Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Equações de neutralização parcial

Química

As equações de neutralização parcial são aquelas que representam a formação de sais hidrogenados ou hidroxilados.
O bicarbonato de sódio é um exemplo de sal hidrogenado obtido em uma neutralização parcial
O bicarbonato de sódio é um exemplo de sal hidrogenado obtido em uma neutralização parcial
PUBLICIDADE

Quando reagimos um ácido (HX) e uma base (MeOH), ocorre uma reação química denominada de neutralização, que origina um sal inorgânico e uma molécula de água. Nessa reação, o hidrogênio ionizável (presente no ácido) reage com a hidroxila (presente na base) para a formação da água:

H+ + OH- → H2O

A equação que representa o fenômeno da neutralização pode ser expressa da seguinte maneira:

HX + MeOH → MeX + H2O

Quando apenas uma parte dos hidrogênios ionizáveis do ácido reage com as hidroxilas da base, ou o contrário, a reação é denominada de neutralização parcial.

Nas equações que representam a neutralização parcial, há a presença de sais com hidrogênio (H) e a hidroxila (OH). Veja abaixo o formato geral de uma equação de neutralização parcial:

  • Equação de neutralização parcial com excesso de hidroxilas:

HX + Me(OH)2 → MeOHX + H2O

  • Equação de neutralização parcial com excesso de hidrogênios ionizáveis:

H2X + MeOH → MeHX + H2O

Analisando as equações gerais de neutralização parcial, podemos perceber que, sempre que esse tipo de reação acontece, temos a formação de sal hidrogenado (MeHX) ou sal hidroxilado (MeOHX). A formação de um ou outro sal depende da relação entre a quantidade de hidroxilas na base e hidrogênios ionizáveis no ácido.

Veja alguns exemplos de equações de neutralização parcial:

Exemplo 1: Equação de neutralização parcial entre ácido clorídrico (HCl) e hidróxido de magnésio [Mg(OH)2]:

1 HCl + 1 Mg(OH)2 → MgOHCl + 1 H2O

Analisando a equação de neutralização parcial entre o ácido e a base em questão, temos que:

  1. O ácido apresenta apenas um hidrogênio ionizável;

  2. A base apresenta duas hidroxilas;

  3. Apenas uma hidroxila é utilizada na formação da água por haver apenas um hidrogênio ionizável;

  4. A hidroxila que não é utilizada na formação da água faz parte do sal formado e é escrita na fórmula do sal após o metal e antes do ânion Cl.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Exemplo 2: Equação de neutralização parcial entre ácido fosfórico (H3PO4) e hidróxido de potássio (KOH).

1 H3PO4 + 1 KOH → KH2PO4 + 1 H2O

Analisando a equação de neutralização parcial entre o ácido e a base em questão, temos que:

  1. O ácido apresenta três hidrogênios ionizáveis;

  2. A base apresenta uma hidroxila;

  3. Apenas um hidrogênio ionizável é utilizado na formação da água por haver apenas uma hidroxila na base;

  4. Os dois hidrogênios ionizáveis que não são utilizados na formação da água fazem parte do sal formado e serão escritos na fórmula do sal após o metal e antes do ânion PO4.

Exemplo 3: Equação de neutralização parcial entre ácido sulfúrico (H2SO4) e hidróxido de titânio IV [Ti(OH)4].

1 H2SO4 + 1 Ti(OH)4 → Ti(OH)2SO4 + 2 H2O

Analisando a equação de neutralização parcial entre o ácido e a base em questão, temos que:

  1. O ácido apresenta apenas um hidrogênio ionizável;

  2. A base apresenta duas hidroxilas;

  3. Apenas duas hidroxilas são utilizadas na formação da água por haver apenas dois hidrogênios ionizáveis;

  4. As hidroxilas que não são utilizadas na formação da água fazem parte do sal formado e são escritas na fórmula do sal após o metal e antes do ânion SO4.

Exemplo 4: Equação de neutralização parcial entre ácido pirofosfórico (H4P2O7) e hidróxido de prata (AgOH).

1 H4P2O7 + 1 AgOH → AgH3P2O7 + 1 H2O

  1. O ácido apresenta quatro hidrogênios ionizáveis;

  2. A base apresenta uma hidroxila;

  3. Apenas um hidrogênio ionizável é utilizado na formação da água por haver apenas uma hidroxila na base;

  4. Os três hidrogênios ionizáveis que não são utilizados na formação da água fazem parte do sal formado e são escritos na fórmula do sal após o metal e antes do ânion P2O7.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "Equações de neutralização parcial"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/equacoes-neutralizacao-parcial.htm. Acesso em 25 de setembro de 2021.

Artigos Relacionados
Conheça mais sobre as bases segundo a teoria de Arrhenius, como nomenclatura oficial, características e aplicações. Além disso, faça exercícios sobre o tema.
Como distinguir um sal pela natureza de seus íons?
Dissociação e Ionização, cientista italiano Volta, corrente elétrica, físico-químico sueco Svant August Arrhenius, Teoria de Arrhenius, íons positivos, cátions, íons negativos, ânions, soda cáustica, sal de cozinha, moléculas polares, dissociação iônica,
Confira a definição das principais funções inorgânicas existentes, bem como exemplos e equações referentes a elas.
Nomenclatura das Bases, solução aquosa, dissociação iônica, Cátion, Ânion, Hidróxido de sódio, Hidróxido de alumínio, Hidróxido de ferro, Hidróxido de cobre, hidróxido férrico, Hidróxido de cálcio.
Nomenclatura dos sais, classificação dos sais, nome do ânion, nome do cátion, sulfato de ferro, sulfato ferroso, nitrato de prata, cloreto de potássio, cloreto de sódio, cloreto de cálcio, nitrato de prata, sulfato de cobre, carbonato de cálcio.
Como nomear hidrácidos e oxiácidos.
Os antiácidos e seus componentes principais.
Conheça como ocorrem as reações de neutralização total e parcial.
Bicarbonato de sódio e cloreto de sódio são sais presentes em nosso dia a dia. Clique aqui e conheça as principais características dos sais.