Topo
pesquisar

Olimpíadas Tóquio 2020

Educação Física

As Olimpíadas de 2020 serão realizadas em Tóquio, no Japão, de 24 de julho a 9 de agosto de 2020.
PUBLICIDADE

As Olimpíadas de 2020 serão realizadas em Tóquio, no Japão, de 24 de julho a 9 de agosto de 2020. Em sua 32ª edição, os Jogos Olímpicos de Verão terão 33 modalidades esportivas, com a expectativa de participação de mais de 11 mil atletas, os quais representarão mais de 204 países.

Essa é a segunda vez que Tóquio recebe os Jogos Olímpicos Modernos — a primeira vez foi em 1964 —, o que tornou a capital japonesa a ser a primeira cidade asiática a sediar duas vezes as Olimpíadas. A expectativa do Comitê Organizador Internacional (COI) é de que cerca de 4,5 milhões de pessoas estejam presentes nas competições, que serão realizadas na Baía de Tóquio (capital) e região metropolitana (com exceção de Sapporo, a 832 km de Tóquio), em 43 locais definidos para os eventos.

Leia também: Descubra quais são os atletas que conquistaram ouro em Olimpíadas

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Cidade-Sede

O COI realizou um processo de seleção para escolha da cidade-sede das Olimpíadas de 2020 por dois anos. Em 15 de fevereiro de 2012, Madri, Istambul, Baku, Tóquio e Doha tornaram-se cidades postulantes a serem sede dos Jogos Olímpicos. Em seguida, Tóquio, Madri e Istambul foram definidas como as três finalistas a irem para a eleição.

A escolha de Tóquio como cidade-sede das Olimpíadas foi feita em 7 de setembro de 2013, durante a 125ª Sessão do Comitê Olímpico Internacional, em Buenos Aires. A votação final elegeu a capital do Japão como anfitriã dos Jogos Olímpicos com 62% dos votos.

Presidente do COI, Jacques Rogge, anuncia Tóquio como sede dos Jogos Olímpicos de 2020. (Créditos: Reprodução COI / Olympic.org)
Presidente do COI, Jacques Rogge, anuncia Tóquio como sede dos Jogos Olímpicos de 2020. (Créditos: Reprodução COI / Olympic.org)

Tóquio foi anunciada oficialmente como sede das Olimpíadas de 2020 na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, data em que começou a contagem regressiva para a 32ª edição da competição. A estimativa orçamentária oficial do Comitê Olímpico de Tóquio foi de 12,6 bilhões de dólares para a realização dos jogos. Além desse valor, o governo anunciou o investimento de 7,5 bilhões de dólares.

A estrutura dos Jogos Olímpicos conta com 43 locais, sendo 25 já existentes e que passam por adaptação para as competições, 10 temporários e 8 novas construções. Algumas modalidades serão disputadas em lugares que foram construídos para as Olimpíadas de 1964 e permanecem em atividade, como é o caso do Estádio Olímpico, do Nippon Budokan e do Ginásio Nacional de Yoyog.

O Estádio Nacional de Tóquio, ou Estádio Olímpico, passa por uma grande reforma para receber a abertura e o encerramento dos Jogos Olímpicos, além das modalidades de atletismo e partidas de futebol. O novo estádio terá capacidade para 68 mil pessoas, ao custo de cerca de 1,5 bilhão de dólares.

Estádio Olímpico é a principal construção dos Jogos de 2020. (Crédito: Reprodução)
Estádio Olímpico é a principal construção dos Jogos de 2020. (Crédito: Reprodução)

Quem pretende ir às Olimpíadas precisa estar atento para a cidade em que será sediada a competição escolhida, já que Tóquio dividirá a programação com outras cidades. As partidas de futebol, por exemplo, serão disputadas em várias cidades do Japão, como Miyagi, Saitama, Yokohama, Fukushima e Sapporo.

Acesse também: Conheça a origem dos Jogos Olímpicos

Esportes e modalidades

As Olimpíadas de Tóquio de 2020 contarão com 33 esportes a serem disputados por mais de 11 mil atletas. Algumas modalidades esportivas têm diferentes categorias de competição, como os esportes aquáticos e o atletismo.

Novidades

Alguns esportes foram incluídos ao hall de competições das Olimpíadas: surf, escalada, skate e beisebol/softbol. Dentro de modalidades esportivas já existentes nos jogos, houve o acréscimo das categorias de basquete 3x3 e BMX Freestyle (bicicleta).

Outra novidade dessa edição dos Jogos Olímpicos é o aumento da participação feminina. Foram criadas categorias mistas para as competições de revezamento 4x400 metros e 4x100 metros em estilo livre nas piscinas, assim como equipes mistas de triatlo, judô, tiro com arco e tênis de mesa.

Paralimpíadas

As Paralimpíadas são os Jogos Olímpicos voltados para atletas com deficiência física ou cognitiva, conhecidos como paratletas. A edição de Tóquio dos Jogos Paralímpicos será realizada de 25 de agosto a 6 de setembro de 2020 e contará com 22 modalidades esportivas.

Os Jogos Paralímpicos de Tóquio contarão com dois novos esportes em suas modalidades de competição: Badminton e Taekwondo.

Emblema e mascote

As Olimpíadas Tóquio 2020 têm um emblema inspirado no “ichimatsu moyo”, formas quadriculadas características do período Edo (1603-1867), trazendo a predominância do azul índigo para representar o que a organização das Olimpíadas chama de “expressão da elegância e sofisticação do Japão”.

O emblema de Tóquio 2020 é constituído de três formas retangulares, que representam diferentes países e culturas. A mensagem escolhida para a 32ª edição das Olimpíadas é “unidade na diversidade”, atribuindo ao esporte a função de celebrar as diferenças.

Emblemas das Olimpíadas e Paralimpíadas representam os diferentes países da competição. (Créditos: Reprodução Comitê de Organização das Olimpíadas Tóquio 2020
Emblemas das Olimpíadas e Paralimpíadas representam os diferentes países da competição. (Créditos: Reprodução Comitê de Organização das Olimpíadas Tóquio 2020)

A mascote das Olimpíadas de Tóquio também segue a cartela de cores e formas do emblema e foi nomeada de Miraitowa, nome formado pelas palavras japonesas Mirai (futuro) e Towa (eternidade), que representa o desejo de um futuro cheio de esperança nos corações de todas as pessoas do mundo.

Miraitowa é o mascote das Olimpíadas, e Someity é o símbolo das Paralimpíadas. (Créditos: Reprodução Comitê de Organização das Olimpíadas Tóquio 2020)
Miraitowa é o mascote das Olimpíadas, e Someity é o símbolo das Paralimpíadas.
(Créditos: Reprodução Comitê de Organização das Olimpíadas Tóquio 2020)

Já a mascote das Paralimpíadas de Tóquio é Someity, criatura inspirada nas tradicionais flores de cerejeira do Japão e que tem um incrível poder mental e força física, simbolizando a superação de obstáculos dos paratletas. Seu nome é baseado na junção de Someiyoshino (espécie de flor de cerejeira) com o termo “so might” (é possível, em adaptação ao português).

Carregando...

Medalhas

A premiação das Olimpíadas é constituída de medalhas destinadas aos três primeiros lugares em cada competição ou torneio, sendo o pódio formado pelos medalhistas de ouro, prata e bronze.

Veja também: Medalhas, tocha e mascotes - conheça os símbolos olímpicos

O ranking do quadro de medalhas é definido pela quantidade de medalhas de ouro, seguidas pelas de prata e, por último, de bronze. Por exemplo, um país com 5 medalhas de prata e 8 de bronze classifica-se atrás de um país com 2 medalhas de ouro. Estados Unidos e China devem disputar o primeiro lugar no ranking geral.

Sustentabilidade

Para as Olimpíadas de Tóquio, o projeto de sustentabilidade da competição utilizará lixo eletrônico (material coletado de celulares e outros produtos) para a fabricação da parte interior das mais de 5 mil medalhas que serão distribuídas aos atletas. As medalhas também terão 0,048 grama de ouro, 0,26 grama de prata e 12 gramas de cobre, e os esportistas que conquistarem o primeiro lugar terão suas medalhas banhadas com cerca de 6 gramas de ouro.

Voluntários

Uma forma de acompanhar as Olimpíadas de Tóquio de perto é atuando como voluntário. São esperados mais de 80 mil voluntários a serem convocados pelo Comitê Organizador, além de mais de 30 mil que serão solicitados pelo governo local.

As funções dos voluntários variam conforme a origem da sua convocação (pelo Comitê ou pelo Governo). Confira:

  • Voluntários do Governo: atendimento ao turista, suporte ao site de transmissão das Olimpíadas, orientações de transporte e alojamento.

  • Voluntários do Comitê: atendimento ao público, suporte aos jornalistas, suporte às equipes durante os jogos.

Como ser voluntário?

As inscrições para voluntários das Olimpíadas de Tóquio, por meio do Comitê, foram realizadas de setembro a dezembro de 2018. Puderam se candidatar pessoas com 18 anos completos até 2020, com nacionalidade japonesa ou visto de residência no Japão para o período dos jogos.

O voluntário não recebe remuneração, apenas alimentação e pagamento das despesas com transporte, ficando o restante a cargo de quem se voluntariou. As demais oportunidades de voluntariado serão preenchidas por convocação do governo de Tóquio, estimando-se o preenchimento de mais de 30 mil postos.

Quanto custa ir para as Olimpíadas de Tóquio?

Ir para as Olimpíadas envolve uma série de gastos e requer pesquisa para evitar surpresas que possam estourar o orçamento. Confira alguns valores que envolvem a ida para Tóquio.

  • Ingressos

Cada país tem uma empresa oficial responsável pela venda autorizada de ingressos das Olimpíadas de 2020. No Brasil, as vendas estão previstas para a segunda quinzena de julho, e os 25 mil ingressos iniciais serão vendidos no site que pode ser acessado neste link. Para evitar imprevistos, procure somente empresas autorizadas para vendas e assistência ao turista.

Os valores informados pelo Comitê Organizador de Tóquio são referentes aos ingressos destinados aos residentes no Japão, para os quais os tíquetes já estão sendo vendidos. Apesar da diferença no preço final, é possível programar-se pelos preços informados pela organização. Veja:

  1. Cerimônia de Abertura e Encerramento: variam de Y 12.000 ienes (R$ 420) a Y 300.000 ienes (R$ 10.500)

  2. Competições: variam de Y 2.500 ienes (R$ 87) a Y 130.000 (R$ 4.550), sendo mais da metade dos ingressos de Y 8.000 ienes (R$ 280)

  • Passagens

Fatores como local de partida, companhia aérea e até a data da compra da passagem influenciam no valor dos bilhetes aéreos e, conforme as Olimpíadas aproximam-se, a tendência é que os preços fiquem mais altos. Além da pesquisa pelas companhias aéreas, ferramentas como o Google Flights são úteis para a comparação de valores. Para se ter uma ideia, um voo de ida saindo de São Paulo e o de volta também desembarcando na capital paulista variam de R$ 4 mil a R$ 6 mil (os mais baratos). A viagem não é direta e pode contar com uma ou mais paradas, ultrapassando 28 horas de voo.

Outro fator importante é saber se será necessário pegar ônibus ou outro transporte para assistir aos jogos, já que algumas competições serão realizadas fora de Tóquio, acrescentando o valor da locomoção até o destino escolhido.

  • Hospedagem

Outro gasto para quem vai para as Olimpíadas é a hospedagem. Pessoas que vão em grupos podem economizar se optarem por apartamentos, os quais variam de R$ 290 a R$ 800 por dia (sendo o valor mais baixo para duas pessoas e o mais altos para até oito).

Hotéis possuem um custo mais alto se comparados aos hostels e apartamentos, mas são uma boa opção para quem prefere contar com serviço de quarto e alguns diferenciais.

  • Transporte

O transporte público de Tóquio funciona muito bem, por isso é uma boa opção para o turista. O Ticket All-Day Tokyo Metro, que permite usar o metrô durante todo o dia, custa cerca de R$ 21 e, caso seja Tokyo Metro + Toei Subway, que inclui ônibus, o valor sobe para R$ 34. Já o bilhete individual sai por R$ 9,50 para andar até 27 km, enquanto de 28 km a 40 km o preço sobe para e R$ 10,60.

  • Alimentação

Os gastos com alimentação variam muito de pessoa para pessoa, mas é possível fazer as três principais refeições com os seguintes valores:

  1. Café da manhã: R$ 17 a R$ 30

  2. Almoço: R$ 27 a R$ 73

  3. Jantar: R$ 35 a R$ 105

Comer nos locais dos jogos costuma sair mais caro, já que a organização restringe o comércio dentro dos locais de competições somente às empresas conveniadas. No entanto, lojas de conveniência são boas opções para quem busca um petisco ou bebida enquanto passeia pela cidade.

Por Lorraine Vilela
Jornalista

As Olimpíadas Tóquio 2020 terão a presença de mais de 11 mil atletas de 204 países.
As Olimpíadas Tóquio 2020 terão a presença de mais de 11 mil atletas de 204 países.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

CAMPOS, Lorraine Vilela. "Olimpíadas Tóquio 2020"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/olimpiadas-toquio-2020.htm. Acesso em 14 de dezembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola