Topo
pesquisar

Big Ben

Curiosidades

O Big Ben é o sino da Torre do Relógio de Londres, a Elizabeth Tower. Seu nome original é Great Bell (Grande Sino).
PUBLICIDADE

Londres tem como símbolo a torre do Big Ben, no Palácio de Westminster. O Big Ben é, na verdade, o Great Bell, um grande sino localizado no interior da Elizabeth Tower, prédio que abriga as casas do Parlamento da Grã-Bretanha e traz o relógio mais famoso do mundo - o Great Clock. Muitas pessoas acham que o Big Ben é a Torre do Parlamento, o que está errado.

O sino Big Ben pesa 13,7 toneladas e mede 2,28 m de altura por 2,75 m de largura. Ele soou pela primeira vez em 11 de julho de 1859. Ele soa a cada hora exata marcada pelo relógio oficial de Londres, badaladas que são transmitidas pela emissora British Broadcasting Corporation (BBC). Além do famoso Big Ben, outros sinos menores tocam a cada 15 minutos na Elizabeth Tower.

O relógio do Big Ben é composto por quatro faces gigantes e iluminadas. Construído no reinado da rainha Vitória, o prédio traz a inscrição em latim DOMINE SALVAM FAC REGINAM NOSTRAM VICTORIAM PRIMAM (Senhor, mantenha a salvo nossa Rainha Victoria Primeira).

Acesse também: Conheça a história deste monumento francês

História

Símbolo britânico, o Big Ben não fazia parte do projeto original do Palácio de Westminster. A construção de sua morada, a Elizabeth Tower, só foi projetada após um incêndio em 18 de outubro 1834, o qual destruiu quase todo o Palácio. Como o Westminster Hall foi a parte que permaneceu de pé mesmo com as chamas, a opção foi reconstruir o prédio preservando-se a parte que havia resistido ao fogo. O Parlamento decidiu fazer algumas inovações no local, solicitando a construção de uma torre e um relógio, objeto que marcaria oficialmente as horas de Londres.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

  • A construção do relógio

O relógio do Big Ben foi uma obra com exigências técnicas arriscadas para a época e confusões marcaram sua construção: o arquiteto Charles Barry, responsável pelo projeto, escolheu um fabricante de sua preferência sem consultar as possibilidades existentes em Londres - esse ramo da indústria era muito importante na época. Já o astrônomo real George Airy, que ficou a cargo da parte técnica, enfrentou protestos pelas arriscadas especificações técnicas definidas, o que poderia afetar a segurança da obra.

O Parlamento teve que definir um intermediário para o projeto do relógio do Big Ben, Edmund Beckett Denison, mas a decisão não facilitou o andamento da obra. Após assumir a criação do design, Denison entregou o produto ao fabricante Messrs E.J. Dent & Co, e o relógio ficou pronto em 1854.

  • A construção do sino

Se construir o relógio da torre foi algo que gerou impasses no projeto, criar o design e fabricar um sino de toneladas que fosse sincronizado com as horas marcadas era um grande desafio. Denison resolveu projetar o sino do Palácio de Westminster dentro de especificações técnicas estabelecidas por ele mesmo, ignorando o sino que já estava produzido para a obra. Após pronto, o Great Bell não aguentou o peso e quebrou.

O material do sino quebrado foi entregue para o mestre de fundição e dono da Whitechapel Bell Foundry, George Mears, e um novo sino foi construído, totalizando um custo de 572 libras. O novo Great Bell foi aprovado pelo próprio Denison, responsável pelo design anterior.

  • Transporte do Big Ben e feriado

Com mais de 13 toneladas, o transporte do Big Ben exigiu o fechamento de vias e um feriado foi decretado no dia. Uma carruagem com 16 cavalos foi utilizada para carregar o sino até a torre, em 1858.

  • Sino rachado – caso de Justiça

O sino não suportou o impacto da pá interior (responsável pelas badaladas) e acabou rachando. A culpa pelo estrago foi de Denison, já que o projeto não calculou corretamente o peso da pá. O caso foi parar na Justiça, dando causa favorável à Whitechapel Bell Foundry.

