Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Anita Garibaldi

Anita Garibaldi foi uma revolucionária brasileira que atuou junto de seu marido, Giuseppe Garibaldi, em processos revolucionários no Brasil e na Europa.

Pintura retratando Anita Garibaldi.
Anita Garibaldi foi uma revolucionária brasileira que atuou durante a Guerra dos Farrapos.[1]
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Anita Garibaldi foi uma revolucionária brasileira nascida em Laguna e que ficou marcada na história pelo seu envolvimento na Guerra dos Farrapos e na Unificação Italiana. Ela se envolveu em batalhas importantes, com destaque para a Batalha de Curitibanos, quando foi presa pelas tropas imperiais.

Anita Garibaldi conheceu seu marido, Giuseppe Garibaldi, em Laguna, durante a Guerra dos Farrapos, e fugiu com ele, acompanhando-o em lutas por Brasil, Uruguai, França e Itália. Foi mãe de quatro filhos e morreu grávida do quinto filho, quando fugia das tropas austríacas na Itália.

Leia mais: Dandara dos Palmares — guerreira que liderou tropas na luta dos palmaristas contra os portugueses

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Anita Garibaldi

  • Anita Garibaldi foi uma revolucionária brasileira nascida em Laguna.

  • Ela participou de conflitos importantes, como a Guerra dos Farrapos e a Unificação Italiana.

  • Na Guerra dos Farrapos, lutou na Batalha de Curitibanos, foi presa, mas fugiu em seguida.

  • Casou-se com Giuseppe Garibaldi, com quem teve quatro filhos.

  • Faleceu com 27 anos, quando estava na quinta gravidez, em decorrência de febre tifoide.

Videoaula sobre Anita Garibaldi

Biografia de Anita Garibaldi

  • Nascimento e juventude

Ana Maria de Jesus Ribeiro, popularmente conhecida na história brasileira como Anita Garibaldi, nasceu no dia 30 de agosto de 1821. Seu local de nascimento é a cidade de Laguna, no litoral sul do estado de Santa Catarina. Esse local gerou alguma polêmica ao longo da história, uma vez que a cidade de Lages reivindicava o título de cidade natal de Anita Garibaldi, mas pesquisas comprovaram que ela é mesmo originária de Laguna. Garibaldi teve uma infância difícil, pois nascera em uma família bastante pobre.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

  • Família de Anita Garibaldi

Anita Garibaldi era filha de Bento Ribeiro da Silva, que trabalhava como tropeiro, e de Maria Antônia de Jesus Antunes, que trabalhava limpando casas de famílias ricas de Laguna. Ela foi a terceira de um total de 10 filhos que o casal teve — seis meninas e quatro meninos. Seus irmãos se chamavam: Manuela, Manoel, Sissilia, Francisco, Felicidade, Salvador, João Antônio e Bernardina.

Anita e sua irmã Felicidade eram as responsáveis por cuidar do lar e dos irmãos quando os seus pais saíam para trabalhar. A situação da família ficou ainda mais delicada quando Bento Ribeiro morreu. Durante esse período, seu tio, Antônio Ribeiro, foi de grande auxílio à família. Por meio dele, ela teve acesso aos ideais republicanos, uma vez que ele era defensor da causa farroupilha.

  • Anita Garibaldi e Giuseppe Garibaldi

Com 14 anos, Anita Garibaldi foi obrigada a se casar, e seu primeiro marido foi Manuel Duarte de Aguiar, que trabalhava como sapateiro. Esse primeiro casamento foi infeliz porque foi arranjado, e nem ela e nem o marido se importavam um com o outro. Três anos depois do matrimônio, o casal ainda não tinha filhos.

A união se encerrou de maneira não oficial quando Manuel Duarte de Aguiar se alistou no Exército Imperial, sendo enviado para longe de Santa Catarina e não retornando mais para sua esposa. Pouco tempo depois, Anita acabou conhecendo aquele que foi o grande amor de sua vida.

Giuseppe Garibaldi tinha fugido da Itália por participar de uma revolta em Gênova, chegando ao Brasil em 1835. Aqui, por meio de conhecidos italianos, aderiu à luta republicana dos farrapos durante a Guerra dos Farrapos. Passou a atuar como corsário, atacando navios do império.

Seu envolvimento com a Guerra dos Farrapos fez com que ele chegasse a Laguna, em 1839, cidade que os farrapos conquistaram em 22 de julho daquele ano. Giuseppe Garibaldi tinha liderado a frota dos farrapos no ataque à cidade. E foi no período que ele esteve em Laguna que Anita o conheceu.

Os relatos contam que Giuseppe avistou Anita quando ela passeava com algumas amigas por Laguna. Posteriormente ele conseguiu encontrá-la ao ser convidado para um café na casa de um habitante da cidade, e uma das pessoas presentes era Anita. Um romance se iniciou a partir daí, e Anita decidiu abandonar Laguna e ir embora com Giuseppe.

Anita e Giuseppe tiveram um relacionamento de 10 anos, no qual ela gerou quatro filhos. Os filhos do casal foram: Menotti (1840), Rosa (1843), Teresa (1845) e Ricciotti (1847). Deles, Rosa não superou a infância.

O casal oficializou a sua união por meio do casamento religioso realizado na Igreja São Francisco de Assis, localizada em Montevidéu, capital do Uruguai.

  • Lutas de Anita Garibaldi

Ao abandonar tudo e seguir o seu marido, Anita abraçou as causas pelas quais ele lutava, atuando junto dele no campo de batalha. Em 1840, por exemplo, participou da Batalha de Curitibanos, na qual foi feita prisioneira, mas conseguiu fugir logo depois, reencontrando o seu marido em Lages. Ela também o acompanhou em lutas que ele se envolveu no Uruguai, França e Itália, onde participou da Batalha de Gianicolo, por exemplo.

  • Morte de Anita Garibaldi

Anita Garibaldi morreu em 4 de agosto de 1849, quando tinha apenas 27 anos de idade. Ela estava grávida do seu quinto filho, mas morreu por conta das complicações de uma febre tifoide. A criança faleceu junto da mãe. A morte de Anita aconteceu em um cenário caótico. Ela havia deixado seus filhos com a sogra, em Nice, na França, para encontrar o seu marido na Itália.

Lá, Giuseppe Garibaldi lutava pela Unificação Italiana e procurava expulsar os austríacos. Os italianos foram derrotados e a cidade de Roma foi atacada, forçando Giuseppe e Anita a fugirem. Foi durante essa fuga que Anita Garibaldi adoeceu, falecendo próximo de Ravena. Giuseppe Garibaldi não pôde acompanhar o enterro de sua esposa, pois seguiu fugindo dos austríacos, exilando-se da Itália por 10 anos.

Leia mais: Olga Benário — revolucionária alemã que se casou com um brasileiro e esteve envolvida na Intentona Comunista

Anita Garibaldi e a Revolução Farroupilha

A Revolução Farroupilha ou Guerra dos Farrapos foi um conflito travado entre 1835 e 1845, nos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Esse conflito foi motivado pela insatisfação dos estancieiros gaúchos com o governo imperial, principalmente pela política fiscal praticada pelo governo em relação ao charque, principal produto da economia estancieira.

Os farrapos iniciaram uma revolta em 20 de setembro de 1835, com a luta se estendendo até o dia 1º de março de 1845. Os gaúchos também eram defensores da república e, por isso, proclamaram a República Rio-Grandense ou República do Piratini (no território do Rio Grande do Sul) e a República Juliana (no território de Santa Catarina).

Anita Garibaldi, como mencionado, tomou parte desse conflito atuando em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Lutou no campo de batalha, foi presa, mas conseguiu fugir. Ela esteve do lado de seu marido nas batalhas navais travadas no conflito. Caso queira saber mais sobre a Guerra dos Farrapos, leia nosso texto.

Importância de Anita Garibaldi para o Brasil

Anita Garibaldi se tornou uma figura de destaque por envolver-se em um conflito tão importante na história brasileira como foi a Guerra dos Farrapos. Ela teve participação ativa nas batalhas, auxiliando o seu marido e lutando com disposição; além disso, fez o mesmo na Europa. O seu envolvimento na Guerra dos Farrapos, no entanto, tem maior importância na memória coletiva brasileira, sobretudo de gaúchos e catarinenses.

Sua importância nesses conflitos fez com que ela fosse acrescentada no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria em 2012. A inclusão foi ratificada por meio da lei nº 12.615, de 30 de abril de 2012.

Legado de Anita Garibaldi

A história de Anita Garibaldi é vista por muitas pessoas como a vida de uma mulher corajosa, brava, que lutava por aquilo que acreditava. Por isso, ela recebe e recebeu tantas homenagens, incluindo dois municípios catarinenses que levam seu nome: Anita Garibaldi e Anitápolis.

Leia mais: Teresa de Benguela — líder que deixou grande legado para os movimentos feminista negro e antirracista no Brasil

Anita Garibaldi na cultura popular

A importância de Anita Garibaldi na história brasileira fez com que ela fosse mencionada em algumas obras da cultura popular:

  • A casa das sete mulheres, minissérie de 2003;

  • Anita & Garibaldi, filme de 2013;

  • No Carnaval do Rio de Janeiro de 1999, a escola de samba Viradouros fez uma homenagem à Anita Garibaldi no desfile.

Curiosidades sobre Anita Garibaldi

  • Por sua atuação revolucionária, ficou conhecida como “a heroína dos dois mundos”.

  • Em 1998, cidadãos de Laguna acionaram a justiça para garantir o reconhecimento de que Anita Garibaldi nascera mesmo na cidade.

  • Durante a sua fuga, quando foi feita prisioneira pelas tropas imperiais, Anita Garibaldi atravessou a nado o Rio Canoas.

Crédito da imagem

[1]Commons

Fontes

SCHWARCZ, Lilia e STARLING, Heloisa. Brasil: uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Lei nº 12.615, de 30 de abril de 2012. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2012/Lei/L12615.htm

CIÊNCIA WEB. Anita Garibaldi: heroína de dois mundos. Disponível em: https://repositorio.usp.br/directbitstream/5923c4cb-c4ab-43b3-845d-780e17009338/3111045.pdf

JÚNIOR, Antônio Manoel Elíbio. Uma heroína na história: representações sobre Anita Garibaldi. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/30360428.pdf.

Escritor do artigo
Escrito por: Daniel Neves Silva Formado em História pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) e especialista em História e Narrativas Audiovisuais pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua como professor de História desde 2010.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Anita Garibaldi"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historia/anita-garibaldi.htm. Acesso em 18 de abril de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas