Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Teoria dos mundos

Geografia

Teoria dos mundos dividia os países em três grupos conforme seu nível de desenvolvimento e alinhamento político. Desenvolvida na Guerra Fria, entrou em desuso nos anos 1990.
Mapa comumente utilizado para representar os três mundos da teoria dos mundos.
Mapa comumente utilizado para representar os três mundos da teoria dos mundos.
PUBLICIDADE

A teoria dos mundos foi criada no contexto da Guerra Fria, e dividia os países em três grupos distintos conforme o seu nível de desenvolvimento econômico e social. Em decorrência do contexto geopolítico da época, os três mundos refletiam também o alinhamento das nações com base em seus ideais políticos.

O primeiro mundo era formado pelos países desenvolvidos capitalistas, enquanto a União Soviética e as nações que, em algum momento, se alinharam aos ideais socialistas compunham o segundo mundo. O terceiro mundo compreendia as nações não alinhadas e que hoje correspondem aos países emergentes e subdesenvolvidos.

Confira no nosso podcast: Países mais e menos ricos do mundo

Resumo sobre teoria dos mundos

  • A teoria dos mundos dividia os países em três grupos (mundos) conforme o seu nível de desenvolvimento econômico e social.

  • Foi aplicada durante a Guerra Fria, mas caiu em desuso a partir da década de 1990.

  • O primeiro mundo compreendia os países desenvolvidos que formavam o bloco capitalista, com destaque para os Estados Unidos.

  • O segundo mundo compreendia os países que foram, em algum momento, alinhados com a União Soviética.

  • O terceiro mundo compreendia os países não alinhados e que correspondem hoje aos países subdesenvolvidos e emergentes, como Brasil, Argentina, México e Índia.

O que é a teoria dos mundos?

A teoria dos mundos é uma teoria econômica que surgiu em meados do século XX, em pleno contexto de Guerra Fria, e dividia os países em três grupos diferentes ou três mundos. A separação era feita de acordo com grau de desenvolvimento econômico e social interno de cada nação bem como com o seu alinhamento político e ideológico.

Essa concepção foi bastante utilizada entre o final da Segunda Guerra Mundial, em 1945, e o início dos anos 1990, quando um novo contexto político e econômico global se impôs, marcado pelo avanço da globalização e pelas reformas estruturais profundas em diversos países, notadamente de adoção de um sistema econômico de mercado em detrimento da economia planificada. Com isso, a teoria dos mundos deixou de representar um retrato da geopolítica global e se tornou obsoleta.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os “três mundos” da teoria dos mundos

Conforme vimos anteriormente, a teoria dos mundos separava os países do globo em três grandes grupos, que são os diferentes mundos.

  • Primeiro mundo: era integrado por aquelas nações consideradas as mais desenvolvidas à época, grupo esse que permanece quase o mesmo desde então. Outro aspecto que eles tinham em comum era o seu alinhamento com o sistema capitalista, portanto, com os Estados Unidos. Assim, o primeiro mundo era formado por, além desse país norte-americano, nações como Canadá, França, Itália, Reino Unido, Portugal, Grécia, Japão, Coreia do Sul, Austrália, Nova Zelândia e Taiwan.

  • Segundo mundo: era composto pela União Soviética e pelos países com ela alinhados. Dentre eles podemos citar: China, Cuba, Coreia do Norte e Iugoslávia, território que começou a se fragmentar em 1991 e corresponde hoje a sete diferentes países. Esse grupo deixou de existir pelas profundas transformações incorridas em muitos desses países, marcadas sobretudo pela abertura econômica, como foi o caso da China, em um processo que teve início em 1978 e se consolidou na década de 1990.

  • Terceiro mundo: correspondia àquelas nações que não estavam alinhadas de forma clara com os países centrais da Guerra Fria. Um aspecto em comum entre os países do terceiro mundo é o fato de eles terem passado pelo processo de colonização. Para além disso, esse grupo englobava as economias consideradas atualmente em desenvolvimento ou subdesenvolvidas. O Brasil era um dos países que compunham o terceiro mundo, ao lado de Índia, México, Argentina, Chile, Bolívia e demais países da América do Sul, a maior parte dos países africanos e do subcontinente indiano.

Criação da teoria dos mundos

A teoria dos mundos foi desenvolvida após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), em um contexto de bipolaridade política e ideológica que pairava sobre o mundo e de fragilidade econômica e social em muitas nações, em especial aquelas diretamente envolvidas no conflito.

Tendo em vista a distância entre os estágios de desenvolvimento em que se encontravam e a ampla diferenciação econômica entre os países, tal teoria de cunho econômico foi criada com o propósito de separá-los em grupos. Sob outra perspectiva, podemos dizer que a teoria sugeriu uma regionalização do mundo com base nos parâmetros econômicos observados em um intervalo de tempo específico (1945-1990).

Em conformidade com o contexto geopolítico, atribui-se ao demógrafo francês Alfred Sauvy (1898-1990) a utilização do termo terceiro mundo pela primeira vez, o que se deu em um artigo que ele produziu para um jornal em 1952, e a cunhagem das demais expressões para se referir respectivamente aos países capitalistas (primeiro mundo) e socialistas (segundo mundo). Na visão de Sauvy, as nações não alinhadas pertenciam ao terceiro mundo.

  • Videoaula sobre Guerra Fria

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Teoria dos mundos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/teoria-dos-mundos.htm. Acesso em 30 de novembro de 2021.

Artigos Relacionados
Brasil: subdesenvolvido ou emergente? Entenda como se caracteriza o nível de desenvolvimento social e econômico do nosso país.
Compreenda os principais aspectos geográficos e políticos referentes à Guerra Fria.
Confira os principais aspectos que caracterizam um país de Primeiro Mundo!
O conceito, as causas e as principais características do subdesenvolvimento.