Active voice

Inglês

PUBLICIDADE

Ao construir-se orações, pode-se enfatizar diferentes elementos dela. Na active voice, por exemplo, o falante de língua inglesa destaca a presença do agente da ação (doer) como sujeito. Tem-se aqui, portanto, a forma direta e mais conhecida da estrutura de uma oração, que contém o sujeito-agente mais o verbo principal, seguido pelo objeto-recipiente|1|.

Em inglês, reconhece-se o uso de duas vozes: a passiva e ativa. Nesse sentido, as gramáticas referem-se ao ponto de vista empregado pelo falante, ou seja, quem ocupa a posição de sujeito ou de objeto da oração, em relação ao agente e ao recipiente da ação|1|.

Veja também: Regular verbs – verbos que possuem a mesma regra de flexão

Quando usamos a active voice?

Entende-se que a active voice é a estruturação direta que conhecemos das orações em língua inglesa. Normalmente, a oração constitui-se por sujeito + verbo + complemento-objeto. O sujeito é também o encarregado pela execução da ação. Nesse caso, trata-se de um sujeito-agente (doer), que faz algo para algo ou alguém, isto é, na outra ponta, tem-se o recipiente (receiver) dessa ação ou o objeto gramatical|1||2|.

Observe que as posições ocupadas sintaticamente pelos elementos não dizem respeito apenas a uma questão gramatical, mas de sentido e de como o falante de uma língua organiza as informações para que elas sejam veiculadas a seu interlocutor. Assim, usa-se a active voice quando o foco principal está em quem fez o que na oração. Observe o exemplo a seguir:

Sujeito + verbo + objeto

Sarah studied math.
(Sarah estudou matemática.)

  • Quem é Sarah?

Sarah é o sujeito-agente da oração, porque ela executa uma ação.

  • Qual é a ação executada?

A ação executada por Sarah é a de estudar-se algo.

  • O que ela estuda?

Sarah estuda matemática. Matemática é o objeto que recebe a ação. Tem-se, portanto, um objeto direto.

Essa decomposição auxilia na visualização dos elementos sintáticos da oração e o papel que eles têm na construção do sentido.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Regras do uso da active voice

Para o estudante de língua inglesa, é necessário que ele compreenda a estrutura das orações na língua com o objetivo de que tenha uma performance mais adequada. Tendo-se em mente que a active voice é a estrutura mais recorrente, explicitam-se duas regras principais:

  • Primeira regra: Na active voice, o sujeito sempre será o agente da ação (doer). O foco sempre estará nele.

  • Segunda regra: O estudante precisa ter domínio dos tempos verbais em inglês e de suas peculiaridades, no que diz respeito, principalmente, às frases afirmativas, negativas e interrogativas.

Veja alguns exemplos decorrentes de diferentes tempos verbais:

No presente

They clean the house.
(Eles limpam a casa.)

  • Sujeito-agente: eles

  • Ação: limpam

  • Objeto-recipiente: a casa

No passado

You invited the neighbours to the party.
(Você convidou os vizinhos para a festa.)

  • Sujeito-agente: você

  • Ação: convidou

  • Objeto-recipiente: os vizinhos

No futuro

They will play a game.
(Eles jogarão um jogo.)

  • Sujeito-agente: eles

  • Ação: jogarão

  • Objeto-recipiente: um jogo

Assim, pode-se observar que, independentemente do tempo verbal na active voice, o sujeito é o agente da ação.

Veja mais: Modal verbs – verbos usados para expressão, possibilidade, proibição, permissão etc.

Diferença entre active voice e passive voice

Ao longo do texto, destacamos que, na active voice, o sujeito é o doer (agente) da ação. Por outro lado, a passive voice traz o foco para o recipiente da ação (receiver), isto é, o objeto gramatical. Mudando-se o foco, o recipiente passa a ocupar a posição sintática de sujeito, transformando-se em um sujeito-paciente. Pode-se usar a passive voice quando o agente é desconhecido ou quando o falante decide por assim fazê-lo e torná-lo desconhecido ao interlocutor.

Além disso, é possível que o agente apareça na oração, e assim teríamos a questão de qual informação é mais importante para ser destacada|2|. Acrescenta-se a isso que a passive voice aparece em contextos mais formais de escrita ou de fala|3|.

A passive voice é formada pelo verbo to be + verbo principal no particípio passado. Costuma-se formar a passive voice com verbos transitivos, isto é, aqueles acompanhados por um objeto.

Observe alguns exemplos:

No presente

Active voice

They clean the house.
(Eles limpam a casa.)

Passive voice

The house is cleaned.
(A casa está limpa.)

  • Sujeito-paciente: a casa

  • Ação: está limpa/foi limpada

Não temos a identificação clara do sujeito-agente na passive voice.

No passado

Active voice

You invited the neighbours to the party.
(Você convidou os vizinhos para a festa.)

Passive voice

The neighbours were invited to the party.
(Os vizinhos foram convidados para a festa.)

  • Sujeito-paciente: os vizinhos

  • Ação: foram convidados

No futuro

Active voice

They will play a game.
(Eles jogarão um jogo.)

Passive voice

A game will be played.
(Um jogo será jogado.)

  • Sujeito-paciente: um jogo

  • Ação: será jogado

Para identificar o agente na passive voice, basta colocar a preposição by (por):

  • Paul baked a cake.
    (Paul assou um bolo.)

  • A cake was baked.
    (Um bolo foi assado.)

  • A cake was baked by Paul.
    (Um bolo foi assado por Paul.)

Desse modo, tudo depende das informações que o falante deseja transmitir ao interlocutor, e cada voz focaliza um elemento da oração.

Em inglês, a “active voice” focaliza o sujeito-agente da ação.
Em inglês, a “active voice” focaliza o sujeito-agente da ação.

Exercícios resolvidos

Questão 1 - (EEAR 2018) All the sentences below are in the passive voice, EXCEPT:

a) The pilot’s licence was suspended.

b) The pilot was removed from the cockpit.

c) All the passengers were put at the hotels.

d) An airport employee noticed the drunk pilot.

Resolução

Alternativa D, porque a frase está na active voice. Lembre-se de que a passive voice é formada pelo verbo to be + particípio passado.

Questão 2 - (AFA 2018) Mark the option in which the sentence is an example of passive voice.

a) Sigmund Freud viewed human nature as inherently antisocial, biologically driven by the undisciplined id's pleasure principle.

b) People who haven't met their most basic needs will have difficulty maturing.

c) Humans have been captivated by stories of heroes facing off against superhuman foes.

d) We have needed heroes who rise to the occasion, overcome great odds and take down giants.

Resolução

Alternativa C, porque é a única que contém o verbo to be + particípio passado (have been + captivated).

Notas

|1|DECAPUA, A.. Grammar for Teachers: A Guide to American English for Native and Non-Native Speakers. Springer: New York, 2008.

|2|EASTWOOD, J. Oxford guide to English grammar. Oxford University Press: Oxford, 2002.

|3|CLANDFIELD, L.; BENNE, R. R. Global: Intermediate coursebook. Macmillan, 2015.


Por Patricia Veronica Moreira
Professora de Inglês

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MOREIRA, Patricia Veronica. "Active voice"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/ingles/voz-ativa-ingles-active-voice.htm. Acesso em 04 de agosto de 2020.