Topo
pesquisar

Pronomes interrogativos – circunstâncias de uso

Gramática

PUBLICIDADE

Ao estabelecermos familiaridade com as classes gramaticais, logo constatamos suas distintas particularidades e suas reais funções que, embora imperceptíveis, principalmente em se tratando da oralidade, manifestam-se de forma preponderante.


Assim sendo, de forma específica, retrataremos acerca dos pronomes interrogativos que, a começar pelo seu sentido literal, já nos revelam que são indicados no sentido de formularmos perguntas, ora diretas, ora indiretas. Assim, a título de ilustração, analisemos os enunciados subsequentes:


Quantos candidatos participarão desta prova? (forma direta)

Não se sabe ao certo quantos candidatos participarão desta prova. (forma indireta)


Com base nesse pressuposto, partamos agora no sentido de conhecermos acerca das situações nas quais evidenciamos o uso dos pronomes interrogativos. Sendo estas manifestadas por:


* Em se tratando da linguagem coloquial, geralmente nos deparamos com a repetição do pronome “que”, com vistas a enfatizar a interrogação:

Nossa! Que que eu fiz para você ficar assim tão chateada?

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


* Constatamos que o pronome “quem” sempre é empregado em função substantiva:

Quem fez essa bagunça aqui?
Sujeito

Por quem a encomenda será entregue?
Agente da passiva


* No que se refere ao pronome “quanto”, este poderá ser empregado como pronome substantivo ou pronome adjetivo:

Quantos exercícios você já resolveu?


* Em referência ao pronome “que”, dizemos que ele pode ser utilizado tanto como pronome substantivo, quanto como pronome adjetivo. No que se refere à primeira circunstância (substantivo), possui o sentido de “que coisa”, e quanto à segunda, denota a ideia referente à “que espécie de”:

Que amigo você demonstrou ser naquela hora? (que espécie de amigo)

Que problema o faz perder o sono? (referindo-se a algo)

 

Por Vânia Duarte
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Gramática - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. "Pronomes interrogativos – circunstâncias de uso "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/pronomes-interrogativos-circunstancias-uso.htm. Acesso em 07 de dezembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola