Whatsapp

Paisagem

Geografia

PUBLICIDADE

Paisagem é uma categoria de análise da Geografia que nos auxilia no estudo e compreensão do espaço a partir de um recorte específico. Ela é definida como tudo aquilo que nós podemos identificar e interpretar por meio dos nossos sentidos (visão, audição, olfato, tato e paladar) em um determinado lugar. As paisagens são alteradas de tempos e tempos, e nelas podem coexistir elementos materiais de diferentes épocas.

A partir dos seus diversos componentes, as paisagens podem ser classificadas como naturais, que tiveram pouca ou nenhuma interferência humana, e culturais ou antrópicas, resultantes da transformação da atividade humana.

Leia também: Espaço geográfico — conceito-chave do estudo da Geografia

O que é paisagem?

A análise e compreensão do espaço geográfico, objeto de estudo da Geografia, são feitas a partir de um conjunto de categorias que nos permite apreender os fenômenos que ocorrem a partir de diferentes abordagens. Essas categorias são: região, território, lugar e paisagem.

Em um primeiro momento, a palavra paisagem pode ser associada a tudo aquilo que nos é aprazível aos olhos. No entanto, quando adicionamos o viés geográfico, esse termo também contempla a percepção por meio dos sentidos, mas adquire um significado bem mais abrangente.

A paisagem geográfica, assim, pode ser definida como todos os elementos do espaço que os nossos sentidos conseguem captar ou perceber e interpretar.

A paisagem representa todos os componentes do espaço que os nossos sentidos conseguem perceber. Na imagem acima, tem-se uma paisagem do centro histórico da cidade de São Paulo.
A paisagem representa todos os componentes do espaço que os nossos sentidos conseguem perceber. Na imagem acima, tem-se uma paisagem do centro histórico da cidade de São Paulo.

Algumas definições apresentam a paisagem como sendo o conjunto de elementos que são visíveis no espaço, isto é, tudo aquilo que nossos olhos conseguem enxergar em um determinado local. Entretanto, a configuração desses lugares é feita a partir não somente de pessoas e objetos físicos, como edificações, carros, postes, árvores, rios, etc., mas também por meio da interação entre esses diversos componentes, o que gera sensações (como sons e cheiros), que são identificadas a partir dos nossos outros sentidos (olfato, tato, audição e paladar).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Embora para aqueles que a observam a paisagem represente o momento presente, ela se transforma no tempo e carrega em si a materialização dessa passagem temporal. A maneira como a sociedade interage com os elementos a sua volta, as diversas formas de trabalho e as técnicas que representam um determinado período: todos esses aspectos se encontram expressos nas paisagens, nas quais presente e passado podem coexistir.

Um exemplo são os centros das grandes cidades, que na maioria das vezes preservam estruturas de épocas anteriores (prédios antigos, por exemplo, muitas vezes com funções diferentes da pensada originalmente) junto de elementos atuais, representantes do período técnico recente.

Levando em consideração uma escala temporal menor, a paisagem que é observada nos centros urbanos pela manhã não é a mesma vista ao final da tarde, sofrendo alterações ao longo do dia. As modificações na paisagem podem ser observadas, portanto, em diversas escalas de tempo.

Diretamente associada aos sentidos, a paisagem não é idêntica para todos, uma vez que a percepção dos lugares varia de acordo com o observador. Sendo assim, duas pessoas em um mesmo local podem descrever a paisagem que estão vendo e sentindo de formas distintas.

Leia também: Categorias da Geografia — paisagem, território, região e lugar

Tipos de paisagem

As paisagens podem ser classificadas em duas categorias: paisagem natural e paisagem cultural ou antrópica.

  • Paisagem natural: é aquela que dispõe predominantemente de elementos naturais, sendo esses pouco ou nada modificados pelas atividades antrópicas. Sua transformação fica por conta dos próprios agentes naturais.

  • Paisagem cultural: aquela formada a partir da ação transformadora das atividades humanas e também por elementos da natureza que sofreram modificações pelos mesmos agentes ou foram posteriormente incorporados.

Para saber mais sobre o assunto, leia nosso texto específico: Paisagem cultural e paisagem natural.

Exemplos de paisagem

Áreas de clima extremo e inóspitas do planeta são exemplos de paisagens naturais. Outros exemplos desse tipo de paisagem são as montanhas e cadeias montanhosas, florestas e reservas naturais.

As paisagens naturais são compostas de elementos da natureza que não foram alterados pela ação humana.
As paisagens naturais são compostas de elementos da natureza que não foram alterados pela ação humana.

As cidades, os grandes aglomerados urbanos e até mesmo as plantações agrícolas nas zonas rurais podem ser apontadas como exemplos de paisagens culturais, uma vez que sofreram intervenção humana.

Exemplo de uma paisagem cultural ou antrópica.
Exemplo de uma paisagem cultural ou antrópica.

Exercícios resolvidos

1) (Enem) Portadora de memória, a paisagem ajuda a construir os sentimentos de pertencimento; ela cria uma atmosfera que convém aos momentos fortes da vida, às festas, às comemorações.

CLAVAL, P. Terra dos homens: a geografia. São Paulo: Contexto, 2010 (adaptado).

No texto, é apresentada uma forma de integração da paisagem geográfica com a vida social. Nesse sentido, a paisagem, além de existir como forma concreta, apresenta uma dimensão:

a) política de apropriação efetiva do espaço.
b) econômica de uso de recursos do espaço.
c) privada de limitação sobre a utilização do espaço.
d) natural de composição por elementos físicos do espaço.
e) simbólica de relação subjetiva do indivíduo com o espaço.

Resolução: Alternativa E. A apreensão da paisagem é feita pelos indivíduos por meio dos seus sentidos. Isso confere à paisagem um aspecto bastante subjetivo, uma vez que a maneira como o observador se insere e se relaciona com aquele determinado espaço varia de pessoa para pessoa.

2) (UEPB) “A paisagem existe, através de suas formas, criadas em momentos históricos diferentes, porém coexistindo no momento atual”.

(SANTOS, Milton. A Natureza do Espaço: técnica e tempo: razão e emoção. 2ª ed. São Paulo: Hucitec, 1997, p. 84)

A partir da afirmativa do autor acima citado, é correto afirmar que:

a) espaço e paisagem se diferenciam porque o espaço é uma produção social, enquanto que na paisagem predominam os elementos da dinâmica natural.
b) na paisagem podemos observar elementos naturais e culturais, bem como formas novas e antigas, que nos revelam sucessivos passados.
c) a paisagem é forma estática, por isso jamais pode revelar as relações sociais do passado que produziram as formas geográficas do presente.
d) a paisagem tem significado apenas panorâmico, pois é destituída de conteúdo social, o que nos permite contemplar as formas, mas jamais analisar a sua essência.
e) a paisagem assim como o território são delimitados pelo alcance visual de quem os observa; são, portanto, espaços delimitados pelas relações de poder, cuja escala varia conforme a posição do observador.

Resolução: Alternativa B. A paisagem pode apresentar formas e elementos naturais e construídos pelo trabalho humano. Estes representam a materialização das relações entre a sociedade e o espaço em diferentes períodos temporais.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Paisagem"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/definicao-de-paisagem.htm. Acesso em 10 de abril de 2021.

Artigos Relacionados
Conheça quais são as principais categorias da Geografia.
Confira aqui quais são os principais conceitos e especialidades da Geografia!
Você sabe o que é o espaço geográfico? Neste texto te damos alguns exemplos e ajudamos a compreender um pouco mais sobre o objeto de estudo da geografia.
O conceito de paisagem e suas dimensões cultural e natural.