Whatsapp

Que ou quê?

Gramática

Que ou quê? Conhecer as possíveis classes gramaticais em que essa palavra se encaixa é um bom caminho para não cometer mais erros.
PUBLICIDADE

São muitos os erros ortográficos que cometemos e, muitas vezes, não reconhecemos que esses desvios acontecem em razão de pouco dominarmos as normas gramaticais. Conhecer as regras gramaticais não é apenas para fazermos análises morfossintáticas, que é uma das ações mais complexas em uma análise da língua, é, também, uma fonte de conhecimento que nos garante maior segurança na escrita do dia a dia.

Muitas são as dúvidas sobre o emprego dos porquês, por exemplo, pois se trata de um vocábulo que é enunciado da mesma forma, mesmo quando utilizado para fins diferentes em nossa fala. Isso acontece bastante também com o uso adequado de que e quê.

O vocábulo que, assim como na variação dos porquês, tem mais de uma função morfológica na língua portuguesa. Suas classes gramaticais podem ser: pronome, conjunção, substantivo, advérbio, interjeição, preposição e partícula expletiva.
Tendo essas funções em mente, vamos, passando por cada classe gramatical que o vocábulo ocupa, indicar quando a palavra que recebe acento e quando ela não recebe.

Que não recebe acento:

Pronomes adjetivos e pronomes substantivos:

Não recebe acento quando estiver ocupando a função de pronome substantivo e pronome adjetivo.

Exemplos:

- pronome adjetivo: “Que horas são?”; “Que iniciativa bacana!”

- pronome substantivo: “Que eles fizeram com você?”; “Que aconteceu por aqui hoje?”

Advérbio

Não recebe acento quando está acompanhado de adjetivo ou advérbio.

Exemplos:

“Que tarde!”

“Que bonitos estes quadros.”

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Partícula expletiva

*Partícula expletiva é aquela que tem função de dar destaque a alguma ação da frase; caso a partícula seja retirada, nada será alterado no sentido.

Nos casos em que a palavra que exerce a função de dar realce, ela não deve ser acentuada.
Exemplo:

“Quase que não chego para o casamento.”

Preposição

Não recebe acento quando liga dois verbos de uma locução verbal que tem como auxiliar o verbo ter.

Exemplo:

“Tenho que chegar cedo no dia do Enem.”

Conjunção Coordenativa

Não recebe acento quando liga orações sintaticamente independentes.

Exemplos:

“Os galhos balançam que balançam.”

“Volte cedo que pode ficar perigoso depois do jogo.”

Que recebe acento:

Final de frase ←

O vocábulo recebe acento quando estiver imediatamente antes de um ponto de interrogação, final ou de exclamação.

Exemplos:

“Ela precisa de você hoje para quê?”

“Você disse o quê?”

“Estão falando nem sei do quê.”

Substantivo

O vocábulo recebe acento quando estiver ocupando função de nome na oração.

Exemplos:

“Tem um quê de mistério este livro.”

“Encontrei 15 quês em seu primeiro parágrafo. Reveja o uso adequado.”

Interjeição

O vocábulo recebe acento quando indica sentimento ou espanto.

Exemplos:

“Quê? Ela veio?”

“Quê! Você conseguiu?”


Por Mariana Pacheco
Graduada em Letras

A palavra <em>que</em> pode ser, ou não, acentuada. Isso dependerá da sua classe gramatical
A palavra <em>que</em> pode ser, ou não, acentuada. Isso dependerá da sua classe gramatical

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PACHECO, Mariana do Carmo. "Que ou quê?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/que-ou-que.htm. Acesso em 16 de maio de 2021.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

Complete as frases com “QUE” ou “QUÊ”:

a) __________história incrível você acaba de escrever!

b) Estude sempre, _______ você verá os frutos do seu esforço.

c) A letra ________ é a décima sétima letra do alfabeto.

d) _________! Não acredito que isso aconteceu!

e) _________ inocentes fomos em acreditar nas suas desculpas!

Questão 2

Assinale a única alternativa em que o “QUE” foi utilizado adequadamente.

a) Você falou o que?

b) Esta novela tem um que de comédia.

c) Temos que escrever bons textos.

d) Que! Você vai viajar?

e) Ele disse não sei o que.

Mais Questões
Artigos Relacionados
Neste artigo você vai sanar suas dúvidas a respeito das diferenças entre as expressões homófonas: a gente, agente e há gente. Vamos lá?
Entenda a diferença entre análise sintática e análise morfológica.
Clique para conhecer todas as funções que as palavras "que" e "se" podem assumir na língua portuguesa.
Veja algumas dicas para entender quando usar a letra G ou J antes das vogais E e I. Leia algumas palavras escritas com G e com J. Resolva os exercícios propostos.
A morfossintaxe é o resultado das análises morfológica e sintática, realizadas de forma simultânea. Conheça as características dessa ocorrência gramatical!
Descubra os contextos adequados para usar a forma “para” e a forma “pra”. Entenda quando usar a locução prepositiva “para com”, e pratique com exercícios.
Aprenda o uso da partícula expletiva ou de realce e entenda como esse fenômeno sintático ocorre no interior das orações.
Descubra qual é a diferença entre as expressões “senão” e “se não”. Saiba quando você deve usar uma ou outra e, além disso, faça exercícios para fixar o conteúdo.