Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Divisão da história

A divisão da história é uma forma de categorizar cronologicamente eventos e períodos que aconteceram no passado.

Imagem mostrando a divisão da história geral e a divisão da história do Brasil.
A divisão da história é uma forma de categorizar cronologicamente eventos e períodos que aconteceram no passado.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A divisão da história é uma forma de categorização de eventos passados em períodos distintos, proporcionando uma estrutura cronológica para análise. Essa abordagem facilita a compreensão das mudanças sociais, políticas, culturais e econômicas ao longo do tempo.

A história geral é tradicionalmente dividida em cinco períodos:

  • Pré-história, abrangendo o surgimento dos hominídeos;

  • Idade Antiga, com civilizações como Mesopotâmia e Roma;

  • Idade Média, marcada pela sociedade feudal;

  • Idade Moderna, um período de transformações significativas; e

  • Idade Contemporânea, que engloba eventos recentes como as guerras mundiais e a Guerra Fria.

A história do Brasil segue uma divisão similar, incluindo períodos como:

  • Pré-Colonial;

  • Brasil Colônia, com a exploração portuguesa e escravidão;

  • Brasil Império, com a monarquia;

  • República Velha, com instabilidade política;

  • Era Vargas, com reformas e industrialização;

  • República Populista, com governos democráticos, mas com instabilidades políticas;

  • Ditadura Militar, um período de restrições políticas;

  • Nova República, iniciada a partir do fim da redemocratização que ocorreu entre 1974 e 1985.

Leia também: História — a ciência que estuda as ações humanas ao longo do tempo

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a divisão da história

  • A divisão da história é a prática de categorizar eventos passados em períodos distintos para facilitar o estudo e a compreensão das mudanças sociais, políticas, culturais e econômicas ao longo do tempo.

  • A divisão da história geral consiste nos seguintes períodos: Pré-história, Idade Antiga, Idade Média, Idade Moderna e Idade Contemporânea.

  • A divisão da história do Brasil consiste nos seguintes períodos: Período Pré-Colonial, Brasil Colônia, Brasil Império, República Velha, Era Vargas, República Populista, Ditadura Militar e Nova República.

  • Várias são as críticas à divisão da história, como o eurocentrismo, a rigidez cronológica, a negligência de histórias locais e grupos marginalizados, e a visão teleológica.

O que é a divisão da história?

A divisão da história é a categorização dos eventos passados em períodos distintos, facilitando a análise e o estudo sistemático desses eventos. Essa prática auxilia na compreensão das mudanças sociais, políticas, culturais e econômicas que ocorreram ao longo do tempo.

A divisão da história permite aos historiadores e estudiosos organizarem os acontecimentos de maneira lógica e cronológica, proporcionando uma estrutura que facilita a análise comparativa e a identificação de padrões históricos.

A história é comumente dividida em grandes períodos que refletem mudanças significativas na sociedade e no desenvolvimento humano. Esses períodos ajudam a destacar as transformações fundamentais, permitindo uma visão mais clara das causas e consequências dos eventos históricos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são os períodos da história?

A história é tradicionalmente dividida em cinco grandes períodos: Pré-história, Idade Antiga, Idade Média, Idade Moderna e Idade Contemporânea.

→ Pré-História

Pintura rupestre em Lascaux, produzida durante a Pré-História, um dos períodos definidos a partir da divisão da história.
Pintura rupestre em Lascaux, produzida durante a Pré-História.[1]

A Pré-história é o período que antecede o surgimento da escrita e, consequentemente, da documentação histórica. Abrange desde o surgimento dos primeiros hominídeos até o surgimento das primeiras civilizações. Durante esse tempo, os seres humanos eram nômades e dependiam da caça, pesca e coleta para sobreviver. A Pré-história é subdividida em Paleolítico, Mesolítico e Neolítico, cada um caracterizado por avanços tecnológicos e mudanças no estilo de vida humano. Para saber mais sobre a Pré-História, clique aqui.

→ Idade Antiga

Parthenon, construção grega da Idade Antiga, um dos períodos definidos a partir da divisão da história.
O Parthenon é uma construção grega da Idade Antiga. [2]

Idade Antiga é o período que abrange os séculos anteriores ao século V da Era Comum. Nela floresceram as civilizações da Mesopotâmia, Egito, Índia, China e África. É o momento histórico de surgimento e desenvolvimento das primeiras sociedades humanas organizadas, o berço da civilização humana. Para saber mais sobre a Idade Antiga, clique aqui.

→ Idade Média

Ilustração das Cruzadas, um dos acontecimentos da Idade Média, um dos períodos definidos a partir da divisão da história.
Um dos principais acontecimentos da Idade Média foram as Cruzadas.

A Idade Média é o período que se estende aproximadamente do século V ao século XV e é marcada pela queda do Império Romano e a ascensão de sociedades feudalistas na Europa. Durante a Idade Média, a Igreja desempenhou um papel central na vida cotidiana, e a sociedade era hierarquizada em classes sociais. O Renascimento, que ocorreu no final da Idade Média, trouxe um renascimento das artes, ciências e pensamento humanista. Para saber mais sobre a Idade Média, clique aqui.

→ Idade Moderna

Livro retratando a Reforma Protestante, acontecimento da Idade Moderna, um período definido a partir da divisão da história.
A Reforma Protestante é um dos principais acontecimentos da Idade Moderna. [3]

A Idade Moderna é o período que vai do século XV ao século XVIII e é caracterizada por mudanças significativas em todos os aspectos da vida. Esse período inclui a expansão marítima, a Reforma Protestante, a Revolução Científica e o Iluminismo. A Idade Moderna também testemunhou o surgimento de Estados nacionais centralizados, com monarquias absolutistas, e o início do capitalismo como sistema econômico dominante. Para saber mais sobre a Idade Moderna, clique aqui.

→ Idade Contemporânea

Pintura da Queda da Bastilha, que deu início à Idade Contemporânea, um período definido a partir da divisão da história.
A Idade Contemporânea teve início com a Queda da Bastilha, durante a Revolução Francesa.

A Idade Contemporânea é o período que abrange os eventos desde o final do século XVIII até os dias atuais. Inclui a Revolução Francesa, a Revolução Industrial, as guerras mundiais, a Guerra Fria, os movimentos de independência e descolonização, bem como os avanços tecnológicos e mudanças sociais que caracterizam o mundo moderno. Para saber mais sobre a Idade Contemporânea, clique aqui.

Divisão da história do Brasil

A história do Brasil é dividida em períodos que refletem as mudanças sociais, políticas e culturais ao longo do tempo. São eles o Período Pré-Colonial, Brasil Colônia, Brasil Império, República Velha, Era Vargas, República Populista, Ditadura Militar e Nova República.

→ Período Pré-Colonial

O período pré-colonial é o período que abrange a história do Brasil antes da chegada dos colonizadores europeus. Inclui as diversas sociedades indígenas que habitavam o território brasileiro e suas complexas estruturas sociais e culturais. Os povos indígenas eram distribuídos por todo o país, com modos de vida diversos que variavam de acordo com o ambiente em que viviam. Para saber mais sobre o Período Pré-Colonial, clique aqui.

→ Brasil Colônia

Pintura retratando o início do Brasil Colônia, um dos períodos definidos pela divisão da história do Brasil.
O Brasil Colônia foi um período cujos acontecimentos marcaram significativamente a história do Brasil e ainda refletem na atualidade.

Brasil Colônia é o período que se inicia com a chegada dos portugueses em 1500 e vai até a independência do Brasil em 1822. Durante esse tempo, o Brasil foi explorado economicamente pelos colonizadores, principalmente por meio da produção de açúcar e do trabalho escravo. A sociedade era hierarquizada, com uma elite colonial dominante e uma população composta em grande parte por escravizados africanos e povos indígenas. Para saber mais sobre o Brasil Colônia, clique aqui.

→ Brasil Império

Bandeira do Império do Brasil, utilizada durante o Brasil Império, um período definido pela divisão da história do Brasil.
Bandeira do Império do Brasil, utilizada durante o Brasil Império.

Brasil Império é o período que se inicia após a independência do Brasil em relação a Portugal. Após a independência, o Brasil tornou-se uma monarquia, com Dom Pedro I como imperador. O período imperial vai de 1822 a 1889, quando a monarquia foi substituída pela república. Durante o império, o Brasil enfrentou desafios, como a Guerra do Paraguai. Para saber mais sobre o Brasil Império, clique aqui.

→ República Velha

A República Velha é o período que vai de 1889 a 1930 e foi marcada pela instabilidade política, alternância de poder entre grupos oligárquicos e movimentos sociais, como a Revolta da Vacina e a Revolta da Chibata. Nesse período, a economia brasileira passou por transformações com a expansão do café. Para saber mais sobre a República Velha, clique aqui.

→ Era Vargas

Foto presidencial de Getúlio Vargas, que deu nome à Era Vargas, um período definido pela divisão da história do Brasil.
Getúlio Vargas foi presidente do Brasil de 1930 a 1945.

Era Vargas é o período em que Getúlio Vargas governou o país. Getúlio Vargas assumiu a presidência em 1930 e governou durante grande parte do período de 1930 a 1945, sendo interrompido por um curto período durante a ditadura do Estado Novo (1937-1945). A Era Vargas foi marcada por reformas trabalhistas, industrialização e mudanças sociais significativas. Para saber mais sobre a Era Vargas, clique aqui.

→ República Populista

República Populista é o período democrático que se estendeu de 1946 a 1964. O período pós-Segunda Guerra Mundial foi caracterizado por governos democráticos e presidentes eleitos, no entanto, a instabilidade política persistiu, com mudanças frequentes de presidentes e crises econômicas. Para saber mais sobre a República Populista, clique aqui.

→ Ditadura Militar

A Ditadura Militar no Brasil é o período que se estendeu de 1964 a 1985. Começou com um golpe militar que depôs o governo democrático. Durante esse período, houve restrições às liberdades civis, censura, perseguição política e violações dos Direitos Humanos. Para saber mais sobre a Ditadura Militar no Brasil, clique aqui.

→ Nova República

A Nova República é o período que teve início após a redemocratização do Brasil, que ocorreu a partir de meados da década de 1980, culminando com a eleição de um presidente civil em 1985. Esse período foi marcado pelo retorno das instituições democráticas, a promulgação de uma nova Constituição, em 1988, e a consolidação do regime democrático.

Desde o advento da redemocratização em 1985, o Brasil testemunhou uma sequência de governos marcada por uma diversidade de abordagens políticas e econômicas. O primeiro presidente eleito nesse período foi José Sarney, que assumiu o cargo durante a transição democrática após anos de Ditadura Militar. Sarney enfrentou desafios consideráveis, incluindo a hiperinflação, mas seu mandato foi crucial para a estabilização do país. José Sarney foi sucedido por Fernando Collor de Melo, cujo governo ficou marcado pelo confisco dos valores em poupanças e contas-correntes e por um escândalo de corrupção que levou ao seu impeachment.

A década de 1990 foi caracterizada por governos que buscavam reformas econômicas profundas, notadamente o Plano Real, implementado durante a gestão de Itamar Franco e a subsequente administração de Fernando Henrique Cardoso. Esses presidentes focaram em políticas de estabilização e abertura econômica, almejando atrair investimentos estrangeiros e controlar a inflação. No entanto, também enfrentaram críticas devido a questões sociais e à privatização de empresas estatais.

No início do século XXI, o Partido dos Trabalhadores (PT) assumiu o comando do país com a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva. Seu governo destacou-se por programas sociais como o Bolsa Família e um crescimento econômico notável. A sucessora de Lula, Dilma Rousseff, enfrentou desafios econômicos, protestos e um processo de impeachment em 2016, o que fez com que seu vice, Michel Temer, assumisse a presidência até 2018. A partir de 2019, o país viu a ascensão de Jair Bolsonaro, cuja presidência foi marcada por polarização política, debates sobre meio ambiente e gestão da pandemia de covid-19, cujo governo foi sucedido por uma nova administração de Luiz Inácio Lula da Silva.

Quais são as críticas à divisão da história?

Apesar de ser uma ferramenta valiosa para organizar e compreender os eventos passados, a divisão da história não está isenta de críticas. Algumas críticas comuns incluem:

  • Eurocentrismo: Uma das principais críticas à divisão da história é o eurocentrismo, ou seja, a ênfase excessiva nos eventos e desenvolvimentos europeus em detrimento das histórias de outras regiões do mundo. A divisão tradicional da história frequentemente enfatiza os feitos da Europa Ocidental, negligenciando as contribuições significativas de outras culturas e civilizações.

  • Cronologia rígida: A divisão da história muitas vezes implica uma cronologia rígida, o que pode obscurecer a complexidade e a interconexão dos eventos históricos. Os eventos não ocorrem de maneira isolada, e uma abordagem mais flexível pode ser mais eficaz para compreender as relações causais e as influências recíprocas ao longo do tempo.

  • Ignorância de histórias locais: A ênfase em grandes períodos históricos pode levar à ignorância das histórias locais e das experiências específicas de determinados grupos sociais. A história de grupos marginalizados, como povos indígenas e minorias étnicas, muitas vezes é negligenciada ou sub-representada nas narrativas históricas convencionais.

  • Visão teleológica: A divisão da história pode, por vezes, levar a uma visão teleológica, interpretando o passado como uma progressão inevitável em direção ao presente. Isso pode obscurecer as contingências históricas e as múltiplas possibilidades que existiam em momentos-chave.

Exercícios resolvidos sobre a divisão da história

Questão 1

Qual das alternativas a seguir melhor caracteriza a Pré-história?

