Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Câncer de bexiga

O câncer de bexiga é causado pelo crescimento anormal de células da bexiga urinária.

Ilustração da ocorrência de câncer de bexiga.
O câncer de bexiga é causado pelo crescimento desordenado das células presentes na bexiga urinária.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O câncer de bexiga é uma doença que afeta a bexiga urinária e é causada pelo crescimento desordenado, incontrolável e agressivo das células que formam a bexiga. Entre seus sintomas, estão a presença de sangue na urina e a alteração dos hábitos urinários. 

O câncer de bexiga só pode ser diagnosticado por um médico, com base nos sintomas apresentados pelo paciente assim como nos exames de imagem, laboratoriais e biópsias. O tratamento envolve principalmente cirurgias para a retirada dos tecidos tumorais, podendo envolver a retirada parcial ou total da bexiga.

Leia também: Todo tumor é câncer?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre câncer de bexiga

  • O câncer de bexiga é uma doença causada pelo crescimento desordenado das células da bexiga urinária.

  • O tabagismo é uma das suas principais causas.

  • Entre os sintomas, estão a presença de sangue na urina e a alteração dos hábitos urinários. 

  • O diagnóstico é feito apenas por um médico, com base nos sintomas assim como em exames complementares.

  • O tratamento é feito por cirurgia que envolve a retirada do tecido tumoral.

O que é o câncer de bexiga?

O câncer de bexiga é uma doença causada por alterações nas células presentes na bexiga urinária, que iniciam um processo de crescimento desordenado e incontrolável, formando tumores, que podem se espalhar para outras regiões do corpo. O câncer de bexiga pode ser classificado em dois tipos:

  • Superficial ou não músculo invasivo: quando as células que formam o tumor se limitam ao tecido de revestimento da bexiga.

  • Músculo invasivo: quando as células tumorais crescem para além do tecido de revestimento da bexiga, invadindo a parede muscular e disseminando-se para órgãos adjacentes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Causas do câncer de bexiga

O tabagismo é um dos principais fatores relacionados à ocorrência de câncer de bexiga. Também possuem maior probabilidade de desenvolver esse tipo de câncer homens brancos em idade mais avançada. Outro fator importante é a exposição a agentes químicos, como agrotóxicos, aminas aromáticas, benzeno, benzidina, cromo/cromatos, fumo, poeira de metais, óleos, petróleo, droga antineoplásica e tintas.

Sintomas do câncer de bexiga

Esquema ilustrativo mostra os sintomas do câncer na bexiga.
A presença de sangue na urina e a alteração dos hábitos urinários são sintomas característicos do câncer de bexiga.

Os principais sintomas do câncer de bexiga são:

  • Sangue na urina: é um dos primeiros sinais na maioria dos casos. A presença de sangue altera a coloração da urina, que pode se apresentar alaranjada ou até mesmo em uma tonalidade vermelho-escura. É importante atentar-se ao fato de que o sangue pode estar presente na urina em alguns dias e ausente em outros, ou até mesmo não visível a olho nu, sendo apenas detectado em exames de urina.

  • Mudança nos hábitos urinários: o câncer de bexiga pode causar alterações na frequência e quantidade de micção, assim como provocar sintomas ao urinar. Dessa forma, pode-se detectar um aumento da frequência urinária, sensação de dor ou queimação ao urinar, e desejo frequente de urinar mesmo quando a bexiga não está completamente cheia. Também é sintoma característico a dificuldade de urinar, mesmo existindo vontade.

  • Outros sintomas possíveis: dor lombar; impossibilidade de urinar; perda de apetite e de peso; fraqueza; e inchaço nos pés.

Leia também: Infecção urinária — o que causa e quais são os sintomas

Diagnóstico do câncer de bexiga

O diagnóstico de câncer de bexiga é feito apenas pelo médico, por meio da análise dos sintomas apresentados pelo paciente assim como de exames.

Em um primeiro momento, o médico inicia um processo de levantamento de informações a respeito dos sintomas apresentados pelo paciente, dos possíveis fatores de risco, do histórico familiar, entre outras informações que ele julgar relevantes.

Com base nisso, serão realizados exames físicos e, posteriormente, exames de imagem, laboratoriais e biópsias para confirmação da doença.

Tratamento do câncer de bexiga

O tratamento do câncer de bexiga, muitas vezes, requer intervenções cirúrgicas, sendo que o tipo de procedimento a ser adotado depende do estágio em que a doença se encontra. A cirurgia envolve a retirada do tecido canceroso, e a intervenção pode variar desde a retirada das áreas afetadas mais superficialmente até procedimentos mais invasivos que envolvam a remoção parcial ou total da bexiga.

 A cirurgia transuretral, por exemplo, é um procedimento realizado para a retirada de tumores mais superficiais e que se encontram em estágios iniciais. Nesse procedimento, os tecidos anormais são removidos a partir da uretra, utilizando-se um equipamento específico para tanto. Ainda, as células cancerígenas remanescentes são destruídas por fulguração, em que se queima a base do tumor, ou então por um laser de alta energia.

Já a cistectomia é um procedimento realizado em tumores invasivos e que se encontram em estágios de desenvolvimento mais avançados. A cistectomia pode ser parcial, realizada nos casos em que o tumor invadiu a camada muscular, porém não se espalhou por grandes extensões da bexiga. Nesses casos, a bexiga é conservada e é removida apenas a parte afetada. Por outro lado, a cistectomia radical é realizada nos casos em que o tumor se espalhou por várias áreas da bexiga, tornando-se necessária a remoção total do órgão.

Nos casos em que a bexiga é removida completamente, é necessário que o paciente também seja submetido a um procedimento de reconstrução da bexiga para que a urina continue a ser armazenada e eliminada do corpo.

Fontes

AMERICAN CANCER SOCIETY. Bladder cancer signs and symptoms. Disponível em: https://www.cancer.org/cancer/types/bladder-cancer/detection-diagnosis-staging/signs-and-symptoms.html.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. O que é câncer? Disponível em: https://www.gov.br/inca/pt-br/assuntos/cancer/o-que-e-cancer.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Câncer de bexiga. Disponível em: https://www.gov.br/inca/pt-br/assuntos/cancer/tipos/bexiga.

ONCOGUIA. Cirurgia para câncer de bexiga. Disponível em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/cirurgia-para-cancer-de-bexiga/1909/203/.

ONCOGUIA. Diagnóstico do câncer de bexiga. Disponível em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/diagnostico/657/120/.

ONCOGUIA. Câncer de bexiga: quais as causas, sintomas e tratamentos. Disponível em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/cancer-de-bexiga-quais-as-causas-sintomas-e-tratamento/15159/42/.

Escritor do artigo
Escrito por: Nicole Fernanda Sozza Formada em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo. Desde 2021 atua na elaboração e revisão de conteúdos didáticos de Ciências e Biologia. Atualmente se dedica ao estudo de edição e preparação de textos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOZZA, Nicole Fernanda. "Câncer de bexiga"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/doencas/cancer-de-bexiga.htm. Acesso em 17 de abril de 2024.

De estudante para estudante