Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

O que é metástase?

Entender o que é metástase é fundamental para compreender a importância do diagnóstico precoce e do tratamento imediato do câncer a fim de evitar problemas maiores.

Quadro com o conceito de metástase.
Conceito de metástase.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Metástase é um processo observado em alguns tipos de câncer, ocorrendo quando células se separam do tumor principal e, por meio da circulação linfática e/ou sanguínea, atingem outras partes do corpo, formando novos tumores. Trata-se de um processo que ocorre apenas em tumores malignos, não sendo observado em tumores benignos.

As metástases não apresentam uma hora certa para ocorrer, sendo fundamental, portanto, que um diagnóstico correto e rápido do câncer primário seja feito e o tratamento seja iniciado rapidamente para evitar a formação de novos tumores.

Leia também: Câncer de pulmão — o tipo de tumor mais comum no mundo

Tópicos deste artigo

Resumo sobre metástase

  • Metástases ocorrem quando o câncer se dissemina para outras partes do corpo.

  • Para a formação de tumores em outras partes do corpo, as células cancerígenas viajam por meio da circulação linfática e/ou sanguínea.

  • Metástases não ocorrem em tumores benignos.

  • Os sintomas da metástase surgem como sintomas adicionais aos que o paciente com câncer já apresentava.

  • Quimioterapia, imunoterapia, radioterapia e terapia hormonal são tratamentos usados em caso de metástase.

O que é metástase?

Ilustração em 3D de metástase se espalhando por meio de células cancerígenas.
Na metástase, as células cancerosas se soltam do tumor original, migram para outras partes do corpo e formam novos tumores.

Metástase pode ser definida, de acordo com a publicação ABC do câncer: abordagens básicas para o controle do câncer, do Ministério da Saúde e Instituto Nacional de Câncer, como o comprometimento à distância por uma parte do tumor que não guarda relação direta com o foco primário.

De maneira simplificada, podemos dizer que a metástase acontece quando células cancerígenas se desprendem do seu local inicial e se espalham para outras partes do corpo formando novos tumores. Assim sendo, a metástase seria um tipo de tumor secundário que surgiu de um câncer que se desenvolveu em outra região.

As metástases não ocorrem nos chamados tumores benignos, ocorrendo apenas nos tumores malignos, também denominados cânceres. A capacidade de formar outros tumores em outras regiões do corpo destaca-se como uma das principais características do câncer.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Vale ressaltar que as células cancerígenas, ao se desprenderem do tumor original e migrarem pelo corpo, podem morrer antes mesmo de formarem novos tumores, não causando problemas nesses casos. Além disso, de acordo com o Oncoguia, após todas as etapas pelas quais as células passam para formar novos tumores, estas podem já não ser exatamente as mesmas que iniciaram o tumor primário, no entanto terão as características das células onde se originaram. Isso faz com que o tratamento seja mais difícil.

A metástase não apresenta um momento certo para ocorrer. Em alguns casos, ela pode acontecer rapidamente; em outros, pode demorar anos para se apresentar; e em algumas situações, ela nem mesmo ocorre. Entretanto, é importante destacar que quanto mais rápido o diagnóstico de um câncer é feito e o tratamento iniciado, maiores as chances de se evitar metástases.

Veja também: Tumor é câncer?

Como a metástase acontece?

Como salientado anteriormente, a metástase é a disseminação de um tumor. O processo como essa disseminação ocorre, no entanto, não é totalmente explicado. Mas, segundo a publicação ABC do câncer: abordagens básicas para o controle do câncer, podemos dividi-la em cinco etapas:

“1) Invasão e infiltração de tecidos subjacentes por células tumorais, dada a permeação de pequenos vasos linfáticos e sanguíneos.

2) Liberação, na circulação linfática e/ou sanguínea, de células neoplásicas, tanto isoladas como na forma de pequenos êmbolos.

3) Sobrevivência dessas células na circulação linfática e/ou sanguínea.

4) Retenção nos leitos capilares de órgãos distantes.

5) Extravasamento dos vasos linfáticos ou sanguíneos, seguido do crescimento das células tumorais disseminadas.”

 Ilustração de células cancerígenas se deslocando no interior de um vaso sanguíneo, formando metástase.
Na metástase, as células cancerígenas migram através de vasos sanguíneos ou linfáticos.

Quais os sintomas da metástase?

As metástases podem ser assintomáticas ou provocar sintomas. Os sintomas, no entanto, estão associados ao local onde os tumores metastáticos se desenvolveram e ocorrem como sintomas adicionais aos que o paciente com câncer já estava apresentando.

É importante destacar que os órgãos mais vascularizados, como fígado, pulmão e cérebro, estão mais sujeitos a receber as células cancerosas e, consequentemente, desenvolver metástases. Nesses casos, dificuldade para respirar, dor de cabeça, tontura e fraqueza são sintomas que podem surgir.

Saiba mais: Avanços no tratamento do câncer

Como é feito o tratamento da metástase?

Diferentemente do que muitos pensam, o tratamento da metástase se dará de acordo com o tratamento adotado para o câncer do qual ela se originou, e não de acordo com o local onde ela se estabeleceu. As opções de tratamento de metástases mais comuns são a quimioterapia, imunoterapia, radioterapia e terapia hormonal.

Como prevenir a metástase?

A principal forma de prevenir metástases é diagnosticar e tratar rapidamente o câncer primário. Quando o tratamento é feito em fases iniciais, as chances de evitar que células cancerígenas se espalhem pelo corpo são maiores. Assim sendo, é importante sempre realizar exames de rotina e nunca ignorar sintomas desagradáveis que surgem em nosso corpo. O diagnóstico precoce pode salvar vidas.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Escritor do artigo
Escrito por: Vanessa Sardinha dos Santos Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Goiás (2008) e mestrado em Biodiversidade Vegetal pela Universidade Federal de Goiás (2013). Atua como professora de Ciências e Biologia da Educação Básica desde 2008.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "O que é metástase?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/biologia/o-que-e-metastase.htm. Acesso em 16 de abril de 2024.

De estudante para estudante


PUBLICIDADE