Whatsapp

Falta de água e segurança alimentar

Geografia

Existe uma relação entre falta de água e segurança alimentar no sentido de que a escassez de recursos hídricos provoca impactos na economia e na disponibilidade de produtos.
PUBLICIDADE

Quando falamos de economia e, principalmente, da produção de alimentos e matérias-primas, muitas vezes nos referimos a recursos naturais tais como o solo e as lavouras em si (soja, o arroz, o trigo e outros). Todavia, geralmente nos esquecemos de que o principal recurso natural para a produtividade é a água, pois sem ela não é possível o cultivo, processamento e transformação de qualquer alimento ou produto primário.

Por isso, existe uma direta relação entre a falta de água e a segurança alimentar, tema que vem sendo amplamente discutido no Brasil, haja vista que o decorrer do ano de 2014 e o início de 2015 marcaram a emergência de uma profunda crise hídrica no país, atingindo uma considerável parte da população, sobretudo na região Sudeste. Vale destacar também que outras áreas no Nordeste e também na região Sul já passaram pelo mesmo problema em tempos não muito distantes.

A segurança alimentar consiste na execução do direito de todas as pessoas terem acesso a fontes de alimentos ou aos alimentos em si de forma regular e permanente. Mas a segurança alimentar, conforme prevê o artigo 3º da Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional, não pode comprometer o acesso da população a outras necessidades consideradas essenciais, além de ser realizada de forma a preservar as condições de saúde, ambientais, econômicas e até culturais. Assim sendo, a segurança alimentar diz respeito ao bem-estar propriamente dito de todas as pessoas.

Portanto, quando dizemos que a falta de água pode trazer riscos à segurança alimentar, estamos dizendo que, ou faltará alimentos para suprir a demanda de toda a população, ou a produção deles será realizada mediante o sacrifício de outras necessidades, tanto de cunho ambiental quanto de caráter socioeconômico.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No estado de São Paulo, onde os regimes de chuva ocorreram muito abaixo do esperado desde o verão do ano de 2013 (o que também aconteceu em outras regiões, como o Centro-Oeste), a falta de água tornou-se um problema crônico, ocorrendo a diminuição gradativa dos sistemas de captação de água, de forma que boa parte da população, além de vários setores da economia, passou a sofrer com as consequências. Diante disso, é preciso garantir, por meios de obras e ações públicas, medidas para preservação da água ainda existente e também para a captação de mais recursos hídricos, sem haver uma grande dependência em relação aos fenômenos climáticos e meteorológicos. Uma das medidas seria a transposição da bacia Paraíba do Sul para sua integração ao Sistema Cantareira, o principal reservatório de água de São Paulo.

Vale lembrar que, além da menor oferta de alimentos, a falta de água pode provocar o encarecimento deles e de todos os serviços, pois os custos da produção aumentam. Além disso, é preciso mencionar que a maior parte do fornecimento de energia elétrica do Brasil ocorre por meio de hidrelétricas, de forma que a diminuição de seus reservatórios pode provocar também uma crise energética no país.


Por Me. Rodolfo Alves Pena

O comprometimento das lavouras pela seca pode afetar a oferta e o preço dos alimentos
O comprometimento das lavouras pela seca pode afetar a oferta e o preço dos alimentos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PENA, Rodolfo F. Alves. "Falta de água e segurança alimentar"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/falta-agua-seguranca-alimentar.htm. Acesso em 02 de março de 2021.

Artigos Relacionados
Saiba mais sobre a pegada hídrica e a quantidade de água necessária para a produção de alguns alimentos.
Confira alguns dados e informações a respeito da distribuição da água no mundo!
Saiba mais sobre a poluição da água, problema sério de degradação ambiental.
Poluição das águas, aspectos físicos da água, aspectos químicos da água, aspectos biológicos da água, resíduos industriais, metais pesados, água potável, matéria orgânica, turbidez da água, esgoto.
As riquezas da região Nordeste para além da visão sobre a seca.
Existem algumas práticas sociais que estão entre as atividades que mais consomem água, e não é o uso doméstico. Leia e descubra quais são!
Confira os aspectos gerais da escassez de água no Brasil, quais são as suas principais causas e os impactos gerados no espaço geográfico nacional.
Descubra como a água de reúso pode ser fundamental para garantir uma maior quantidade de água potável.
Compreenda como ocorre a produção da água de reúso para consumo humano e se essa alternativa oferece riscos.
Entenda a questão do desperdício de água que acontece nas mais diversas escalas e provoca a perda de uma incontável quantidade de recursos hídricos.