A) Desenvolvimento de impérios e sistemas políticos complexos.

B) Ascensão de sociedades feudais com uma estrutura hierárquica definida.

C) Surgimento das primeiras civilizações avançadas, como Mesopotâmia e Egito.

D) Dependência de atividades como caça, pesca e coleta para a subsistência.

E) Expansão marítima e comercial global.

Resolução:

Alternativa D.

Durante a Pré-História, os seres humanos não tinham sociedades organizadas em impérios ou sistemas políticos complexos. A alternativa correta é a alternativa D, pois reflete a característica fundamental desse período, no qual a sobrevivência estava vinculada às atividades básicas de caça, pesca e coleta.

Questão 2

A Era Vargas foi um período marcante na história do Brasil. Qual das alternativas a seguir descreve corretamente uma característica desse período?

A) Instabilidade política com alternância de poder entre grupos oligárquicos.

B) Expansão marítima e início do processo de colonização.

C) Reformas trabalhistas, industrialização e mudanças sociais.

D) Regime militar com restrições às liberdades civis.

E) Sociedade hierarquizada com influência da igreja.

Resolução:

Alternativa C.

Durante a Era Vargas (1930-1945), o Brasil passou por transformações significativas, incluindo reformas trabalhistas, processos de industrialização e mudanças sociais. Essas iniciativas foram parte do governo de Getúlio Vargas, contribuindo para a modernização do país nesse período.

Créditos de imagem

[1]  X / Ministério da Cultura da França / Wikimedia Commons (reprodução)

[2]  Steve Swayne / Wikimedia Commons (reprodução)

[3]  joshimerbin / Shutterstock

Fontes

FAUSTO, Boris. História do Brasil. São Paulo: EDUSP, 2009.

FLORENZANO, Maria Beatriz. O mundo antigo: economia e sociedade. São Paulo: Brasiliense, 1998.

FUNARI, Pedro Paulo. Grécia e Roma. São Paulo: Contexto, 2009

Escritor do artigo
Escrito por: Tiago Soares Campos Bacharel, licenciado e doutorando em História pela USP. Bacharel em Direito e pós-graduado em Direito pela PUC. É professor de História e autor de materiais didáticos há mais de 15 anos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

CAMPOS, Tiago Soares. "Divisão da história"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historia/divisao-da-historia.htm. Acesso em 02 de março de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


Brasil Colônia

Clique aqui e entenda sobre o Brasil Colônia. Veja como a sociedade brasileira foi estruturada durante o período de domínio português, até o ano de 1822.
História do Brasil

Brasil Império

Amplie seus conhecimentos sobre o Brasil Império, período da história brasileira no qual o nosso país era uma monarquia. Entenda como ocorreu o início da monarquia no Brasil, quais foram as fases do Brasil Império e conheça os principais acontecimentos desse período, que se estendeu de 1822 a 1889.
História do Brasil

Ditadura Militar no Brasil

Clique e acesse este texto para saber um pouco mais sobre a Ditadura Militar, um período ditatorial de nossa história republicana que se estendeu por 21 anos.
História do Brasil

Era Vargas

Acesse este link para ler um texto do Brasil Escola sobre o período da história brasileira conhecido como Era Vargas. Entenda as características básicas da Era Vargas, como Vargas ascendeu à presidência e como foi finalizado esse período. Por fim, veja algumas informações sobre as fases desse período.
História do Brasil

Idade Moderna

Conheça as características e os principais acontecimentos que marcaram a Idade Moderna. Confira ainda uma linha do tempo desse período.
História Geral

Idade Média

A Idade Média caracterizou-se pela deterioração do Império Romano e ascensão dos reinos cristãos. Conheça mais sobre as guerras da Idade Média!
Guerras

Período Pré-Colonial

Clique aqui e saiba os principais aspectos relacionados ao Período Pré-Colonial, o contexto anterior à efetiva ocupação das terras brasileiras por Portugal.
História do Brasil

Pré-História

Saiba mais sobre a Pré-História e sobre as várias divisões que organizam o aprendizado dessa fase complexa da história.
História Geral

República Populista (Quarta República)

Clique no link e acesse este texto sobre o período da nossa história conhecido como Quarta República ou República Populista. Saiba mais detalhes sobre esse período, que se iniciou com a posse de Dutra à presidência e estendeu-se até meados de 1964, quando foi interrompido pelo Golpe de 1964.
História do Brasil

República Velha

Clique no link e saiba mais a respeito da República Velha ou Primeira República, período da nossa história que se iniciou com a Proclamação da República em 1889.
História do Brasil