Leia tambémHistória da Catedral de Notre-Dame

Origem do nome Big Ben

Big Ben é um “apelido” do sino da Torre do Parlamento, e sua origem não é certa. No entanto, alguns historiadores ligam o nome a Sir Benjamin Hall, primeiro Barão de Llanover, responsável pela supervisão da construção do cartão-postal londrino.

Até mesmo a casa do Big Ben, a Elizabeth Tower, já teve outros nomes antes de homenagear a rainha Elizabeth II. O local já foi chamado de Clock Tower (Torre do Relógio) e, ainda, St Stephen’s Tower, referente a uma associação de jornalistas.

Saiba mais: História do Cristo Redentor

Onde fica o Big Ben?

Rio Tâmisa divide a roda-gigante London Eye, à esquerda, e o Big Ben, à direita.**
Rio Tâmisa divide a roda-gigante London Eye, à esquerda, e o Big Ben, à direita.**

A torre do Big Ben está localizada na região central de Londres, próximo ao rio Tâmisa, no Palácio de Westminster. A sua posição estratégica contribui para que o local fosse um dos cartões-postais londrinos e que atraísse a atenção de turistas. Outro ponto turístico nas imediações é a London Eye, a quarta maior roda-gigante do mundo.

Como visitar o Big Ben

O acesso ao Big Ben pode ser feito por metrô, já que a estação de Westminster fica próxima ao local. As visitas guiadas ao Big Ben são exclusivas para quem mora no Reino Unido, mas estão suspensas por conta da reforma que acaba em 2020.

Uma opção para estrangeiros conhecerem a torre do Big Ben é visitar o Parlamento e suas Câmaras. O órgão traz em sua página oficial informações sobre a visitação e curiosidades sobre a Elizabeth Tower.

A torre do Big Ben (Elizabeth Tower) fica no Palácio de Westminster, em Londres.***
A torre do Big Ben (Elizabeth Tower) fica no Palácio de Westminster, em Londres.***

Big Ben em silêncio

Em toda a sua trajetória, poucas foram as vezes em que o Big Ben não tocou. A primeira vez em que o sino mais famoso do mundo ficou em silêncio foi na Primeira Guerra Mundial, para evitar ataques dos Alemães. Na Segunda Guerra, por sua vez, apenas as luzes foram apagadas e o sino continuou tocando normalmente.

Em 2007, uma manutenção também fez com que as badaladas fossem paralisadas e, em 2017, o cartão-postal britânico entrou em um período silencioso (que durará até 2021) por conta de uma reforma na torre, paralisação que tem como objetivo preservar a integridade dos trabalhadores da construção.

Atraso no Big Ben

Conhecidos por sua pontualidade, os britânicos contam com o relógio do Big Ben como horário oficial. Fisicamente, o Great Clock é resistente a diversas condições, incluindo bombardeios. No entanto, alguns erros técnicos já ocorreram, sendo o mais conhecido o atraso de dez minutos na virada do ano de 1962.

Reforma

Desde 2017, a torre do Big Ben está em reforma completa. Além dos reparos necessários para a manutenção do prédio, relógios e sinos, está sendo instalado um elevador que leva ao alto da Elizabeth Tower, sem que seja preciso subir os 334 degraus do trajeto.

Relógio da Torre do Big Ben durante manutenção, em 2017. ****
Relógio da Torre do Big Ben durante manutenção, em 2017. ****

*Créditos da imagem: s4svisuals/shutterstock.com
**Crédito da imagem: Luciano Mortula – LGM / Shutterstock

*** Crédito da imagem: Jessica Taylor / www.parliament.uk
****Créditos da imagem: Catherine Bebbington / www.parliament.uk


Por Lorraine Vilela
Jornalista

 A Torre do Big Ben abriga o Parlamento Inglês desde o século XX.*
A Torre do Big Ben abriga o Parlamento Inglês desde o século XX.*

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

CAMPOS, Lorraine Vilela. "Big Ben"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/curiosidades/big-ben.htm. Acesso em 11 de dezembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola