Topo
pesquisar

Conceitos básicos em genética

Biologia

PUBLICIDADE

Cariótipo → Conjunto de cromossomos de cada célula de um organismo.

Herança Biológica (hereditariedade) → Transmissão das informações genéticas de pais para filhos durante a reprodução.

Genes → Seguimento da molécula de DNA que contém uma instrução gênica codificada para a síntese de uma proteína.

Genótipo → Constituição genética de um indivíduo que em interação com o meio ambiente determina suas características.

Fenótipo → Características ou conjunto de características físicas, fisiológicas ou comportamentais de um ser vivo.

Cromossomo → Cada um dos longos filamentos presentes no núcleo das células eucarióticas, constituídos basicamente por DNA e proteínas.

Cromossomos Homólogos → Cada membro de um par de cromossomos geneticamente equivalentes, presentes em uma célula diploide, apresentando a mesma sequência de lócus gênico.

Lócus Gênico → Posição ocupada por um gene no cromossomo.

Homozigótico → Indivíduo em que os dois genes alelos são idênticos.

Heterozigóticos → Indivíduos em que os dois alelos de um gene são diferentes entre si.

Dominância → Propriedade de um alelo (dominante) de produzir o mesmo fenótipo tanto em condição homozigótica quanto heterozigótica.

Segregação dos Alelos → Separação dos alelos de cada gene que ocorre com a separação dos cromossomos homólogos durante a meiose.

Codominância → Propriedade do alelo de um gene expressar-se sem encobrir ou mesmo mesclar sua expressão com a de seu outro alelo, em indivíduos heterozigóticos.

Interação Gênica → Ação combinada de dois ou mais genes na produção de uma mesma característica.

Herança Quantitativa (Poligênica) → Tipo de herança biológica em que uma característica é codificada por dois ou mais genes, cujos alelos exercem efeitos cumulativos sobre a intensidade da característica (peso, altura, pigmentação da pele).

 
Por Krukemberghe Fonseca
Graduado em Biologia
Equipe Brasil Escola
 

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RIBEIRO, Krukemberghe Divino Kirk Da Fonseca. "Conceitos básicos em genética"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biologia/conceitos-basicos-genetica.htm>. Acesso em 07 de fevereiro de 2016.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Danilo Cardozodomingo | 08/11/2015 11:05Hs
    Juliana, se o casal é heterozigoto(Aa) para se ter a capacidade de enrolar a língua o descendente também devera ser (Aa) e isso tem 1/4 de chance de ocorrer, já para descendentes que não tem essa capacidade é de 2/4 e a probabilidade de terem filhos homozigotos(AA) ou (aa) é da mesma forma de 2/4.
  • Juliana Lima de Souzasegunda-feira | 04/05/2015 22:12Hs
    gostaria de obter ajuda nesta questão: um casal heterozigoto(Aa) para a capacidade de enrolar a língua quer saber: qual a probabilidade de terem um descendente com capacidade de enrolar a língua? qual é a probabilidade de terem um descendente sem a capacidade de enrolar a língua? qual é a probabilidade de terem um descendente homozigótico?
    • Vanessa Sardinha dos Santossegunda-feira | 09/11/2015 15:24Hs
      Olá Juliana. Se considerarmos a antiga afirmação que a capacidade de enrolar a língua está relacionada com a presença de um alelo dominante, os indivíduos Aa e AA possuirão essa capacidade. Em um cruzamento entre um indivíduo Aa e outro Aa, temos como descendentes : AA, Aa, Aa, aa. A probabilidade de nascer um descendente com capacidade de enrolar a língua é, portanto, 3/4 ou 75% (AA ou Aa). Já a probabilidade de nascer um indivíduo sem essa capacidade é de 1/4 ou 25% (aa). A probabilidade de nascer indivíduos homozigotos é 50% (AA ou aa).
      Equipe Brasil Escola
      2 0
  • Débora Pierottsexta-feira | 06/03/2015 16:24Hs
    Genótipo e fenótipo na explicação está ao contrario. Fenótipo é a constituição genética de um indivíduo que em interação com o meio ambiente determina suas características.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA