Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Impactos negativos da energia eólica

Os impactos negativos da energia eólica existem e afetam, direta ou indiretamente, o equilíbrio ambiental, a dinâmica econômica e o modo de vida da população local.

Turbinas eólicas representando os impactos negativos da energia eólica.
A energia eólica pode impactar a fauna, a população e a economia da área onde ocorre a sua produção.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Os impactos negativos da energia eólica são aqueles que afetam a dinâmica do meio ambiente, da população que vive próximo dos parques eólicos e, ainda, da economia local. Apesar de a energia eólica ser considerada uma fonte limpa e renovável, apresentando-se como uma alternativa importante aos combustíveis fósseis, é preciso levar em consideração todos os impactos negativos que as turbinas e os parques de geração de energia eólica podem ocasionar.

A diminuição desses impactos perpassa pelo desenvolvimento de políticas socioambientais que aliem a importância da preservação da natureza e das comunidades tradicionais com a implementação de uma matriz energética sustentável, além de um planejamento melhor elaborado que inclua estudos cuidadosos sobre os aspectos da área e a sua viabilidade para receber tal empreendimento.

Leia também: Energia das marés — como funciona, vantagens e desvantagens

Tópicos deste artigo

Resumo sobre os impactos negativos da energia eólica

  • A energia eólica, embora seja uma fonte renovável e limpa de energia elétrica, pode gerar impactos socioeconômicos e ambientais negativos.

  • Os impactos ambientais negativos são, principalmente, a perda de biodiversidade, o desmatamento e o desequilíbrio ecossistêmico com a supressão de habitats.

  • Os impactos sociais negativos estão relacionais ao ruído das hélices das torres eólicas, que afetam o bem-estar e a saúde das pessoas, e também aos conflitos pela terra e a alteração no modo de vida da população local.

  • Os impactos econômicos versam tanto sobre as atividades econômicas anteriormente realizadas na área onde o novo empreendimento será instalado quanto nos elevados custos para a sua implementação.

  • Identificam-se esses problemas nos parques eólicos já instalados e em processo de instalação no Brasil, principalmente na região Nordeste do país.

  • O melhor planejamento para a instalação de novos parques eólicos, a fiscalização daqueles em atuação e a melhoria das políticas ambientais são algumas das soluções para a redução dos impactos negativos da energia eólica.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são os maiores impactos negativos da energia eólica?

A energia eólica é uma fonte de energia renovável que depende da força dos ventos para a geração de eletricidade. Pelo fato de utilizar um recurso abundante na natureza, e que se repõe constantemente, a energia eólica pode ser descrita como uma energia limpa que não emite gases poluentes para a atmosfera. Apesar disso, a energia eólica gera impactos socioeconômicos e ambientais nas áreas onde ela é instalada. Vamos conhecer alguns desses impactos a seguir.

Impactos ambientais da energia eólica

A geração da energia elétrica pela ação dos ventos é feita no interior das torres ou dos moinhos que são instalados em campos abertos em locais onde há elevado dinamismo atmosférico. Essas torres podem atingir até 120 metros de altura, enquanto as suas pás (ou hélices) têm mais de 60 metros de comprimento. A velocidade de rotação dessa estrutura varia de acordo com a velocidade do vento, mas, mesmo assim, o impacto ambiental causado pelas turbinas eólicas é considerável.

A infraestrutura de um parque eólico afeta as aves migratórias e os morcegos, mamíferos que voam durante a noite e que possuem um sistema de ecolocalização chamado de sonar. Tanto os pássaros quanto os morcegos se chocam com as hélices, e a colisão ocasiona a morte desses animais. Assim sendo, existe um impacto negativo sobre parte da fauna local, o que resulta em desequilíbrio ambiental. A perda dessa biodiversidade pode afetar negativamente o setor econômico, visto que os animais podem auxiliar no controle de pragas das plantações das áreas por onde percorrem|1|.

Aves sobrevoando turbinas em alusão aos impactos negativos da energia eólica.
A morte de pássaros e morcegos provocada pelo choque com as hélices dos moinhos prejudica o equilíbrio ambiental.

Outro ponto importante a ser considerado é o substrato de instalação do parque eólico, o que pode provocar a fragilização do solo ou, ainda, a remoção da cobertura vegetal nativa para a implementação de toda a infraestrutura física necessária para o funcionamento de uma usina geradora e distribuidora de eletricidade. Além da alteração significativa da paisagem natural, o desmatamento e a desagregação do solo leva à destruição de habitats e afeta o equilíbrio dos ecossistemas locais.

Todo o processo de construção e de implementação de um parque eólico e de estruturas como vias de transporte causa impactos ao meio ambiente, como a poluição do solo e dos corpos hídricos.

Impactos sociais da energia eólica

Os impactos da energia eólica sobre a sociedade acontecem a partir de diferentes aspectos. O primeiro deles compreende a poluição sonora que é gerada pelas turbinas eólicas, que, quando em movimento, emitem um ruído muito alto e constante. O barulho é prejudicial para a população que vive próximo dos parques eólicos e afeta diretamente a qualidade de vida dessas pessoas. Esse é, portanto, o segundo aspecto a ser considerado, que é o conforto e o bem-estar.

O ruído muito alto atrapalha nas atividades do dia a dia e até mesmo no descanso, o que reflete na saúde dos indivíduos, que passam a conviver, por exemplo, com maior nível de insônia e de estresse. Ademais, os parques eólicos promovem transformações na dinâmica socioespacial da área, transformando o modo de vida das pessoas que vivem nas proximidades.

Homem cobrindo os ouvidos com as mãos devido à poluição sonora, impacto negativo da energia eólica.
A poluição sonora é um dos principais impactos sociais negativos da energia eólica.

Existe a possibilidade do aparecimento de conflitos pela terra nas áreas onde os parques eólicos serão construídos, já que são necessários amplos terrenos e em localidades muito específicas onde o clima é favorável para a instalação da usina.

Dessa forma, povoados, comunidades tradicionais e demais áreas habitadas podem ter suas terras almejadas para a implantação de uma usina eólica, o que desencadeia uma série de discussões, processos jurídicos, protestos e outras ações que podem transcorrer por muito tempo até que se chegue a uma solução viável. Para além disso, essas comunidades tradicionais têm a sua vida transformada, o que interfere na dinâmica social, nos hábitos, na expressão cultural e na forma como essas pessoas interagem com o meio.

Impactos econômicos da energia eólica

A economia de uma localidade sofre, igualmente, impactos pela instalação de um parque eólico. Por um lado, a chegada de um novo empreendimento é benéfica para a geração de empregos e pela dinamização da economia local, além de representar uma nova alternativa para o consumo de energia. Entretanto, os investimentos necessários para viabilizar a construção de um parque eólico são muito volumosos, e nem sempre o retorno é aquele esperado. O poder público necessita, igualmente, trabalhar no aparato técnico e normativo que permitam o funcionamento desses empreendimentos.

As atividades econômicas locais, especialmente em se tratando do setor primário da economia, são afetadas pela alteração na dinâmica dos fluxos de pessoas e de investimentos que são promovidos, bem como pela modificação do meio natural, que pode prejudicar plantações, áreas destinadas ao extrativismo e à pesca. Não somente isso, mas o custo de vida na área tende a passar por alteração com o novo empreendimento de grandes proporções e de grande impacto para a região, a cidade ou o distrito.

Veja também: Como funciona uma usina solar?

Impactos da energia eólica no Brasil

A região Nordeste é a principal geradora de energia eólica do país, sendo nela identificados todos os impactos que citamos anteriormente: ambientais, sociais e econômicos. Destacam-se o desmatamento, a redução da biodiversidade e o desequilíbrio ambiental que os parques eólicos brasileiros têm promovido nos biomas Caatinga e Cerrado, no interior dos estados dessa região do Brasil (como no Ceará, Piauí, Bahia e Rio Grande do Norte), além dos ambientes litorâneos, como as dunas e as restingas, quando se trata das usinas situadas ao longo da costa nordeste do território nacional.

Chama a atenção o fato de, no Brasil, termos casos em que os parques eólicos promovem impacto cultural e histórico nas localidades onde serão instalados, como acontece nos estados do Rio Grande do Norte e da Paraíba. Nessas unidades da federação, mais precisamente na região conhecida como Seridó, um empreendimento com mais de 370 turbinas coloca em risco um sítio arqueológico e a comunidade quilombola e dos agricultores que vivem naquelas terras|2|.

Existem, ainda, casos de conflitos em áreas de terras indígenas para a implantação de parques eólicos, também na região Nordeste. Tal fato ameaça não somente o território que é protegido por lei, mas ainda o modo de vida e as tradições culturais dessa população tradicional brasileira.
Saiba mais: O que é desenvolvimento sustentável e por que ele é tão importante

Como diminuir os impactos negativos da energia eólica?

  • Desenvolvimento de políticas ambientais que visem à implementação desse tipo de usina de forma a respeitar e proteger o meio natural, como mediante as políticas de compensação ambiental|3|.

  • Recrudescimento das regras para a obtenção do licenciamento ambiental para a liberação do empreendimento, bem como a fiscalização durante as etapas de implementação.

  • Realização de estudos de campo para a caracterização e análise de viabilidade da área, além de um planejamento robusto sobre como será feita a instalação do parque eólico de acordo com a realidade local.

  • Não construir usinas eólicas em localidades de alta fragilidade ambiental ou, ainda, locais em que existam corredores ecológicos ou áreas de preservação ambiental.

  • Instalação de usinas eólicas em áreas que já não são recobertas pela vegetação nativa, como em áreas de pastagem e fazendas|4|.

Notas

|1| SILVEIRA, Evanildo. O pouco conhecido impacto negativo da energia eólica no Nordeste. BBC News Brasil, 06 out. 2019. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/geral-49858734.

|2| GIMENES, Erick. E O VENTO PODE LEVAR… Projeto de energia eólica ameaça destruir passado e futuro do Brasil numa tacada só. Intercept Brasil, 15 mar. 2023. Disponível em: https://www.intercept.com.br/2023/03/15/energia-eolica-projeto-ameaca-destruir-sitios-arqueologicos-e-quilombolas/.

|3| e |4| VICK, Mariana. Por que ambientalistas protestam contra alguns parques eólicos. Nexo Jornal, 26 mar. 2023. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2023/03/26/Por-que-ambientalistas-protestam-contra-alguns-parques-eólicos.

Fontes

|GIMENES, Erick. E O VENTO PODE LEVAR… Projeto de energia eólica ameaça destruir passado e futuro do Brasil numa tacada só. Intercept Brasil, 15 mar. 2023. Disponível em: https://www.intercept.com.br/2023/03/15/energia-eolica-projeto-ameaca-destruir-sitios-arqueologicos-e-quilombolas/.

SILVEIRA, Evanildo. O pouco conhecido impacto negativo da energia eólica no Nordeste. BBC News Brasil, 06 out. 2019. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/geral-49858734.

VICK, Mariana. Por que ambientalistas protestam contra alguns parques eólicos. Nexo Jornal, 26 mar. 2023. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2023/03/26/Por-que-ambientalistas-protestam-contra-alguns-parques-eólicos.

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Impactos negativos da energia eólica"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/impactos-negativos-da-energia-eolica.htm. Acesso em 27 de maio de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


Como funcionam as usinas solares

Você sabe como funcionam as usinas solares? Clique para saber tudo a respeito desse tipo de usina, o que é a energia solar e como ela é produzida, quais são as vantagens e desvantagens, quanto custa e os principais parques solares do Brasil e do mundo.
Física

Desenvolvimento sustentável

Entenda o que é desenvolvimento sustentável e a sua importância. Veja exemplos de ações sustentáveis e o que falta para atingirmos esse modelo de desenvolvimento.
Geografia

Energia das marés

Você sabe o que é energia das marés? Entenda como funciona e quais são suas vantagens e desvantagens. Descubra também onde ficam as principais usinas maremotrizes.
Geografia

Energia eólica

Você sabe como é gerada a energia eólica? Leia nosso texto para saber mais sobre essa importante fonte de energia. Conheça também suas vantagens e desvantagens.
Física

Energia eólica no Ceará

ocê sabia que a produção de energia eólica no Ceará é a maior do Brasil? Saiba mais!
Geografia do Brasil

Energia hidrelétrica

Leia nosso texto e entenda melhor o que é energia hidrelétrica. Saiba mais sobre o processo de geração de hidreletricidade e quais são suas vantagens e desvantagens.
Geografia

Fontes alternativas de energia

Veja exemplos de fontes alternativas de energia, um modelo energético que causa menos impactos ambientais. Confira também um mapa mental completo sobre o tema!
Geografia

Fontes renováveis de energia

Confira um resumo explicativo sobre cada uma das principais fontes renováveis de energia, a importância delas e as suas respectivas propriedades.
Geografia

Impactos ambientais

Você sabe o que é um impacto ambiental? Clique para entender o conceito, quando são negativos ou positivos e suas consequências.
Química

Poluição sonora

Conheça suas causas e efeitos.
Biologia