Verbs

Inglês

PUBLICIDADE

Um verbo (verb), de acordo com o dicionário Longman, é uma palavra ou o grupo delas que expressa ação, experiência ou estado. Dessa definição, encontraremos, além dos tempos verbais (passado - presente - futuro), os diferentes tipos de verbos (verbs), isto é, se eles são principais, auxiliares, transitivos ou intransitivos.

Acrescenta-se a isso a forma nominal dos verbos (gerúndio, infinitivo ou particípio passado), que, no inglês, chamamos de verbals ou estruturas verbais, porque tais estruturas não são flexionadas para pessoa, número ou tempo|1|. Abordaremos nos tópicos seguintes todos esses aspectos, exemplificando cada um deles. Let’s go!

Saiba mais: Regular and irregular verbs: o que são?

Tipos de verbos

A língua inglesa tem diferentes tipos de verbos que expressam ação, estado, experiência etc.
A língua inglesa tem diferentes tipos de verbos que expressam ação, estado, experiência etc.

Começaremos a divisão da tipologia verbal com sua função na oração. Há dois tipos de verbos em inglês basicamente: o principal e o auxiliar.

No primeiro tipo, os verbos podem ser classificados em transitivos ou intransitivos e podem ser seguidos por um gerúndio ou um infinitivo (+ to). A principal característica dos verbos desse tipo é que eles têm um sentido semântico. Para o segundo tipo, os verbos auxiliares aparecem em número reduzido e funcionam na oração como “ajudantes”|1|, sendo esvaziados de sentido semântico quando estão sozinhos. Observe cada tipo verbal a seguir.

  • Verbos principais (main verbs)

Os verbos principais/main verbs possuem neles mesmos o sentido semântico e ocupam uma posição relevante para o significado completo da frase:

Diana went home early yesterday.

Diana foi cedo para a casa ontem.

O verbo principal da frase é go (ir), e, como pode ser observado, ele tem sentido completo sozinho. Além disso, notamos que está conjugado no passado simples. No presente, seria:

Diana goes home.

Diana vai para casa.

Nesse último exemplo, o verbo principal também não requer um auxiliar para completar seu sentido. No entanto, se fosse no futuro, precisaríamos utilizar o auxiliar do futuro will, que não tem sentido semântico nenhum, ele só “ajuda” na identificação da oração que está flexionada no futuro:

Diana will go home.

Diana irá para casa.

  • Main verbs: verbos transitivos e intransitivos

Os verbos principais podem ainda ser divididos em transitivos ou intransitivos, no que diz respeito se eles são acompanhados ou não de objeto, tal qual em português.

Os verbos intransitivos não são seguidos por objeto, mas podem ter complemento:

Something bad happened.

Algo ruim aconteceu.

He has arrived early.

Ele chegou cedo (cedo não é objeto, é adjunto adverbial).

Por outro lado, os verbos transitivos são acompanhados por um objeto:

She isn’t watching TV.

Ela não está assistindo TV.

He drove his car.

Ele dirigiu o carro dele.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

  • Verbos auxiliares (auxiliary verbs)

Os verbos auxiliares/auxiliary verbs existem em número reduzido na língua inglesa. Os principais são: be, do, have. Como apontado, esses verbos não têm um sentido semântico quando ocupam a posição de auxiliar. Destacamos esse aspecto, pois eles também ocorrem, na língua inglesa, na função de verbo principal:

  • Be - verbo principal - ser/estar

I am happy.

Eu sou feliz.

  • Do - verbo principal - fazer

She does her homework.

Ela faz a tarefa dela.

  • Have - verbo principal - ter

They have a car.

Eles têm um carro.

No entanto, esses mesmos verbos como auxiliares não possuem sentido próprio sem o verbo principal. Observe os seguintes exemplos:

Laura was singing a beautiful song.

Laura estava cantando uma música bonita.

O verbo to be no passado was, nesta frase, é o verbo auxiliar do past continuous. Ele aparece na frase apenas para sinalizar que a frase está no passado contínuo e na terceira pessoa do singular.

Do you spend a lot of time on the internet?

Você gasta muito tempo na internet?

O verbo to do aparece no início da frase para sinalizar que estamos diante de uma frase interrogativa, do presente simples e da segunda pessoa do singular. Sozinho, ele não possui sentido semântico.

You didn’t finish your sentence.

Você não terminou sua frase.

Nesse exemplo, o verbo to do aparece antes do verbo principal (finish), em sua forma contraída did + not, indicando ser uma frase negativa.

He has already been to the USA.

Ele já esteve nos Estados Unidos.

Aqui, temos o verbo to have antes do verbo principal to be, que se apresenta na forma do particípio passado been, mostrando-nos uma frase do presente perfeito em inglês. Além disso, notamos que o verbo está flexionado na terceira pessoa do singular has. Esse tempo é formado pelo auxiliar have + verbo principal no particípio passado.

Assim, podemos perceber que a principal diferença entre os verbos principais e os auxiliares está no sentido semântico que eles apresentam. Resumidamente, os verbos auxiliares expressam o tempo verbal de uma oração, se ela está na sua forma negativa ou interrogativa, por exemplo.

Veja mais: Modal verbs: conheça a função desses verbos

Tempos verbais

Quando aprendemos os verb tenses (tempos verbais) em inglês, percebemos imediatamente que existe uma facilidade em relação à conjugação dos verbos. Entretanto, é necessário ter uma visão geral de cada tempo, para conseguir compreender o uso adequado de cada um.

De maneira geral, podemos avaliá-los segundo o aspecto e o tempo, ou seja, pela temporalidade, pela duração e pela completude da ação. Acrescenta-se que podemos classificá-los em tempos do passado, do presente e do futuro, mais os aspectos: simples, contínuo, perfeito e perfeito contínuo. Abordaremos, no quadro seguinte, as 12 combinações possíveis dos tempos verbais em inglês.

Verb tense

Examples

Use

Simple present

I live in São Paulo.

Eu moro em São Paulo.

I don’t live in São Paulo.

Eu não moro em São Paulo.

Do you live in São Paulo? 

Você mora em São Paulo?

Hábitos,

rotina e verdades/fatos.

Simple past

I lived in São Paulo.

Eu morei em São Paulo.

I didn’t live in São Paulo.

Eu não morei em São Paulo.

Did you live in São Paulo?

Você morou em São Paulo?

Ações acabadas em um ponto específico do passado.

Simple future

I will live in São Paulo.

Eu morarei em São Paulo.

I won’t live in São Paulo.

Eu não morarei em São Paulo.

Will you live in São Paulo?

Você morará em São Paulo?

Planos futuros, predições, decisões espontâneas.

Present continuous

I am living in São Paulo.

Eu estou morando em São Paulo.

I am not living in São Paulo.

Eu não estou morando em São Paulo.

Are you living in São Paulo?

Você está morando em São Paulo?

Algo que acontece no mesmo momento de fala e situações temporárias.

Past continuous

I was living in São Paulo.

Eu estava morando em São Paulo.

I wasn’t living in São Paulo.

Eu não estava morando em São Paulo.

Were you living in São Paulo?

Você estava morando em São Paulo?

Ações em progressão/temporárias no passado.

Future continuous

I will be living in São Paulo

Eu estarei morando em São Paulo.

I won’t be living in São Paulo

Eu não estarei morando em São Paulo.

Will you be living in São Paulo?

Você estará morando em São Paulo?

Ações em progressão no futuro.

Present perfect

I have lived in São Paulo.

Eu morei em São Paulo.

I haven’t lived in São Paulo.

Eu não morei em São Paulo.

Have you lived in São Paulo?

Você morou em São Paulo?

Para falar de experiências ou ações passadas que têm conexão com o presente.

Past perfect

I had lived in São Paulo.

Eu tinha morado em São Paulo.

I hadn’t lived in São Paulo.

Eu não tinha morado em São Paulo.

Had you lived in São Paulo?

Você tinha morado em São Paulo?

Uma ação no passado que aconteceu antes de outra em um tempo específico.

Future perfect

I will have lived in São Paulo.

Eu terei morado em São Paulo.

I won’t have lived in São Paulo.

Eu não terei morado em São Paulo.

Will you have lived in São Paulo?

Você terá morado em São Paulo?

Quando algo terá ocorrido no futuro.

Present perfect continuous

I have been living in São Paulo.

Eu estou morando em São Paulo.

I haven’t been living in São Paulo.

Eu não estou morando em São Paulo.

Have you been living in São Paulo?

Você está morando em São Paulo?

Usado para enfatizar a duração de uma ação em progresso até o momento da fala.

Past perfect continuous

I had been living in São Paulo.

Eu estava morando em São Paulo.

I hadn’t been living in São Paulo.

Eu não estava morando em São Paulo.

Had you been living in São Paulo?

Você estava morando em São Paulo?

Ações que estavam em progresso no passado e foram interrompidas por outra ação no passado também.

Future perfect continuous

I will have been living in São Paulo.

Eu estarei morando em São Paulo.

I won’t have been living in São Paulo.

Eu não estarei morando em São Paulo.

Will you have been living in São Paulo?

Você estará morando em São Paulo?

Ação que terá acontecido antes de um tempo no futuro.

Formas nominais dos verbos

As três estruturas verbais do inglês (ou formas nominais do verbo) são conhecidas como infinitivo, particípio presente/passado e gerúndio, porque não indicam tempo (no caso do gerúndio) e flexão de pessoa e número. Os verbals precisam vir acompanhados de algum outro verbo para terem sentido completo.

  • Infinitive

Forma base do verbo, acompanhado pela preposição to:

To speak = falar

To draw = desenhar

Not to speak = não falar

  • Participle

Os particípios são verbos formados por -ing ou -ed (verbos regulares)|2| e compõem os tempo contínuo e o tempo perfeito, respectivamente, de maneira geral.

She is having the time of her life.

Ela está vivendo o melhor momento da vida dela.

He has decided to go there.

Ele decidiu ir lá.

  • Gerund

O gerúndio em inglês é formado pelo acréscimo do -ing ao verbo. Ele se diferencia do particípio presente pela função que ocupa gramaticalmente na oração, isto é, de substantivo.

Smoking is bad for your health.

Fumar é ruim para a sua saúde.

Veja também: Phrasal verbs: expressões formadas por verbos e preposições

Exercícios resolvido

Questão 1

Verifique nas frases seguintes o verbo correto:

a) He is surfing/surf the net now.

b) What will you/did you do tomorrow?

c) She had/hads had a lot of job opportunities before joining our group.

d) Read/Reading is extremely important!

Resolução:

a) He is surfing the net now. (Presente contínuo, marcador temporal “now”.)

b) What will you do tomorrow? (Future simples, marcador temporal “tomorrow”.)

c) She had had a lot of job opportunities before joining our group. (O auxiliar do passado perfeito nunca é flexionado pelo sujeito.)

d) Reading is extremely important! (Gerund para transformar o verbo no sujeito da frase.)

Notas

|1| DECAPUA, A.. Grammar for teachers: a guide to American English for native and non-native speakers. Springer: New York, 2008.

|2| Para os verbos irregulares, não existem regras ortográficas.

 

Por Patrícia Verônica
Professora de Inglês

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MOREIRA, Patricia Veronica. "Verbs"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/ingles/verbs.htm. Acesso em 30 de outubro de 2020.