Topo
pesquisar

Infecção urinária

Doenças e patologias

A infecção urinária é uma doença causada, principalmente, por bactérias, que invadem e multiplicam-se no sistema urinário. Acomete mais mulheres que homens.
PUBLICIDADE

Infecção urinária, também chamada de infecção do trato urinário (ITU), é uma infecção desencadeada por micro-organismos, que invadem e multiplicam-se no trato urinário. Esse distúrbio acomete pessoas de qualquer idade e sexo, entretanto, no primeiro ano de vida, afeta mais meninos e, a partir dessa idade, as meninas são mais acometidas.

Agentes causadores da infecção urinária

A infecção urinária é causada por micro-organismos que invadem o trato urinário, que se caracteriza por ser, normalmente, estéril (sem micro-organismos). Geralmente, a infecção urinária é causada por bactérias, como Escherichia coli, Staphylococcus saprophyticus, espécies do gênero Proteus e do Klebsiella e o Enterococcus faecalis.

Entre as bactérias citadas, a Escherichia coli destaca-se por ser a principal causadora da infecção urinária. Essa bactéria é comum em nosso intestino e é responsável por cerca de 70% a 80% dos casos de ITU.

O trato urinário pode ser infectado por três vias distintas: ascendente, hematogênica e linfática. A infecção por via ascendente é a principal forma de infecção do trato urinário, sendo observada a ascensão dos micro-organismos pela uretra, podendo atingir a bexiga, ureteres e os rins. É muito comum que bactérias que vivem no intestino humano entrem em contato com a uretra e causem a infecção por essa via. Na via hematogênica, os micro-organismos chegam aos rins pelos vasos sanguíneos. Por fim, temos a via linfática, que é rara e acontece quando os micro-organismos chegam aos rins por meio dos vasos linfáticos.

Leia também: O perigo das superbactérias

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Infecção urinária complicada e não complicada

A infecção do trato urinário pode ser classificada em complicada e não complicada:

  • Infecção do trato urinário complicada: acomete pacientes que apresentam problemas no trato urinário, como alterações anatomofuncionais e metabólicas, ou que realizaram algum procedimento hospitalar.

  • Infecção do trato urinário não complicada: ocorre em pacientes que apresentam o trato urinário funcionando adequadamente e sem alterações estruturais e é adquirida fora do ambiente hospitalar.

Sintomas da infecção urinária

A infecção urinária pode causar dor e ardência ao urinar.
A infecção urinária pode causar dor e ardência ao urinar.

A infecção urinária pode desencadear uma série de sintomas, mas também pode aparecer de maneira assintomática. Veja um quadro com as principais manifestações clínicas da infecção urinária.

Sintomas da infecção urinária

Dor ou ardência ao urinar

Necessidade urgente de urinar

Aumento da frequência urinária

Incontinência urinária

Urina turva

Urina com cheiro forte

Dores na região inferior do abdome e dores lombares

Febre

Calafrios

Por que as mulheres apresentam mais casos de infecção urinária que homens?

As mulheres possuem risco aumentado de desenvolverem infecção urinária. Estima-se que 48% das mulheres apresentem pelo menos um caso dessa infecção durante a vida. Um fato interessante é que os meninos são mais acometidos no primeiro ano de vida devido ao maior número de malformações congênitas que acometem esse sexo. Após essa idade, as mulheres passam a ser as maiores afetadas.

Na mulher, a susceptibilidade a essa infecção está relacionada com a sua anatomia, uma vez que a uretra apresenta uma maior proximidade do ânus e é também mais curta. Devido ao fato da principal via de infecção ser a via ascendente, é fácil compreender como a anatomia favorece a contaminação por bactérias presentes no intestino da mulher.

Diagnóstico da infecção urinária

A infecção urinária é diagnosticada por meio de exame clínico e também exames laboratoriais. O médico analisa os sintomas descritos pelo doente e também indica exames, como o exame de urina. O exame de urina pode apresentar sinais que indicam uma infecção, como a presença de leucócitos, hemácias e nitritos, sendo esse último um sinal de infecção bacteriana.

Outro exame é a urocultura, no qual uma pequena quantidade de urina é colocada em um meio de cultura que favorece o crescimento bacteriano. Caso o paciente apresente infecção urinária, as bactérias crescerão e formarão uma colônia no meio de cultura. Em caso positivo, é realizado, posteriormente, o antibiograma, que visa a identificar o melhor antibiótico para o tratamento.

A análise da urina pode identificar um caso de infecção urinária.
A análise da urina pode identificar um caso de infecção urinária.

Vale destacar que exames de imagem podem também ser utilizados. Entretanto, geralmente, esses visam a identificar anormalidades no trato urinário que favorecem o surgimento de infecções urinárias e observar complicações.

Tratamento da infecção urinária

A infecção urinária é tratada de acordo com o seu agente causador. Normalmente, faz-se o uso de antibióticos, medicamentos utilizados no tratamento de doenças bacterianas. O antibiograma ajuda a identificar o melhor medicamento a ser utilizado.

Leia também: Você sabe o que é insuficiência renal crônica?

Prevenção da infecção urinária

A infecção urinária pode ser prevenida por meio de algumas medidas simples. Observe a seguir algumas dicas:

  • Lembre-se sempre de beber muita água.

  • Vá ao banheiro sempre que sentir vontade de urinar.

  • Mulheres devem evitar o uso de duchas vaginais.

  • Mulheres, ao se limparem, devem sempre utilizar o papel higiênico no sentido de frente para trás a fim de evitar que bactérias presentes na região anal contaminem a uretra.

  • Urinar sempre após a relação sexual.

Infecção urinária e a gestação

A infecção urinária pode desencadear consequências graves para a gestante.

A infecção urinária pode ser observada com frequência durante a gestação, sendo essa infecção decorrente de alterações que ocorrem no corpo da mulher durante a gravidez. Dentre as alterações que podemos citar, destacam-se a modificação da posição da bexiga e o aumento do tamanho renal.

A infecção urinária em gestantes pode ser perigosa, estando associada a casos de prematuridade, baixo peso e também mortalidade perinatal (que ocorre pouco antes ou após o parto). Vale salientar que o tratamento dessa infecção também não é tarefa fácil nessa situação, uma vez que muitos medicamentos podem ser tóxicos para o bebê.

Leia também: Gravidez – sintomas, sinais de alerta, semana a semana

Cistite

A cistite é uma infecção que afeta a bexiga urinária, o órgão responsável por armazenar temporariamente a urina, até que ela seja eliminada. A cistite é também chamada de infecção do trato urinário baixo e pode ser assintomática ou causar sintomas como dor ao urinar e necessidade frequente de urinar. Se quiser saber mais sobre o tema, acesse: Cistite

Pielonefrite

A pielonefrite é uma infecção que afeta os rins e suas estruturas adjacentes. Ela pode ser também chamada de infecção do trato urinário alto e destaca-se por ser um quadro mais grave que a cistite. No caso da pielonefrite, é comum que o paciente apresente também febre alta, dores na região lombar e calafrios.

 

Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos

Quando micro-organismos invadem o sistema urinário, podem desencadear uma infecção urinária.
Quando micro-organismos invadem o sistema urinário, podem desencadear uma infecção urinária.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Infecção urinária"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/doencas/infeccao-urinaria.htm. Acesso em 07 de dezembro de 2019.

Em estágios avançados da insuficiência renal crônica, o tratamento com hemodiálise pode ser necessário
Doenças e patologias Insuficiência renal crônica
A <i>Escherichia coli</i> assume a forma de bastonete.
Biologia Escherichia coli
A cistite é uma inflamação e/ou infecção da bexiga urinária que causa, entre outros sintomas, dor na região pélvica.
Doenças e patologias Cistite
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola