Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Moçambique

Moçambique é um país subdesenvolvido do Sul da África, considerado um dos mais pobres do mundo. Sua capital é Maputo. O idioma oficial de Moçambique é o português.

Bandeira de Moçambique.
Bandeira de Moçambique.
Crédito da Imagem: Shutterstock.com
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Moçambique é um país africano localizado no Sul do continente. Sua capital é a cidade de Maputo, e o nome oficial do país é República de Moçambique. Banhado pelo oceano Índico, o território moçambicano apresenta paisagens naturais contrastantes entre o norte e o sul, com clima predominantemente tropical.

A população de mais de 32 milhões de habitantes vive, em sua maioria, no meio rural, onde desenvolve a agricultura. Essa é uma das principais atividades econômicas do país, junto do comércio e dos serviços. Por conta do elevado índice de pobreza e da indústria incipiente, Moçambique é considerado um país subdesenvolvido.

Leia também: África do Sul — por que esse país africano tem três capitais?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Moçambique

  • Moçambique é um país do Sul do continente africano, banhado pelo oceano Índico.

  • Sua capital é a cidade de Maputo.

  • Apresenta clima contrastante entre o norte chuvoso e o sul seco, com relevo heterogêneo e vegetação formada por florestas e campos abertos.

  • A população de Moçambique é de 32.163.000 habitantes, sendo um país pouco povoado. A maior parte dos moçambicanos vive no meio rural.

  • Trata-se de uma das menores economias da África e do mundo, baseada nas atividades do setor terciário e na agropecuária. Apresenta alto índice de pobreza.

  • A rede de infraestrutura de Moçambique é deficitária, e não atende a toda a sua população. Os problemas de abastecimento são ainda maiores no meio rural.

  • Dispõe de grande riqueza cultural, com manifestações como a música e a literatura, que têm reconhecimento internacional.

  • A língua oficial do país é o português, o que se deve à colonização portuguesa que se estendeu do século XVI até 1975.

  • Moçambique conquistou a sua independência em 25 de junho de 1975.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais de Moçambique:

  • Nome oficial: República de Moçambique

  • Gentílico: moçambicano

  • Extensão territorial: 799.380 km²

  • Localização: Sul da África

  • Capital: Maputo

  • Clima: tropical e subtropical

  • Governo: república presidencialista

  • Divisão administrativa: 10 províncias e a cidade de Maputo.

  • Idioma: português (oficial), macua, tsonga e outras línguas locais.

  • Religiões: católica romana, islâmica, sionismo cristão, evangélica, anglicana e outras.

  • População: 32.163.000 habitantes

  • Densidade demográfica: 40,9 hab./km²

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,461

  • Moeda: Metical moçambicano

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 22,98 bilhões

  • PIB per capita: US$ 659,1

  • Gini: 0,505

  • Fuso horário: GMT +2

  • Relações exteriores:

    • ONU;

    • Banco Mundial;

    • FMI;

    • OMC;

    • União Africana.

Mapa de Moçambique

Mapa de Moçambique.

Geografia de Moçambique

Moçambique é um país africano localizado na região sudeste do continente, com capital na cidade de Maputo. Banhado pelo oceano Índico a leste, o território moçambicano se estende por 799.380 km² e faz fronteira com outros cinco países:

  • Tanzânia, ao norte;

  • Zimbábue, Zâmbia, Malauí e África do Sul, a oeste;

  • Essuatíni, a sudoeste.

Do outro lado do oceano, separado do continente pelo canal de Moçambique, fica o país Madagascar. A seguir, conheça as principais características físicas do território de Moçambique.

  • Clima de Moçambique

A latitude, a maritimidade e os sistemas de monções (ventos úmidos) são os fatores que mais exercem influência sobre o clima de Moçambique, que apresenta condições contrastantes entre o norte e o sul de seu território. Enquanto as terras setentrionais dispõem de maior umidade, a parcela meridional de Moçambique é mais seca e quente.

Enquanto as temperaturas médias em Moçambique são de 25 ºC, as máximas chegam a 33 ºC durante o verão. Nos meses mais frios do ano, as mínimas atingem 14 ºC, havendo algumas diferenças regionais com relação às médias térmicas. O período chuvoso vai de novembro a março, e a pluviosidade anual é maior na região norte (até 1800 mm) do que na região sul, onde algumas áreas recebem apenas 75 mm de chuva por ano.

  • Relevo de Moçambique

O relevo moçambicano, assim como seu clima, é formado por contrastes. A maior parte dos terrenos apresenta baixo declive e feições planas, com a presença da planície costeira e de planaltos interiores e média altimétrica de 345 metros. No oeste de Moçambique, fica parte do vale do Rift, uma região de relevo acidentado formado por meio de falhas geológicas, sendo essa uma das principais feições da geomorfologia do leste africano.

Estrada em Moçambique.
Paisagem em Moçambique, no leste da África.
  • Vegetação de Moçambique

As florestas são o principal tipo de vegetação presente em Moçambique, e recobrem aproximadamente 45% da superfície do país. Florestas abertas e campos de arbustos e gramíneas são identificados no sul, enquanto o oeste do país é marcado pela paisagem de savana.

  • Hidrografia de Moçambique

Moçambique apresenta uma densa rede de rios que cruzam o país e oferecem a possibilidade do desenvolvimento de importantes atividades econômicas por meio da geração de eletricidade e da irrigação. O Zambezi é o maior e o principal rio moçambicano, percorrendo 819 quilômetros. Sua bacia hidrográfica atende uma área de 225.000 km², quase um terço do país.

Veja também: Afinal, a África é um país ou um continente?

Demografia de Moçambique

Moçambique é o segundo país mais populoso do Sul da África, e conta atualmente com uma população de 32.163.000 habitantes. Devido aos seus aspectos naturais principalmente, a distribuição populacional pelo território moçambicano é bastante desigual, havendo grande concentração de pessoas na costa sudeste do país. Além disso, a maior parte dos moçambicanos vive no meio rural, e apenas 38,8% vivem nos centros urbanos. Matola e Maputo são as duas maiores cidades de Moçambique, com 1,8 e 1,1 milhão de habitantes respectivamente.

Vista aérea da cidade de Maputo, capital de Moçambique.
Maputo é a segunda cidade mais populosa de Moçambique.

A taxa de crescimento da população de Moçambique é de 2,1% ao ano, o que se deve à elevada taxa de natalidade (uma das maiores do mundo) e à taxa de mortalidade inferior, mas, ainda assim, alta quando em escala global. Por conta do padrão de seus indicadores demográficos, Moçambique é um país muito jovem, com idade mediana de somente 17,3 anos, uma das mais baixas em todo o mundo.

Economia de Moçambique

A economia de Moçambique é classificada como subdesenvolvida, sendo um dos países mais pobres do mundo. O Produto Interno Bruto (PIB) moçambicano é de 22,98 bilhões de dólares, o que coloca o país na 22ª posição entre as economias africanas. Nota-se, ainda, que mais de 46% da população de Moçambique vivem abaixo da linha da pobreza. Além da pobreza elevada, a desigualdade econômica no país é bastante acentuada, o que é evidenciado pelo seu indicador de Gini.

Os setores terciário e primário são aqueles que sustentam a economia de Moçambique. Enquanto o comércio e os serviços respondem por 56,8% do PIB nacional, a agropecuária é responsável por uma parcela de 23,9%. No setor primário como um todo, destacam-se a mineração da bauxita para a produção de alumínio e os cultivos de cana-de-açúcar, mandioca, milho, feijão, arroz e banana. A indústria, ainda incipiente, tem como principais ramos o químico, petroquímico, têxtil e de processamento de alimentos e bebidas.

  • Turismo em Moçambique

O turismo, parte do setor terciário da economia, é muito importante para o desenvolvimento econômico de Moçambique. Nos últimos anos, essa atividade tem apresentado crescimento significativo, tanto em relação a sua parcela no PIB, que é de 4,5% atualmente, quanto no número de chegadas, que, segundo a ONU, ultrapassou 1,5 milhão no ano de 2021. Por conta disso, muitos investimentos têm sido feitos para ampliar o setor e garantir a melhor estadia dos visitantes.

Com litoral no oceano Índico, as belas paisagens naturais das praias moçambicanas são o principal destino turístico do país. Entretanto, Moçambique tem muitos outros atrativos, como os parques e reservas naturais no interior, em algumas das quais é possível observar a fauna diversificada do país, os lugares históricos que recontam a formação do país e a sua cultura.

Vista aérea do litoral de Moçambique.
As praias moçambicanas são um dos principais atrativos turísticos do país.

Infraestrutura de Moçambique

Moçambique é um país subdesenvolvido que apresenta enorme deficit de infraestrutura, principalmente quando se considera a infraestrutura social e urbana. Como vimos, mais da metade de sua população vive no meio rural, onde apenas 61,5% têm acesso a fontes seguras de água potável. As redes de saneamento básico atendem menos de um quarto da população rural e cerca de 71% da população urbana, enquanto somente 31% da população têm acesso à eletricidade. No campo, esse percentual cai para 3,8%.

O país apresenta rios com enorme potencial hidrelétrico, tendo uma matriz dominada pela hidroeletricidade. Nos transportes, rodovias e ferrovias são muito utilizadas para o deslocamento de pessoas e de mercadorias, ainda que a maior parte das estradas de Moçambique não seja pavimentada. As hidrovias se estendem 460 quilômetros, e se distribuem ao norte e ao sul do país. Existem dezenas de aeroportos em Moçambique, bem como portos marítimos, três dos quais apresentam terminal para o transporte de petróleo.

Governo de Moçambique

Moçambique é uma república presidencialista, na qual o presidente da república ocupa tanto o posto de chefe de Estado quanto o de chefe de governo. O ocupante do cargo é eleito por meio do voto popular para mandato de cinco anos, com direito à reeleição. O Poder Legislativo é executado por meio da Assembleia da República, órgão unicameral formado por 250 membros, dos quais 248 são eleitos por meio do voto proporcional, enquanto dois são eleitos diretamente e representam os moçambicanos que vivem no exterior.

Etimologia de Moçambique

O nome do país tem origem no nome próprio de Mossa Al Bique ou Musa Al Bik, um comerciante árabe que habitou naquela região e a governou no século XVI, antes da chegada dos colonizadores portugueses.

Cultura de Moçambique

Obra de Malangatana, um dos principais artistas plásticos de Moçambique.
Obra de Malangatana, um dos principais artistas plásticos de Moçambique.[1]

Moçambique detém uma grande diversidade cultural proveniente da sua formação social e territorial, recebendo a influência das culturais de outras populações africanas e dos europeus, sobretudo os portugueses. A língua falada e escrita no país é uma dessas influências oriundas de Portugal, tendo em vista que o português é o idioma oficial do país. No entanto, é importante ressaltar que mais de 40 línguas são faladas no território moçambicano.

Classificado como um dos principais polos culturais do continente africano, Moçambique produziu muitos nomes famosos de diversas áreas, como na literatura, com Mia Couto e José Craveirinha, e nas artes plásticas, com Malangatana. O país apresenta tradição, também, nos esportes e nas artes manuais, com a sua produção artesanal.

Curiosidades sobre Moçambique

  • Situado a 2436 metros de altitude, o monte Binga é o ponto mais elevado de Moçambique.

  • Somente Moçambique e Guatemala têm armas representadas em sua bandeira nacional.

  • A Capela de Nossa Senhora de Baluarte, datada de 1522, é o edifício mais antigo construído pelos portugueses no Hemisfério Sul.

  • A ilha de Moçambique é o único sítio tombado pela Unesco como patrimônio da humanidade no país.

  • Acredita-se que o país tenha 300 espécies endêmicas de plantas.

  • Embora não tenha laços históricos com o Reino Unido, Moçambique é parte da Comunidade das Nações (Commonwealth).

Saiba mais: Guiné-Bissau — outra nação africana de língua portuguesa, está entre as mais pobres do continente

História de Moçambique

O território moçambicano passou por um processo de povoamento muito antes da chegada dos colonizadores europeus. Povos africanos oriundos de outras partes do continente, como os sãs (bosquímanos) e os bantu, bem como populações de origem árabe que estabeleceram entrepostos comerciais na região foram os primeiros a se estabelecerem em Moçambique e na ilha de Moçambique. A chegada dos europeus aconteceu somente no final do século XV, com a comitiva de Vasco da Gama.

Os portugueses se instalaram inicialmente no litoral, entrando para o interior apenas a partir da década de 1530. O principal interesse dos colonizadores no território moçambicano era a exploração dos recursos naturais, em especial o ouro e o marfim. Com a expansão das colônias portuguesas na América, o tráfico de pessoas escravizadas passou a ser também uma das atividades econômicas desenvolvidas em Moçambique.

Durante o período de dominação portuguesa, inúmeras disputas foram travadas entre os colonizadores e a população local, criando um forte movimento de resistência. A partir do século XX, nasceram importantes movimentos que lutavam pela independência do país, com destaque para a Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo).

Moçambique conquistou a sua independência de Portugal no dia 25 de junho de 1975, e teve como primeiro presidente da República Samora Moisés Machel, um dos líderes do movimento pela soberania moçambicana. Seu mandato se estendeu de 1975 a 1986, quando morreu em um acidente aéreo próximo da fronteira com Essuatíni.

Nesse mesmo período, Moçambique tinha uma economia muito dependente da África do Sul, e questões internas atreladas à econômica, a uma crise política que se sucedeu e a um episódio de seca extrema culminaram na guerra civil moçambicana, entre 1977 e 1992. O conflito impactou, sobretudo, a economia e o desenvolvimento socioeconômico do país, que tem se recuperado gradativamente. Ainda assim, trata-se de um dos países mais pobres do mundo e que enfrenta, até hoje, severas crises políticas e econômicas que afetam duramente sua população.

Créditos da imagem

[1] Wikimedia Commons

Fontes

CIA. Countries: Mozambique. The World Factbook. Central Intelligence Agency, 30 maio 2024. Disponível em: https://www.cia.gov/the-world-factbook/countries/mozambique/.

IMF. Datasets: Mozambique. International Monetary Fund, 2021. Disponível em: https://www.imf.org/external/datamapper/profile/MOZ.

PENVENNE, J. M.; SHELDON, K. E. Mozambique. Encyclopaedia Britannica, [s.d.]. Disponível em: https://www.britannica.com/place/Mozambique.

UNDP. Human Development Insights: access and explore human development data for 193 countries and territories worldwide. United Nations Development Programme, 2024. Disponível em: http://hdr.undp.org/en/content/latest-human-development-index-ranking.

UNITED NATIONS. Data: Mozambique. United Nations Statistics Division, 2024. Disponível em: https://data.un.org/en/iso/mz.html.

WORLD BANK. Data: Mozambique. The World Bank Group, 2024. Disponível em: https://data.worldbank.org/country/mozambique.

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Moçambique"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/mocambique.htm. Acesso em 12 de julho de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


Cultura africana

Clique aqui para conhecer a vasta cultura africana, que tanto inspirou a formação da identidade cultural brasileira. Conheça seus principais aspectos!
Cultura

Escravidão na África

Clique para aprender sobre a escravidão na África. Veja como ela funcionou e entenda como se deu o comércio negreiro na região.
História do Brasil

Guerra de Independência de Moçambique

Guerra de Independência de Moçambique, o regime de Salazar, o FRELIMO, os Acordos de Lusaka,a independência de Moçambique.
Guerras

História da língua portuguesa no mundo

Língua portuguesa: Conheça a história de nosso idioma e quais países compõem essa interessante comunidade linguística.
Gramática

Os 10 países mais pobres do mundo

Entenda o que é pobreza e conheça os 10 países mais pobres do mundo. Saiba mais também sobre os critérios de classificação da pobreza de um país.
Curiosidades

Países da África

Conheça os países da África e suas capitais. Veja como esses países estão distribuídos em grandes regiões e quais são elas. Saiba em quais deles fala-se português.
Geografia

Subdesenvolvimento Africano e suas raízes

Compreenda aqui quais são as raízes do subdesenvolvimento africano!
Geografia

África

Clique aqui e saiba mais sobre o continente africano! Descubra quantos e quais são os países que fazem parte dele. Aprenda também sobre sua história e população!
Geografia

África Portuguesa

África Portuguesa, como se deu a colonização portuguesa na África, quais eram os interesses dos portugueses na África, a análise histórica da África Portuguesa.
História

África do Sul

Acesse o texto para saber mais sobre a África do Sul. Veja qual é a capital, como é a cultura e que língua é falada no país. Conheça a história da África do Sul.
África do Sul