Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Torre Eiffel

A Torre Eiffel é um monumento de 330 metros de altura localizado em Paris. Fez parte da Exposição Universal de 1889, sendo hoje um dos maiores símbolos culturais da França.

Torre Eiffel
A Torre Eiffel é o principal símbolo da cidade de Paris, capital da França.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A Torre Eiffel é um monumento localizado em Paris, capital da França. Foi construída entre 1887 e 1889 para a Exposição Universal, que aconteceu na cidade no centenário da Revolução Francesa. À época, a Torre Eiffel representava a modernidade da indústria francesa e a vanguarda das artes. Seu projeto foi desenvolvido e executado por engenheiros da empresa de Gustave Eiffel.

O monumento deveria ter sido desfeito 20 anos após a sua abertura, mas isso não aconteceu. A transformação da Torre Eiffel em um importante observatório meteorológico e torre de transmissão de rádio militar e civil, e posteriormente de televisão, permitiu a sua permanência. Mais de 7 milhões de pessoas visitam a Torre Eiffel anualmente, o que a torna o principal ponto turístico do território francês e um dos monumentos pagos mais visitados do mundo.

Leia também: Big Ben — a história de um dos principais símbolos londrinos

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a Torre Eiffel

  • A Torre Eiffel é um símbolo da cidade de Paris, capital da França.

  • Ela representava a modernidade e a arte de vanguarda na época de sua construção.

  • Foi construída para a Exposição Universal de 1889, e deveria ter sido desmanchada 20 anos mais tarde.

  • O projeto e a construção ficaram a cargo da empresa do engenheiro Gustave Eiffel.

  • A realização de experimentos científicos por Gustave Eiffel e a instalação de equipamentos de transmissão de rádio militar e civil impediram a retirada da Torre Eiffel de Paris.

  • Ela está localizada no Campo de Marte, na região central da capital francesa.

  • Foi toda feita em ferro fundido, constituindo uma estrutura toda vazada, formada por mais de 18 mil peças metálicas. Possui altura de 330 metros e está seccionada em três andares.

  • Elevadores fazem o transporte dos visitantes de um andar até o outro. Em cada patamar, encontra-se pelo menos um restaurante e um bar, além de uma loja de souvenir.

  • É o principal monumento turístico da França e um dos mais visitados de todo o mundo.

Qual o significado da Torre Eiffel?

A Torre Eiffel se tornou um importante símbolo da cidade de Paris e da França de modo geral. Construída no final do século XIX, o monumento representava os avanços tecnológicos da indústria francesa do período, além de ter sido a materialização da modernidade e da arte de vanguarda.

Com o passar do tempo, novos elementos e funcionalidades foram sendo adicionados à Torre Eiffel, reforçando o seu papel como representante da modernização tecnológica e, também, da ciência. Hoje o monumento é um dos principais atrativos turísticos da capital francesa, popularizando-se em todo mundo como um símbolo cultural.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características da Torre Eiffel

A Torre Eiffel está localizada em uma ampla área verde da cidade de Paris conhecida como Campo de Marte, que sediou algumas das principais exposições públicas realizadas na França durante o século XIX. O monumento fica situado no centro parisiense, muito próximo do curso do rio Sena, que atravessa a capital francesa.

A altura atual da Torre Eiffel é de 330 metros, tendo sido a primeira torre do mundo a ultrapassar os 300 metros de medida a partir do solo. O monumento francês figura entre as torres mais elevadas do mundo, atingindo recentemente a 26ª posição. Foi construída totalmente em ferro fundido, e possui estrutura vazada, o que representou uma inovação para monumentos desse tipo quando da sua construção. A sua largura total, considerando a base, é de 125 metros, e diminui à medida que nos aproximamos do topo.

Divide-se em três seções: o primeiro andar fica a 57 metros do solo, e tem área de 4415 m². O terceiro e último andar, que corresponde ao topo do monumento, é o mais estreito deles, com apenas 250 m², e fica a uma altura de 276 metros. Nele se encontram painéis de orientação bem como uma maquete original do topo que data do período de construção da Torre Eiffel.

 Vista do rio Sena e de parte da cidade de Paris a partir do segundo andar da Torre Eiffel.[2]
 Vista do rio Sena e de parte da cidade de Paris a partir do segundo andar da Torre Eiffel.[2]

Foi justamente o topo da Torre Eiffel o local escolhido pelo arquiteto Gustave Eiffel para a construção de um apartamento privado destinado à realização de experimentos científicos e à recepção de convidados. A visitação ao apartamento original foi fechada ao público, mas existe uma réplica com figuras realistas feitas em cera de Eiffel e sua filha junto de Thomas Edison, inventor estadunidense que visitou Gustave Eiffel em seu apartamento localizado na torre.

Os deslocamentos entre um patamar e outro são feitos por meio de elevadores ou pelas escadas. Desde a base da Torre Eiffel até o seu topo, é possível que os visitantes tenham acesso a bares, restaurantes e lojas de lembranças em cada um dos andares, o que confere ainda mais valor turístico a esse monumento.

Leia também: Cristo Redentor — a história de um dos principais cartões-postais brasileiros

Importância da Torre Eiffel

Símbolo da vanguarda e da modernidade, a Torre Eiffel é o principal monumento cultural da França e ganhou importância turística e histórica no país europeu.

