Topo
pesquisar

William Shakespeare

Literatura

Considerado o maior escritor da língua inglesa, a obra de William Shakespeare continua entre as mais lidas da literatura universal.
A atemporalidade da obra de Shakespeare reforça a relevância do escritor para a formação da literatura mundial
A atemporalidade da obra de Shakespeare reforça a relevância do escritor para a formação da literatura mundial
PUBLICIDADE

Você sabia que William Shakespeare é o segundo escritor mais citado do idioma inglês, perdendo somente para os autores da Bíblia? Autor de vários clássicos da literatura universal, a obra de Shakespere é leitura obrigatória para quem quer conhecer os clássicos que influenciaram na construção dos modelos presentes na literatura contemporânea.

Estudiosos, em uma decisão consensual — ainda que polêmica — atribuíram ao dia 23 de abril de 1564 a data de nascimento de Shakespeare, que, curiosamente, teria morrido no mesmo dia cinquenta e dois anos depois, em 1616. Na cidade inglesa de Stratford-Upon-Avon nasceu e foi criado, lugar para onde regressou depois de viver durante anos em Londres, cidade onde chegou pobre e sem grandes perspectivas. Sua obra, composta por 37 peças e 154 sonetos, rendeu a Shakespeare uma vida confortável, sendo que muitos estudiosos afirmam que era o escritor, poeta e dramaturgo um homem rico, que teria deixado maior parte de sua herança para a filha mais velha, Susanna, fruto de seu casamento com Anne Hathaway.

Seu primeiro sucesso foi com Romeu e Julieta, ainda hoje considerada a mais bela e trágica história de amor de todos os tempos. O enredo conta a história de duas famílias rivais, Capuletos e Montecchios, e de dois jovens apaixonados que, na impossibilidade de concretizarem seu amor, são conduzidos a um desfecho distante de um final feliz. Posteriormente, Shakespeare escreveu aquela que é considerada sua obra-prima, Hamlet, uma das peças mais encenadas em todo o mundo, que conta a história de um filho e sua obstinação por vingar a morte do pai. Em Hamlet, encontramos aquela que talvez seja a mais célebre frase da literatura mundial: Ser ou não ser, eis a questão.


Ser ou não ser, eis a
questão: Célebre frase da literatura universal, parafraseada em todo o mundo, reforça a popularidade e prestígio de Shakespeare*

Ato 3, cena 1

Elsinor, na sala do castelo

HAMLET - "Ser ou não ser, eis a questão.

Será mais nobre sofrer na alma

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Pedradas e flechadas do destino feroz

Ou pegar em armas contra o mar de angústias

E, combatendo-o, dar-lhe fim?

(Tradução de Millôr Fernandes)

A obra de Shakespeare, apesar de hoje ser considerada grandiosa, só foi redescoberta pela crítica literária e pelo universo acadêmico no século XIX, sendo inserida nos mais diversos contextos culturais e políticos em todo o mundo. A atemporalidade dos temas presentes em sua obra mostra-nos a importância de seu legado literário que ainda hoje reverbera em tantas outras produções. Seus clássicos influenciaram a obra de diversos escritores, até mesmo da indústria cinematográfica, que adaptou vários de seus livros para a grande tela. Confira agora uma lista de cinco filmes baseados nas histórias de Shakespeare que serão um passaporte para você conhecer melhor as obras originais do escritor:


Uma das obras mais conhecidas de Shakespeare, Romeu e Julieta é a expressão maior do amor romântico não concretizado

1. Romeu e Julieta: Há duas versões cinematográficas famosas para um dos maiores clássicos de Shakespeare. A primeira, Romeu e Julieta, de 1968, do diretor Franco Zefirelli, e a mais recente, de 1996, do diretor Baz Luhrmann, Romeu + Julieta.

2. Dessa você provavelmente não sabia: A animação produzida pela Disney no ano de 1994, O Rei Leão, dos diretores Roger Allers e Rob Minkoffé, é inspirada em Hamlet. Assim como o famoso príncipe da Dinamarca, Simba também pretende vingar a morte do pai, encomendada pelo próprio irmão para destituí-lo do trono.

3. Produzido em 2004 e dirigido por Michael Radford, o filme O Mercador de Veneza é baseado no livro de mesmo nome, de autoria de Shakespeare.

4. Em 1967, o cineasta italiano Franco Zefirelli dirigiu o filme A Megera Domada, também inspirada no livro homônimo de Shakespeare.

5. Finalizando nossos cinco filmes baseados na obra de Shakespeare, Dez Coisas Que Odeio em Você, de 1999, dirigido por Gil Junger. A produção apresenta uma versão moderna e jovial do livro A Megera Domada.

*Créditos da imagem: 360b | Shutterstock

Por Luana Castro
Graduada em Letras

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PEREZ, Luana Castro Alves. "William Shakespeare"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/literatura/william-shakespeare.htm. Acesso em 19 de agosto de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola