Topo
pesquisar

Capacidade dos compostos orgânicos de formar cadeias

Química

O átomo de carbono é capaz de dar origem a longas cadeias carbônicas
O átomo de carbono é capaz de dar origem a longas cadeias carbônicas
PUBLICIDADE

O átomo de carbono é considerado especial pela sua capacidade em formar ligações com outros átomos e dar origem a longas cadeias carbônicas. Tudo se deve à tetravalência do carbono, ele pode se unir formando quatro ligações, sendo que os átomos participantes podem ser de carbono ou de outros elementos. Estes últimos, quando presentes na cadeia carbônica, são denominados heteroátomos.

Os heteroátomos mais comuns são: Nitrogênio (N), Oxigênio, Enxofre (S) e Fósforo (P).

Exemplo:



O átomo de Oxigênio presente na cadeia acima é um heteroátomo, pois está entre carbonos.

Mas atenção! Não confunda ramificações com carbono heteroátomo, veja:  

O átomo de Oxigênio (em vermelho) não está localizado entre carbonos e sim acima deles, formando uma ramificação, sendo assim não pode ser considerado como heteroátomo.

Classificação dos átomos numa cadeia carbônica:

Em uma cadeia, cada carbono é classificado de acordo com o número de outros átomos de carbono ligados a ele.

Carbono primário: Ligado diretamente a apenas 1 outro carbono.



A seta indica os carbonos primários. Repare que, em razão de estarem localizados nas extremidades da cadeia carbônica, esses átomos se ligam a apenas 1 carbono.

Carbono secundário: Ligado diretamente a 2 outros carbonos.



Os carbonos indicados se localizam entre dois carbonos.

Carbono terciário: Ligado diretamente a 3 outros carbonos.



Repare que a presença da ramificação (CH3) ligada ao átomo indicado faz com que o mesmo receba a classificação de carbono terciário.

Carbono quaternário: Ligado diretamente a 4 outros carbonos.



Neste caso, os quatro átomos ligados ao carbono central (indicado pela seta) formam uma espécie de “quadrado”, o que evidencia ainda mais a presença do carbono quaternário. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

 Veja mais!

Classificação das cadeias carbônicas: tipos de ligação

Propriedades dos compostos orgânicos

 

Química Orgânica - Química - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves de. "Capacidade dos compostos orgânicos de formar cadeias"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/capacidade-compostos-organicos-formar-cadeias.htm. Acesso em 17 de junho de 2019.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

A substância responsável pelo sabor característico da laranja apresenta a seguinte estrutura simplificada:

        O
        ║
C ─ C
        │
        O ─ C ─ C ─ C ─ C ─ C ─ C ─ C ─ C

a) Qual é o número de átomos de hidrogênio presentes em uma molécula dessa substância?

b) Classifique os carbonos presentes na estrutura.

c) Essa molécula possui algum heteroátomo?

Questão 2

A razão pela qual existe um número tão elevado de compostos de carbono é:

a)      O carbono reage vigorosamente com muitos elementos.

b)      O átomo de carbono tem uma valência variável.

c)       Os átomos de carbono podem unir-se formando cadeias.

d)      Os átomos de carbono formam ligações iônicas facilmente.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola