Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Artigo de opinião

Artigo de opinião é um texto jornalístico em que o seu autor defende um ponto de vista acerca de um tema de grande relevância social.

Ilustração de uma mulher sentada escrevendo com o escrito “artigo de opinião” próximo a ela.
O artigo de opinião é uma das modalidades textuais jornalísticas mais apreciadas pelos leitores.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

O artigo de opinião é um texto jornalístico de base argumentativa em que o seu autor defende um ponto de vista sobre determinado tema. O autor do artigo de opinião é chamado de articulista e geralmente é um jornalista ou figura pública com autoridade sobre o tema a ser tratado.

Atualmente, os artigos são lidos em meio impresso e digital e são responsáveis por fomentar as principais discussões nas redes sociais, justamente por trazerem uma série de temas e assuntos polêmicos que mobilizam a sociedade.

Saiba mais: Dissertação — uma das modalidades textuais mais cobradas em concursos e vestibulares

Tópicos deste artigo

Resumo sobre artigo de opinião

  • O artigo de opinião é um texto jornalístico de caráter argumentativo em que o seu autor (articulista) defende um ponto de vista sobre determinado tema de relevância social.

  • Apresenta características associadas ao gênero jornalístico, como o uso de linguagem acessível, a preferência por verbos na voz ativa, a escrita leve, concisa e agradável, a ausência de elementos coloquiais, salvo exceções, e o uso de períodos curtos nas orações.

  • Estruturalmente, é organizado em introdução, desenvolvimento e conclusão.

  • Para desenvolvê-lo, é preciso definir um tema e uma tese, colocar um título instigante, contextualizar o seu leitor, trazer argumentos com base em uma construção de raciocínio linear, e, por fim, apresentar uma solução para o problema ou deixar uma reflexão ao leitor.

Videoaula sobre artigo de opinião

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é um artigo de opinião?

O artigo de opinião é um texto predominantemente argumentativo em que o autor defende um ponto de vista, o qual se dá sobre determinado tema de relevância social, sendo publicado em um veículo de circulação impresso ou digital.

Por se tratar de um texto que traz uma opinião pessoal, o artigo de opinião, diferentemente do editorial, não reflete necessariamente a opinião do veículo de comunicação que publicou o seu conteúdo. Assim, essa modalidade de texto visa trazer um debate ao público decorrente de uma vontade do articulista de jogar luz sobre determinado tema para a sociedade.

O articulista deve, portanto, utilizar recursos argumentativos a fim de convencer e persuadir o seu leitor acerca da sua opinião sobre o tema debatido. Em seu texto, ele pode trazer uma série de dados, fatos e informações que comprovem a sua tese.

Veja também: Manifesto — outro tipo de texto em que há predomínio da argumentação em defesa de um ponto de vista

Quais são as características do artigo de opinião?

O artigo de opinião é um texto que pertence ao universo do jornalismo. Sendo assim, ele apresenta as seguintes características predominantes em textos dessa esfera:

  • uso de linguagem acessível, tendo em vista um público universal;

  • preferência por verbos na voz ativa;

  • escrita leve, concisa e agradável;

  • ausência de gírias, palavrões ou outros elementos da linguagem coloquial;

  • períodos curtos, a fim de evitar que a leitura se torne cansativa.

Além desses elementos, sabe-se que o artigo de opinião é um texto em que prevalecem a argumentação e a persuasão ao leitor. Assim, pode-se atribuir as seguintes características específicas a ele:

  • Traz à tona discussões envolvendo temas de grande relevância social.

  • Apresenta a opinião de um articulista, geralmente um estudioso ou referência no assunto a ser tratado.

  • Sua escrita obedece à norma-padrão da língua, mas, em determinadas situações, a depender do assunto e contexto, admite o uso de algumas informalidades pontuais.

  • Pode ser escrito em 1ª pessoa do singular, 1ª pessoa do plural ou 3ª pessoa do singular.

  • Ele tem uma autoria e, portanto, é assinado.

Qual a estrutura do artigo de opinião?

O artigo de opinião apresenta a seguinte estrutura em sua composição:

  • título;

  • introdução;

  • desenvolvimento;

  • conclusão.

Trata-se da estrutura padrão em textos predominantemente dissertativo-argumentativos. O autor precisa, dentro dessa lógica de estruturação e organização, apresentar ao leitor o tema e a tese a ser defendida, expor os argumentos e dissertar sobre eles trazendo dados, informações ou fatos, e, por fim, trazer uma reflexão final ou mesmo uma proposta de resolução do problema apresentado ao longo do artigo.

Leia também: Tema e título — fatores componentes da construção textual

Como se faz um artigo de opinião?

Para fazer um artigo de opinião, é preciso:

  • Definir o tema a ser abordado, definir uma tese e pesquisar dados, informações e fatos capazes de comprovar seu ponto de vista e persuadir o leitor.

  • Pensar em um título que chame a atenção do seu leitor. Opte por títulos objetivos e simples, mas que instiguem a curiosidade.

  • Contextualizar o tema a ser abordado, na primeira parte do texto (introdução). É nesse momento que você oferecerá os elementos necessários para que o leitor retome o contato sobre o tema ou obtenha informações que o ajudem a compreender o seu conteúdo. As perspectivas do autor sobre o tema também devem estar contidas nessa primeira parte.

  • Oferecer a sua construção argumentativa ao seu leitor, na segunda parte (desenvolvimento). Para uma boa exposição e discussão dos argumentos, é importante colocá-los de forma organizada e linear em seu texto. Assim, o leitor consegue acompanhar a lógica do raciocínio construído.

  • Retomar sua tese, na terceira parte (conclusão), podendo seguir por dois caminhos:

    • apontar possíveis caminhos para a resolução do problema tratado;

    • deixar uma reflexão para que o seu leitor possa pensar de maneira crítica na situação apresentada ao longo do texto.

Exemplo de artigo de opinião

A difícil escolha do Novo Ensino Médio

Em 2017 entrou em vigor a nova BNCC, documento que rege a educação no Brasil. Diante de uma série de elementos que tratam do protagonismo estudantil, nas mais diversas áreas, o Novo Ensino Médio foi apresentado como uma verdadeira solução para os problemas educacionais brasileiros. No entanto, o que temos, de fato, é uma difícil escolha por parte da sociedade: ingresso à universidade ou dedicação exclusiva ao mercado de trabalho?

No século passado, os estudantes brasileiros se deparavam com duas opções de carreira: a carreira acadêmica, o chamado “científico”, e a carreira profissionalizante, os cursos técnicos. No primeiro grupo, tínhamos aqueles interessados em cursos universitários como Medicina e Direito. No segundo, a opção por cursos como o Magistério e a Contabilidade. Em 1996, o governo percebeu que essa escolha nada mais era que uma forma de segmentação de classes.

Em outras palavras, as camadas populares eram direcionadas para os cursos de formação rápida e dedicadas ao mercado de trabalho e com remuneração mais baixa. Por outro lado, as camadas mais altas da sociedade concediam tempo e paciência para que os seus filhos pudessem aderir ao ensino superior. A medida, considerada antiquada, foi revista e optou-se por investir na democratização do acesso às universidades.

No entanto, em 2017, demos alguns passos para trás. O Novo Ensino Médio retoma a antiga escolha do século passado. Qual caminho seguir? A formação técnica ou acadêmica? A nova matriz curricular não possibilita as duas opções e, mesmo que a fizesse, não conseguiria atender tantas demandas distintas. A difícil escolha do nosso presente não é novidade e remete aos problemas antigos da educação brasileira.

 

Eduardo Ramos, professor da rede pública.


Por Rafael Camargo de Oliveira
Professor de Redação

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

OLIVEIRA, Rafael Camargo de. "Artigo de opinião"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/redacao/artigo-opiniao.htm. Acesso em 03 de julho de 2022.

De estudante para estudante


Videoaulas


PUBLICIDADE

Estude agora


Cem anos de solidão | Análise Literária

Assista a nossa videoaula para conhecer um pouco mais da obra “Cem anos de solidão”, um dos romances mais...

Apartheid | África do Sul

Assista a nossa videoaula para entender o que foi o Apartheid na África do Sul (1948-1994). Confira também no...