Verbos reflexivos em espanhol

Espanhol

PUBLICIDADE

Os verbos reflexivos em espanhol indicam um sujeito que exerce e recebe a ação do verbo. São acompanhados de pronomes próprios para cada pessoa verbal, os pronomes reflexivos. Esses pronomes têm regras próprias de colocação, especialmente em situações que envolvem tempos compostos e formas nominais dos verbos. Exploremos, com mais detalhes, as características desse tipo de verbo em espanhol.

Leia também: Preposición – palavra que cria vínculos sintáticos com outras

Estrutura e usos dos verbos reflexivos

Alguns verbos em espanhol são conjugados com pronomes em todas as suas formas verbais. Esses verbos são chamados de reflexivos ou pronominales e reconhecê-los é fácil: em sua forma infinitiva, todos eles terminam com o pronome se, como despertarse (acordar), dormirse (dormir), arrepentirse (arrepender-se), levantarse (levantar-se) etc. Normalmente esses verbos indicam que o sujeito da oração realiza a ação do verbo sobre si mesmo, ou seja, também recebe a ação.

Em espanhol há muitos verbos reflexivos que servem para falar de ações que fazem parte da nossa rotina, como ducharse (tomar banho), peinarse (pentear o cabelo), afeitarse (fazer a barba), vestirse (vestir-se) etc. Alguns desses verbos podem ser reflexivos e não reflexivos: se o sujeito realiza a ação sobre si mesmo, o verbo é reflexivo e é usado com pronome. Exemplo:

Me levanto todos los días a las 7h.
(Levanto-me todos os dias às 7h.)

Se, por outro lado, o sujeito realiza a ação sobre outra pessoa ou coisa, o verbo já não é reflexivo e é usado sem o pronome. Exemplo:

Este aparato sirve para levantar objetos pesados.
(Este aparelho serve para levantar objetos pesados.)

Como os pronomes reflexivos referem-se ao sujeito que realiza a ação, cada pessoa verbal terá um pronome próprio. São eles:

yo

me

te

él/ella/usted

se

nostros/nosotras

nos

vosotros/vosotras

os

ellos/ellas/ustedes

se


Observe que o pronome reflexivo de terceira pessoa é igual no singular e no plural.

Vejamos agora alguns exemplos de orações com verbos reflexivos:

  • ¿A qué hora te acuestas?
    (Que horas você vai dormir?)

  • ¿Se acuerdan dónde queda el restaurante al que fuimos la semana pasada?
    (Vocês se lembram do restaurante a que fomos semana passada?)

  • No entendo por qué se queja de su trabajo.
    (Não entendo por que ela reclama de seu trabalho.)

Veja também: Las conjuncionesas palavras que ajudam na articulação das frases e textos

 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Colocação dos pronomes reflexivos

A posição dos pronomes que acompanham os verbos reflexivos sempre será antes dos verbos, em todos os tempos verbais dos modos indicativo e subjuntivo, independentemente se está no início ou no meio de uma oração:

  • Me ducho todos los días.
    (Tomo banho todos os dias.)

  • Nos arrepentimos de haber comprado aquel departamento.
    (Arrependemo-nos de ter comprado aquele apartamento.)

É importante frisar que, diferentemente do que preconiza a gramática normativa do português, em espanhol uma oração pode começar com pronome pessoal oblíquo. Isso está demonstrado no exemplo acima: de acordo com a gramática normativa portuguesa, se traduzíssemos Nos arrepentimos por Nos arrependemos, a oração não estaria adequada. Em espanhol não há esse problema.

Também existe uma regra para a posição dos pronomes em tempos compostos do espanhol formados com o verbo auxiliar haber e o particípio do verbo principal, tais como o pretérito perfecto compuesto e o pretérito pluscuamperfecto. Nesses tempos verbais, a posição do pronome será sempre antes do verbo haber. Nunca se usa o pronome entre o verbo haber e o particípio. Por exemplo, estão corretas as orações a seguir:

  • Todavía no me he afeitado esta semana.
    (Esta semana ainda não fiz a barba.)

  • Cuando llegué a casa, mi primo ya se había ido.
    (Quando cheguei em casa, meu primo já tinha ido embora.)

Por sua vez, estariam incorretas se a posição do pronome e do verbo haber fosse invertida:

Todavía no he me afeitado esta semana.
Cuando llegué a casa, mi primo ya había se ido.

Como dissemos acima, a posição dos pronomes que acompanham os verbos reflexivos sempre será antes dos verbos. Essa é a regra. No entanto, como toda regra tem suas exceções, há três situações em espanhol – e apenas essas três – nas quais o pronome aparece depois do verbo.

Imperativo afirmativo

Lávate las manos antes de comer.
(Lave as mãos antes de comer.)

No caso específico do imperativo afirmativo de vosotros/vosotras, suas formas conjugadas perdem a letra d ao final da palavra. Por exemplo, o imperativo de vosotros para o verbo acostarse deveria ser acostados (acostad + o pronome os). Porém, conforme essa regra, o imperativo assume a forma acostaos:

Acostaos temprano, que mañana comienzan las clases.
(Durmam cedo, porque amanhã começam as aulas.)

Infinitivo e o gerúndio

  • Ya es tarde, tengo que irme.
    (Já está tarde, tenho que ir embora.)

  • Mi hermana está maquillándose en el baño.
    (Minha irmã está maquiando-se no banheiro.)

Em relação ao infinitivo e ao gerúndio, quando temos uma perífrase verbal – estrutura formada por um verbo auxiliar e uma forma nominal do verbo, tais como o gerúndio e o infinitivo, precisamente –, o pronome também pode ser posicionado antes do primeiro verbo da perífrase, separadamente. Logo, podemos reescrever os exemplos anteriores da seguinte forma:

Ya es tarde, me tengo que ir.
Mi hermana se está maquilando en el baño.

Em ambos os casos, o pronome nunca é posicionado entre os dois verbos. Estariam incorretas as orações

...tengo que me ir.
...está se maquillando…

Nos verbos reflexivos, o sujeito pratica e recebe a ação do verbo.
Nos verbos reflexivos, o sujeito pratica e recebe a ação do verbo.

Exercícios resolvidos

Questão 1 - (UFPE/2011 – adaptada)

Los fantasmas, acomodándose a las nuevas circunstancias, empiezan a aficionarse a la mecánica. En el domicilio del marqués de Ely, en Hove, cerca de Brighton, Londres, ha hecho su misteriosa aparición un fantasma que no es tan misterioso por ser fantasma como por ser un fantasma exclusivamente fotogénico. En su departamento particular, el joven marqués -25 años- tomó con luz artificial la fotografía de una amiga, convencido de que estaba solo con ella. Pero la fotografía reveló que el marqués se equivocaba: además de ellos había un fantasma en la habitación. Un fantasma que nadie ha conocido personalmente sino en fotografía, y que por consiguiente nadie puede decir cómo es en realidad, pues no hay testimonio de que el conflictivo, original y modernizado espectro sea igual o por lo menos parecido a sus retratos.

Gabriel García Márquez. La fotogenia del fantasma.

Marque a opção correta. Na primeira linha do texto, a palavra “acomodándose”

a) é formada por um gerúndio e um pronome reflexivo.
b) é formada por um particípio e um pronome relativo.
c) é formada por um particípio e um pronome.
d) está acentuada porque inclui um gerúndio.
e) está conjugada no modo subjuntivo.

Resolução

Alternativa A, pois é a única que expressa corretamente a forma nominal do verbo, que está no gerúndio (terminado em -ando), e o pronome reflexivo -se.

Questão 2 - (Uniube MG/2005, adaptada)

Com base no texto do segundo quadro “¡Acabo de descubrir que en el espejo las cosas se vem al revés!”, podemos afirmar que o elemento “SE” tem função

a) de conjunção e impõe uma condição.
b) de complemento direto e indica o objeto na oração.
c) de complemento indireto e indica o sujeito na oração.
d) reflexiva do verbo presente na oração.
e) variante dos complementos le/les.

Resolução

Alternativa D, pois o verbo verse, conjugado como se ven, expressa uma ação exercida e sofrida pelo sujeito, configurando reflexividade.   

 

Por Diego Guimarães Gontijo
Professor de Espanhol

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GONTIJO, Diego Guimarães. "Verbos reflexivos em espanhol"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/espanhol/verbos-reflexivos-em-espanhol.htm. Acesso em 29 de outubro de 2020.