séculos, mas hoje o Brasil abriga uma grande diversidade de denominações cristãs, incluindo o protestantismo e a Igreja Ortodoxa.

Legados do cristianismo

O cristianismo deixou um legado duradouro na história da humanidade, influenciando a arte, a filosofia, a moralidade e as instituições sociais. Sua ética de amor ao próximo, perdão e justiça social continua a inspirar milhões de pessoas em todo o mundo.

Curiosidades sobre o cristianismo

  • A Bíblia, o livro sagrado do cristianismo, é o texto mais traduzido e vendido do mundo.

  • O Vaticano, a sede da Igreja Católica Romana e um importante centro religioso, é o menor país do mundo em área.

  • A Igreja Ortodoxa tem uma rica tradição de ícones religiosos, considerados janelas para o divino.

Exercícios resolvidos sobre o cristianismo

Questão 1

Durante a Idade Média, o cristianismo exerceu uma influência dominante na Europa, moldando não apenas questões religiosas, mas também políticas e culturais. Um dos eventos marcantes desse período foi o Grande Cisma de 1054, que dividiu a cristandade em duas grandes ramificações. Qual foi o principal resultado desse cisma?

A) O surgimento do protestantismo como uma nova corrente cristã.

B) A unificação das igrejas ocidentais e orientais sob o domínio papal.

C) A divisão entre a Igreja Católica Romana e a Igreja Ortodoxa.

D) A supressão das crenças cristãs na Europa Oriental.

E) A conquista da Terra Santa pelos muçulmanos.

Resolução:

Alternativa C.

O principal resultado do Grande Cisma de 1054 foi a divisão da cristandade entre a Igreja Católica Romana, com sede em Roma, e a Igreja Ortodoxa, com sede em Constantinopla. Esse cisma teve profundas implicações políticas e religiosas na Europa Oriental e Ocidental, marcando uma divisão duradoura dentro do cristianismo.

Questão 2

A Reforma Protestante, liderada por Martinho Lutero no século XVI, teve um impacto significativo no cristianismo e na história da Europa. Um dos pontos centrais da Reforma era a contestação de certas práticas e doutrinas da Igreja Católica Romana. Qual das seguintes afirmações melhor descreve uma das principais críticas de Lutero à igreja da época?

A) A ênfase exagerada na teologia cristã e na devoção aos santos.

B) A venda de indulgências como forma de perdão dos pecados.

C) A promoção da educação e alfabetização entre os fiéis.

D) A supressão da liberdade de expressão e pensamento religioso.

E) A defesa da autoridade absoluta do papa sobre todas as questões espirituais.

Resolução:

Alternativa B.

Uma das principais críticas de Martinho Lutero à Igreja Católica Romana era a prática da venda de indulgências, sendo que os fiéis podiam comprar perdão dos pecados. Lutero via essa prática como uma corrupção e distorção dos ensinamentos cristãos, levando-o a desafiar a autoridade e a doutrina da Igreja da época.

Crédito de imagem

[1] Gerd Eichmann / Wikimedia Commons (reprodução)

Fontes

ALEXANDER, Bruno. O Livro das Religiões. Rio de Janeiro: Globo Livros, 2016.

SHELLEY, Bruce. História do cristianismo: Uma obra completa e atual sobre a trajetória da igreja cristã desde as origens até o século XXI. Thomas Nelson: 2018.

Escritor do artigo
Escrito por: Tiago Soares Campos Bacharel, licenciado e doutorando em História pela USP. Bacharel em Direito e pós-graduado em Direito pela PUC. É professor de História e autor de materiais didáticos há mais de 15 anos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

CAMPOS, Tiago Soares. "Cristianismo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/religiao/cristianismo.htm. Acesso em 27 de maio de 2024.

De estudante para estudante