A Torre Eiffel é o monumento mais visitado de todo o mundo entre aqueles cuja entrada é paga, e recebe anualmente 7.000.000 de visitantes. A maioria das pessoas que possuem interesse em conhecer mais de perto a Torre Eiffel são os turistas estrangeiros, que perfazem uma parcela de 75% de todos os seus visitantes. O monumento parisiense é importante para a economia da capital e também da França, um dos destinos turísticos mais procurados de todo o mundo.

 Vista da parte de baixo da Torre Eiffel
A Torre Eiffel é o principal monumento turístico da França.[2]

Tratando-se ainda de sua importância cultural para a França, a Torre Eiffel serviu de cenário para inúmeras produções cinematográficas e audiovisuais de modo geral, na maioria das vezes associada à ideia de romantismo. Essa forma de representá-la é, mesmo que indiretamente, um meio de estimular o turismo na capital francesa.

Para além disso, e conforme veremos na sequência, a Torre Eiffel e os equipamentos de transmissão de rádio nela instalados a partir do século XX foram importantes em momentos cruciais da história da França.

História da Torre Eiffel

A história da Torre Eiffel é bastante curiosa. O monumento foi inicialmente construído para a Exposição Universal de 1889, realizada no Campo de Marte, em Paris, durante o primeiro centenário da Revolução Francesa. Diante desse cenário, o responsável pela pasta do Comércio e da Indústria da época, Édouard Lockroy, abriu um concurso em 1886 para a escolha de um projeto de uma torre de a ser levantada provisoriamente para a ocasião.

Um mês e 107 propostas depois, o trabalho selecionado foi aquele elaborado por Maurice Koechlin e Emile Nouguier, engenheiros da empresa pertencente ao empresário e também engenheiro Gustave Eiffel. A ideia havia sido concebida alguns anos antes, baseando-se na experiência dos engenheiros civis no exercício de sua profissão e no histórico da empresa com a elaboração de pontes metálicas.

A instalação de uma enorme torre feita totalmente em ferro, ainda que temporária, não agradou a todos e foi alvo de muitas críticas no meio acadêmico e das artes. Apesar disso, a construção da Torre Eiffel seguiu conforme o planejado, e teve início no ano de 1887. A sua entrega e abertura para o público aconteceram dois anos mais tarde, em 1889.

Torre Eiffel em construção no ano de 1888.
Torre Eiffel em construção no ano de 1888.

A Torre Eiffel deveria ter sido desmanchada 20 anos após a sua abertura. No entanto, Gustave Eiffel promoveu uma série de alterações na estrutura da torre e adicionou inúmeras funcionalidades de grande utilidade para a sociedade francesa que fizeram com que o monumento fosse sendo preservado, tornando-se depois o maior símbolo da cidade de Paris.

Dentre essas funcionalidades, destacam-se as observações meteorológicas e astronômicas no topo da Torre Eiffel e a instalação de uma antena para transmissões de rádio e para as comunicações telegráficas, além das transmissões de rádio militares a partir de 1903 e que foram fundamentais para a atuação da França na Primeira Guerra Mundial. A década de 1920 foi marcada pelo início dos programas de música e jornais, e no período subsequente foi a vez da televisão.

Os equipamentos presentes na Torre Eiffel proporcionaram a transmissão, para todo o território francês, da coroação da rainha Elizabeth II, do Reino Unido, em 1953. Atualmente existem 120 antenas instaladas no monumento, através das quais são transmitidas 32 estações de rádio e 30 canais de televisão.

Leia também: Torre de Pisa — a história e as reformas de um dos mais importantes patrimônios da Itália

Curiosidades sobre a Torre Eiffel

Nomes de cientistas gravados na Torre Eiffel
Nomes de 72 cientistas franceses foram gravados no primeiro andar da Torre Eiffel.
  • Desde a sua inauguração, mais de 300 milhões de pessoas já visitaram a Torre Eiffel.

  • É composta por mais de 18 mil peças de metal e cerca de 2,5 milhões de rebites.

  • Pesa 10.100 quilogramas, dos quais 7300 são apenas da estrutura metálica.

  • Estima-se que o custo de construção da Torre Eiffel foi de 35 milhões de euros atuais, ou mais de 191 milhões de reais.

  • Sua construção direta foi realizada por um total de 150 a 300 trabalhadores, e durou exatamente dois anos, dois meses e cinco dias.

  • Para chegar até o topo por meio das escadas é preciso subir 1665 degraus.

  • A restauração de sua pintura é feita periodicamente, realizada à mão.

  • A torre se balança durante tempestades muito severas, e seu movimento pode ser observado ainda que de maneira sutil.

  • O ferro forjado do qual a torre é feita apresenta sensibilidade às variações de temperatura, o que faz com que as suas dimensões se alterem com a amplitude térmica acentuada pelo processo conhecido como dilatação térmica. Estima-se que a sua altura varie em 15 centímetros em decorrência disso.

  • No primeiro andar da Torre Eiffel estão gravados os nomes de 72 cientistas franceses. A adição foi sugerida pelo próprio Gustave Eiffel como uma maneira de valorizar e homenagear figuras importantes da ciência.

Créditos das imagens

[1] JeanLucIchard / Shutterstock

[2] Feel good studio / Shutterstock

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Torre Eiffel"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/curiosidades/torre-eiffel.htm. Acesso em 23 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante