Topo
pesquisar

O presidente Washington Luís

História do Brasil

Último presidente da República Velha, Washington Luís construiu algumas rodovias e enfrentou em seu governo a crise de 1929 e a Revolução de 1930.
PUBLICIDADE

Washington Luís foi o último presidente da República Velha, governando entre 1926 e 1930, quando deposto por um golpe de Estado. Seu governo ficou marcado pela crise econômica mundial de 1929 e pela ruptura com a antiga política do café com leite.

Carioca de nascimento, mas com a carreira política construída no estado de São Paulo, Washington Luís foi um presidente considerado “moderno”, pois como prefeito de São Paulo e governador do estado incentivou o desenvolvimento de técnicas de racionalização administrativa, o gerenciamento técnico-científico e impulsionou outras ciências, como a historiografia, museologia, ciências sociais, estatísticas e censos, além de apoio às manifestações esportivas e culturais, que dentre as mais importantes se destacou a abertura do Teatro Municipal de São Paulo para a realização da Semana de Arte Moderna de 1922.

Dizia-se aberto ao diálogo com outras forças, mesmo que fosse unilateral o diálogo. Em seu governo presidencial, encerrou o estado de sítio decretado por seu antecessor, Arthur Bernardes, fechou as prisões políticas e restabeleceu por um curto período a liberdade de imprensa, já que, em 1929, a Lei Celerada deu cabo a esta liberdade, sob o pretexto de combate ao comunismo. Washington Luís ainda criou um plano de construção de estradas de rodagem, que incluía as estradas Rio-São Paulo e Rio-Petrópolis, apresentando o lema “Governar é abrir estradas”. Hoje, há uma rodovia no interior do estado de São Paulo com o nome de Washington Luís.

Selo em homenagem a Washington Luís, que foi o último presidente da República Velha, deposto pelo golpe que inaugurou a Revolução de 1930.*
Selo em homenagem a Washington Luís, que foi o último presidente da República Velha, deposto pelo golpe que inaugurou a Revolução de 1930.*

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No plano econômico, a principal ação de Washington Luís incidiu na tentativa de fortalecer a moeda corrente do Brasil, com a montagem de um grande depósito de ouro que serviria de lastro à moeda. Porém, a quebra da Bolsa de Valores de Nova Iorque não possibilitou o êxito da tentativa e gerou ainda outra consequência drástica à economia nacional, a abrupta queda dos preços do café. Mesmo sendo representante da oligarquia cafeeira paulista, Washington Luís se negou a conceder empréstimos aos fazendeiros para cobrir seus prejuízos, causando insatisfação entre eles.

Outro ponto de discórdia política criado por Washington Luís foi a ruptura com a política do café com leite. Nas eleições de 1930, o indicado deveria ser um político mineiro para garantir a alternância no poder entre os dois estados. Mas Washington Luís preferiu o “café puro” e indicou o governador paulista Júlio Prestes como seu sucessor. O partido Republicano Mineiro se sentiu traído e formou a Aliança Liberal, com forças de outros estados. Júlio Prestes foi eleito, mas não foi aceito pelos grupos mais radicais da Aliança.

O estopim do que viria a ser a Revolução de 1930 foi o assassinato do político João Pessoa, em uma confeitaria no Recife. A acusação era que Washington Luís havia ordenado o assassinato, motivo decisivo para o golpe realizado em outubro de 1930. Deposto em seus últimos dias de governo pelo golpe, Washington Luís se exilou nos Estados Unidos e Europa, retornando ao país somente em 1947.

Créditos da imagem: MarkauMark e Shutterstock.com


Por Tales Pinto
Graduado em História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PINTO, Tales dos Santos. "O presidente Washington Luís"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiab/washington-luis.htm. Acesso em 22 de outubro de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

O presidente Washington Luís governou o Brasil entre 1926 e 1930 e teve seu mandato abreviado em algumas semanas, uma vez que foi deposto por um movimento que é entendido pelos historiadores como golpe, mas que passou a ser chamado nos livros de História como “revolução”. Estamos falando:

a) da Revolução Constitucionalista.

b) da Revolta Paulista.

c) da Coluna Prestes.

d) da Revolução de 1930.

e) da Intentona Comunista.

Questão 2

Os meses finais do mandato de Washington Luís foram marcados por uma forte crise que levou à sua deposição em outubro de 1930. A crise que atingiu o governo de Washington Luís foi motivada:

a) pela crise econômica que atingiu seu governo e que ficou conhecida como Encilhamento.

b) pelo rompimento do acordo feito no que ficou conhecido como política do café com leite.

c) pelo fechamento do Clube Militar e pela prisão do marechal Hermes da Fonseca.

d) pela expulsão de moradores pobres do centro do Rio de Janeiro e pela autorização de sua vacinação compulsória.

e) pela tentativa de fazer um golpe parlamentar que o permitiria estender seu cargo por mais oito anos.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola