Antítese

Gramática

PUBLICIDADE

Antítese é um recurso estilístico que contrapõe termos com sentidos opostos para destacar uma ideia no discurso. Não deve ser confundido com paradoxo, outro recurso que usa ideias opostas no discurso.

Leia também: Ironia – figura de linguagem que consiste em sugerir o contrário do que se afirma

O que é antítese?

A antítese é uma figura de linguagem usada para realçar e intensificar o sentido daquilo que se fala por meio do uso de termos com sentidos opostos no discurso. Trata-se, portanto de uma figura de pensamento, ou seja, aquela cujo efeito dá-se pelo sentido das palavras.

A oposição de sentidos pode ser entre palavras, entre expressões ou mesmo entre orações. Quando os termos usados aparecem próximos no enunciado, cria-se uma relação que intensifica o sentido do discurso. A antítese também ocorre na linguagem não verbal.

Exemplos de antítese

“Água mole em pedra dura tanto bate até que fura.”
(Ditado popular)

“O que o berço dá só a cova tira.”
(Esaú e Jacó, de Machado de Assis)

“Sua alma subiu ao céu

Seu corpo desceu ao mar”
(Ismália, de Alphonsus de Guimaraens)

A antítese também é comum na linguagem não verbal: ao aproximar elementos contrastantes, gera um efeito de destaque.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Antítese e paradoxo

O paradoxo, ou oximoro, também é uma figura que usa sentidos opostos para passar uma mensagem de modo mais intenso. No entanto, enquanto a antítese consiste no mero uso de termos opostos no enunciado, o paradoxo constrói uma relação entre esses termos de modo a criar uma mensagem aparentemente contraditória.

“Ele sabia ser inocente ou malicioso quando necessário.”

No enunciado anterior ocorre uma antítese, já que há oposição entre inocência e malícia, mas a pessoa ora é inocente, ora maliciosa. Portanto, apesar da oposição, não se passa uma mensagem contraditória.

“Havia uma inocência maliciosa em seu olhar.”

Nesse enunciado ocorre um paradoxo, já que, além da oposição entre inocência e malícia, estabelece-se uma relação aparentemente sem sentido: inocência maliciosa.

Veja também: Hipérbole – figura de linguagem que expressa exagero proposital

Figuras de linguagem

As figuras de linguagem são recursos de estilo usados para criar efeitos no discurso. São importantes para transmitir mais eficientemente ideias, conceitos e sensações que não seriam possíveis pelo uso restrito e literal da linguagem.

A antítese aproxima elementos com sentidos opostos.
A antítese aproxima elementos com sentidos opostos.

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (Cesgranrio)

Antítese é uma figura de linguagem com a qual se salienta uma oposição de ideias por meio de sentenças ou palavras. O fragmento que contém uma antítese é:

A) “Somos artesãos, meio como as formigas,” (L. 8-9)

B) “vemos nossas obras destruídas em segundos por cataclismas naturais,” (L. 12-13)

C) “se pensamos que cada estrela é um sol, e que tantas delas têm sua corte de planetas, fica difícil evitar a questão da nossa existência cósmica,” (L. 23-25)

D) “Ao olhar para o Universo, o homem é nada. Ao olhar para o Universo, o homem é tudo.” (L. 53-54)

E) “somos como o Universo pensa sobre si mesmo.” (L. 69-70)

Resolução

Alternativa D. Há antítese entre os termos “nada” e “tudo”.

Questão 2 – (FGV) Uma antítese é um tipo de linguagem figurada em que ocorre a presença de duas palavras de sentido oposto; a frase abaixo em que NÃO ocorre a presença de uma antítese é:

A) “Um bom homem de negócios contrata otimistas como vendedores e pessimistas para o departamento de crédito.”

B) “Nunca solicitarei nem recusarei um emprego, nem jamais pedirei demissão.”

C) “Sorte é o cálculo bem-feito. Azar é o erro de cálculo.”

D) “Toda saída é entrada para outra coisa.”

E) “Melhor lidar com os problemas do sucesso do que com a estagnação do fracasso.”

Resolução

Alternativa B. Não há termos com sentido oposto no enunciado, diferentemente do que ocorre nas alternativas A (otimistas x pessimistas), C (sorte x azar), D (saída x entrada) e E (sucesso x fracasso).

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

VIANA, Guilherme. "Antítese"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/antitese.htm. Acesso em 01 de dezembro de 2020.

Gramática Elipse
Gramática Ironia
Gramática Metáfora
Gramática Hipérbole
Gramática Polissíndeto
Gramática Hipérbato